RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemMustaine tentou fazer hit radiofônico e acabou escrevendo a "música mais idiota" do Megadeth

imagemSaiba mais sobre o último álbum de estúdio dos Engenheiros do Hawaii

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemMike Portnoy escolhe os álbuns preferidos de sua adolescência

imagemA nostálgica canção de Raul Seixas que propõe abolir a divisão entre o bem e o mal

imagemGlenn Hughes virá ao Brasil no final deste ano, informa José Norberto Flesch

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemPaul Gilbert lançará álbum tributo a Dio em abril; confira detalhes e versão de "Holy Diver

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Exilio Angel

Van Halen: Sammy Hagar diz por que não tem respeito pelo trabalho de David Lee Roth

Por Igor Miranda
Postado em 16 de agosto de 2021

O vocalista Sammy Hagar não esconde sua opinião ácida a respeito de David Lee Roth. Os dois ocuparam a posição de vocalista do Van Halen em diferentes momentos da trajetória da banda.

Em recente entrevista ao Washington Post, transcrita pelo Ultimate Guitar, Hagar deixou claro que não só é diferente de Roth, como, também, que não é capaz de respeitar o trabalho do colega. Na visão de Sammy, o vocalista original do Van Halen só se preocupa em ser uma celebridade, não em ser um músico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, o cantor da fase "Van Hagar" da banda destacou ser "muito diferente" de Diamond Dave. "Somos muito diferentes. Sou casado desde jovem, tenho filhos e netos, sou um cara de família. Não uso drogas, não fico farreando até a morte. Levo meu trabalho a sério. Quando subo ao palco, estou em condições. É uma ética de trabalho diferente", disse.

Hagar declarou que, diferentemente de seu colega, não tenta "ser uma celebridade e uma grande estrela". "Quero ser um artista bom o suficiente para ser aceito no mundo das celebridades. É assim que abordo meu trabalho", afirmou.

Sob o ponto de vista de Sammy, David Lee Roth está na contramão de todo esse pensamento. "Ele faz de uma forma totalmente diferente. Acho que (para ele) tudo tem a ver com ser uma celebridade e ter algo que chame atenção. É um estilo diferente e eu não respeito a maneira como ele faz isso", comentou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar disso, há respeito por parte de Hagar pelo trabalho desempenhado por Roth em sua primeira passagem pelo Van Halen. Nesse período, o vocalista original da banda gravou desde o álbum de estreia, de 1978, até o disco "1984", lançado no ano mencionado em seu título.

"Mas eu respeito o que ele fez no Van Halen. Então, não me entenda mal. Ele foi ótimo para a banda e tem uma voz legal. Ele não canta bem mais, mas nos primeiros discos do Van Halen, ele era ótimo, soava ótimo, eu adorava a forma como ele cantava, a atitude e a persona dele", pontuou.

Sammy Hagar e a reunião com o Van Halen

Em outro momento da conversa, Sammy Hagar comentou sobre a tentativa de reunir todos os integrantes que passaram pelo Van Halen, realizada tempos antes do guitarrista Eddie Van Halen falecer, em outubro de 2020, em decorrência de um câncer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ideia era resgatar músicos como o baixista Michael Anthony e até mesmo o vocalista Gary Cherone, que gravou apenas um álbum, "Van Halen III" (1998), com a banda. Hagar, claro, também estava nos planos para dividir o microfone com David Lee Roth.

Sammy revelou, nesta entrevista recente ao Washington Post, que chegou a apresentar um "plano de reunião" ao empresário Irving Azoff. Isso, segundo ele, ocorreu antes mesmo de ter retomado contato com Eddie Van Halen - os dois voltaram a se falar nos momentos finais de vida do guitarrista.

O cantor, porém, deixou claro que só aceitaria retornar sob algumas condições. "Número um: eu teria meu próprio avião, então, não teria de chegar nem perto daquele cara (provavelmente se referindo a David Lee Roth). Número dois: tocaríamos em estádios, e você sabe como há dois times de futebol americano, então, eu tocaria do lado dos Raiders e ele tocaria do outro lado. Isso nos manteria separados", disse.

O conceito apresentado por Sammy consistia em uma alternância entre vocalistas ao longo desses shows. "Eu entro em um palco e canto duas músicas. Saio pela esquerda, ele entra pela direita. Ele canta duas músicas, sai pela esquerda, eu entro e canto mais duas. Iríamos fazendo assim, de duas em duas músicas", afirmou.

Hagar chegou até mesmo a sugerir uma música de sua fase para que pudesse cantar ao lado de David Lee Roth em um eventual bis. "Eu toparia fazer um bis de uma das nossas músicas. 'Finish What Ya Started' é a única que ele conseguiria cantar com o alcance vocal dele, então, deixaria essa para o fim. E faríamos 'You Really Got Me' (cover do Kinks), adoro essa. Eu cantaria a parte alta. Mas isso nunca aconteceria, ele nunca faria um bis comigo, não subiria ao palco comigo. Mas teria sido legal para os fãs", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista pode ser conferida na íntegra, em inglês e sem legendas, no player de vídeo a seguir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Metal Hammer: dez "estranhas" colaborações no metal


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.
Mais matérias de Igor Miranda.