Plebe Rude: Filme sobre banda vence prêmio no 5º Santos Film Fest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Azenha, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Após oito dias intensos e repercussão Brasil afora, o 5º Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos chegou ao fim na noite desta terça-feira, 6 de outubro. Foram 67 produções exibidas, oito atividades formativas, além dos bate-papos diários, todas as manhãs, com os cineastas responsáveis pelos filmes das mostras competitivas. Os homenageados desta edição foram o ator Paulo Betti, a atriz e diretora Julia Katharine e o cineasta Sergio Rezende.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O diretor do festival André Azenha e o professor Eduardo Rubi Cavalcanti (da Unisantos e membro do júri da mostra regional) anunciaram os premiados de 14 categorias em live transmitida no Facebook e no Youtube do evento. Todos os troféus levam o nome de Toninho Campos, do Cine Roxy, figura fundamental na propagação do cinema e do audiovisual na região.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O filme "A Plebe é Rude", de Hiro Ishikawa e Diego da Costa, recebeu o troféu Toninho Campos do voto popular na mostra "Hoje é Dia de Rock, Bebê". A votação ocorreu no site Blog n Roll. O longa concorreu com outros dois filmes: – "A Canção do Tempo" (Argentina, El Canto Del Tiempo, longa, documentário, de Mana García), e "Os Caubóis do Apocalipse" (SP, longa, comédia, também de Diego. O cineasta ainda recebeu o troféu humanitário pelo filme "Selvagem", ficção que aborda as manifestações estudantis de 2015.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No fim dos anos 1970, amigos brasilienses conhecem o movimento punk e resolvem montar suas próprias bandas. O que se iniciou como uma fuga para combater o tédio deu origem ao Plebe Rude.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grande premiado desta edição foi "Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha" (SP), que levou os prêmios do júri de melhor longa-metragem e melhor diretor (para Pablo Lopes Guelli). O filme aborda em tom crítico as fake News e o atual governo federal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pelo voto popular, o melhor longa-metragem escolhido foi "O Samba é Primo do Jazz" (RJ), de Angela Zoé, documentário sobre a vida e obra da cantora Alcione. Angela já havia vencido o prêmio de melhor longa do júri em 2018 por "Henfil", documentário biográfico do famoso cartunista.

Na mostra nacional/internacional de curtas-metragens os prêmios foram para "Sofia" (Portugal, de Filipe Ruffato e Gonçalo Viana), prêmio de melhor curta pelo júri, melhor direção pelo júri para Marília Nogueira ("Angela"), da mineira Marilia Nogueira, e o voto popular de melhor curta ficou com "Um Dia Frio" (PR, animação/drama, de Victor Percy).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os prêmios de menção honrosa Filme Humanitário e Menção Honrosa Filme Humanitário pelo Voto Popular foram respectivamente para "Selvagem", SP, de Diego da Costa, ficção sobre a ocupação nas escolas, e o documentário "Tranças" (BA, de Livia Sampaio), sobre alienação parental.

Diego levou outro prêmio, dessa vez ao lado de Hiro Ishikawa, pelo voto popular de melhor filme de rock para "A Plebe é Rude" (SP), documentário biográfico da banda de rock brasiliense.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Devido ao bom interesse de produções estrangeiras inscritas (mais de 20), o festival optou por entregar menções honrosas de filme estrangeiro para "A Canção do Tempo" (Argentina, El Canto Del Tiempo, longa, documentário, de Mana García) e do voto popular para o português "Sofia".

Dentro da Mostra Regional, o Instituto Querô destacou-se com cinco dos seis filmes selecionados e leva a principal categoria, de melhor filme Baixada Santista pelo júri: "Vila dos Pescadores" (Santos, documentário, de Cintia Neli da Silva Inacio e Geovanne Rafael V. da Silva). O prêmio de melhor direção Baixada Santista foi para Thomas Aguina, por "Projeção" (Praia Grande). Já o voto popular de melhor filme regional ficou com "Blandina" (Santos, drama, de Arthur Micheloto).

"É fundamental defendermos espaços públicos e sociais que tenham visão independente e sejam capazes de promover inclusão pela cultura. Com este resultado percebemos que o principal espaço para aprender cinema na região é uma ONG", ressalta o diretor do SFF, André Azenha. "Estamos orgulhosos com a repercussão desta edição, que chegou a ter filmes vistos nos Estados Unidos, China, países da América do Sul e da Europa", destaca a diretora do evento Paula Azenha.

"O Santos Film Fest arrasou. Nunca tive tanto retorno sobre os meus filmes como nesta semana do festival", celebra o diretor Diego da Costa, premiado duas vezes por "A Plebe é Rude" e "Selvagem" e que ainda participou da Mostra Rock com "Os Caubóis do Apocalipse".

O 5º Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos é realizado por CineZen Cultural, coordenado por André Azenha e Paula Azenha. Tem apoio institucional da Prefeitura de Santos e apoios de Videocamp, Sesc Santos, Associação dos Artistas, UniSantos e Histórias do Cinema.

Lista completa de premiados:

– Troféu Toninho Campos – Melhor Longa-Metragem – Júri - "Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha" (SP), de Pablo Lopes Guelli
– Troféu Toninho Campos – Melhor Curta-Metragem – Júri – "Sofia" (Portugal), de Filipe Ruffato e Gonçalo Viana
– Troféu Toninho Campos – Melhor Direção de Longa-Metragem – Júri - Pablo Lopes Guelli
– Troféu Toninho Campos – Melhor Direção de Curta-Metragem – Júri - Marília Nogueira ("Angela")
– Troféu Toninho Campos – Melhor Curta-Metragem – Voto Popular - "Um Dia Frio" (PR, animação/drama, de Victor Percy
– Troféu Toninho Campos – Melhor Longa-Metragem – Voto Popular – "O Samba é Primo do Jazz" (RJ), de Angela Zoé
– Troféu Toninho Campos – Melhor Filme Baixada Santista – Júri – "Vila dos Pescadores" (Santos), Cintia Neli da Silva Inacio e Geovanne Rafael V. da Silva
– Troféu Toninho Campos – Melhor Direção Baixada Santista – Júri - Thomas Aguina ("Projeção", Praia Grande)
– Troféu Toninho Campos – Melhor Filme Baixada Santista – Voto Popular – "Blandina" - Santos, drama, de Arthur Micheloto
– Menção Honrosa Filme de Caráter Humanitário – "Selvagem", SP, de Diego da Costa
- Menção Honrosa Filme de Caráter Humanitário – Voto Popular – "Tranças", BA, de Livia Sampaio
- Melhor Filmes de Rock (voto popular do Blog n Roll) – "A Plebe é Rude", de Hiro Ishikawa e Diego da Costa
- Menção Honrosa Melhor Filme Estrangeiro - "A Canção do Tempo" (Argentina, El Canto Del Tiempo, longa, documentário, de Mana García)
- Menção Honrosa Melhor Filme Estrangeiro – Voto Popular - "Sofia" (Portugal), de Filipe Ruffato e Gonçalo Viana

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Plebe Rude: clipe de "Censura" é lançado com imagens raras e áudio inédito


Rock Nacional: Os 15 melhores riffs de guitarraRock Nacional
Os 15 melhores riffs de guitarra

BRock: Os 10 melhores álbuns dos anos 80BRock
Os 10 melhores álbuns dos anos 80


Metal Moderno: 5 bandas aptas a se tornarem clássicasMetal Moderno
5 bandas aptas a se tornarem clássicas

Dream Theater: o suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?Dream Theater
O suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?


Sobre André Azenha

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 Goo336