Matérias Mais Lidas

Matt Sorum: Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do GunsMatt Sorum
Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do Guns

Slash: fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nuaSlash
Fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nua

João Gordo: quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguarJoão Gordo
Quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguar

RATM: Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarraRATM
Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarra

Axl Rose: gentil e como Batman, como ele gravou participação em Scooby-DooAxl Rose
Gentil e como Batman, como ele gravou participação em "Scooby-Doo"

Steven Adler: por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em Rocket QueenSteven Adler
Por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em "Rocket Queen"

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Van Halen: Hagar diz que cancelaria próprio show para participar de tributo a EddieVan Halen
Hagar diz que cancelaria próprio show para participar de tributo a Eddie

Dio: 14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic RockDio
14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic Rock

Ozzy Osbourne: quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show deleOzzy Osbourne
Quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show dele

Viper: banda começou a gravar novo álbum de estúdio, o primeiro desde 2007Viper
Banda começou a gravar novo álbum de estúdio, o primeiro desde 2007

AC/DC: por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideiaAC/DC
Por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideia

Nirvana: sobre o que Kurt Cobain canta em Smells Like Teen Spirit, segundo GrohlNirvana
Sobre o que Kurt Cobain canta em "Smells Like Teen Spirit", segundo Grohl

Metallica: papagaio metaleiro vai ao delírio ouvindo Enter SandmanMetallica
Papagaio metaleiro vai ao delírio ouvindo "Enter Sandman"

Lynyrd Skynyrd x Neil Young: Amigos ou inimigos?Lynyrd Skynyrd x Neil Young
Amigos ou inimigos?


Stamp

Expurgo: entrevista com uma das referências do grind nacional

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada
Enviar Correções  

Os mineiros do EXPURGO, ao longo de quase 20 anos de estrada, com muito trabalho e apresentações insanas, foram ocupando aos poucos o devido espaço que a banda merece no cenário da música extrema. São, sem sombra de dúvidas, uma das maiores referências do grind nacional, com seu som carregado de influências do punk, hardcore e death metal.

Através da gravadora Back Hole Productions, lançaram dois petardos: "Burial Ground" (2010) e "Deformed By Law" (2018), fora uma pancada de EP´s, splits, K7, tributos ao NAPALM DEATH e DISRUPT, etc.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um dos maiores prêmios por tanta ralação foi a honra de serem convidados para tocar no "Obscene Extreme Fest" (OEF) em 2018 na República Tcheca, ao lado de grandes nomes do punk, grind, death, etc. O OEF é considerado o maior festival de música extrema do mundo!

Para conhecer um pouco mais dessa baita banda, o 80 Minutos foi atrás do guitarrista Philipe Belisário (PB) para uma entrevista conduzida pelo colaborador Mário Pescada (MP). Confira!

(MP): Em julho desse ano completa dois anos da participação do EXPURGO no "Obscene Extreme Festival" (OEF), considerado o maior festival de música extrema do mundo. Vocês tocaram no mesmo dia que CRIPPLE BASTARDS, BIRDFLESH, MOB-47, ROTTEN SOUND, ASPHYX, NAPALM DEATH, WORMROT...já caiu a ficha para você?

(PB): Olá a todos, obrigado pelo convite. Caiu cara, caiu! Na verdade, tô precisando é voltar, mas não para tocar, tocar é muito compromisso, quero ir pra acampar lá, extravasar e assistir aos shows sujo de lama.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

(MP): Lá no OEF, quais shows você assistiu e que mais curtiu? O que você viu de diferente desse festival para os daqui?

(PB): Olha, o tal da banda de Singapura WORMROT mexeu comigo, só de escrever essa reposta aqui me causa arrepios, me pegou pela alma. Eu nem era tão fã deles, mas passei a ser depois do show, tem algo ali ao vivo que é magia, coisa rara que não se explica, a música deles é forte, profunda. CRIPPLE BASTARDS, GENERAL SURGERY e o GRAVE foram incríveis também. MOB-47 decepcionei, talvez palco fosse muito grande para sujeira deles. A principal diferença para os festivais daqui talvez seja a completa falta de seguranças no local, lá é insano o carnaval que o público faz. Carnaval mesmo: fantasias, gente doida, pelada, etc. Não tem rigidez ou cobrança de ninguém em cima de ninguém.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

(MP): Vocês postaram na página do Facebook da banda um trecho do documentário sobre a "Deforming Europe Tour 2018", referente a passagem pelo OEF, Alemanha, Bélgica e Polônia. O que e quando esse projeto, tocado pelo pessoal da Goblin Tv, deve sair?

(PB): Deve sair este ano, ficou lindão viu, mostra o rolê todo sem censuras e a Goblin ainda foi além e tiveram a manha total de deixar essa banda de carroceiro com cara de cinema. Excelente, muito ansioso para ver isso lançado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

(MP): Para março do ano passado, a banda tinha duas datas agendadas no Peru e uma data na Colômbia, onde tocariam no "Insanity Assault Festival", vocês estavam anunciados como "uma das bandas mais representativas do grindcore sul americano". Foi a primeira travada que a pandemia trouxe para vocês?

(PB): Velho, um ano organizando, o rolê seria surreal, íamos tocar em Cuzco, ir ao Machu Picho, depois Lima, Medellín, tudo como banda headliner (o que não sei se é bom ou ruim afinal). O voo era num domingo. Na sexta à noite, a gente arrumando as malas... bum... fecham-se as fronteiras e inicia-se essa nova era. Desde então, a banda não se reúne pessoalmente. Mas vai passar isso tudo uma hora e essa tour vingará.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

(MP): Vi uma entrevista da banda no Canal Scena em que vocês falam de um convite que rolou para tocar no Japão - esse também deu ruim por causa da pandemia. Como que ia ser? Era uma mini tour, foi dito o nome das bandas que iam tocar junto? A cena noise/grind é forte por lá e eles gostam muito das bandas brazucas, qualquer estilo que seja.

(PB): Esse vai rolar ainda, é uma logística mais complexa e cara que a Europa, estamos nos organizando. A cena noise/grind lá é pirada, só banda massa, a pegada japonesa na arte é muito peculiar eu gosto de praticamente tudo que vem de lá.

(MP): Vocês participaram do disco "Siege Of Grind" (2013), um tributo ao NAPALM DEATH só com bandas brasileiras, com a música "All Links Severed". Em 2016, vocês abriram o show deles justo aqui em BH. Como que foi poder encontrar com eles, já que são uma grande referência no som de vocês? Chegaram a falar desse disco?

(PB): Pessoalmente acho que me falta sorte com o NAPALM DEATH, esta gravação foi a única que não participei, estava numa fase complicada. Leandro, ex-baixista, quem gravou as guitarras e os caras fizeram tudo, fui ver só bem depois. Daí quando finalmente fomos tocar com o NAPALM DEATH eu adoeço, toquei cheio de remédio na cabeça e não entendi bem as coisas. Mas ainda assim foi demais, né. E foi bem legal também o movimento que rolou na internet pedindo para gente abrir o show (nota: refere- a movimentação dos fãs que fizeram pressão na organizadora do evento para colocar o EXPURGO abrindo o show, a princípio, não haveria banda de abertura).

Foto:divulgação Expurgo
Foto:divulgação Expurgo

Acesse o site do 80 Minutos para ler o restante dessa entrevista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para adquirir material do EXPURGO, entre em contato direto com a banda através das suas redes sociais.

Facebook:
https://www.facebook.com/ExpurgoGrind/

FONTE: 80 Minutos
https://80minutos.com.br/interview/95


publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Expurgo: entrevista com uma das referências do grind nacional


Monsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King DiamondMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Heavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.