Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRafael Bittencourt, do Angra, explica por quê está usando unhas postiças

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado


In-Edit

The Doors tentou seguir com Paul McCartney no lugar do falecido Jim Morrison

Por André Garcia
Em 28/02/22

Já pensou se Paul McCartney tivesse entrado para o The Doors? Conforme publicado pelo site faroutmagazine.co.uk, isso poderia ter acontecido! Os membros remanescentes da banda, após a morte do vocalista Jim Morrison, cogitaram colocar em seu lugar ninguém menos que o então recém-ex-beatle.

Joel Brodsky @ wikimedia
Joel Brodsky @ wikimedia

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1970, parecia o fim da linha para o The Doors, com Jim Morrison entregue à bebida e irreconhecivelmente inchado, cada vez mais hostilizado por apresentações desastrosas. Para fugir das cobranças da fama, dos excessos da vida de rockstar, do escárnio da mídia e de problemas com a justiça, o poeta se viu obrigado a praticamente se auto exilar em mudança para a França.

No ano seguinte, os instrumentistas da banda começaram a trabalhar em novas músicas para um vindouro álbum. O plano era que Jim colocasse a cabeça no lugar e recuperasse a saúde em seu retiro, e retornasse limpo e bem para finalizar o disco. Infelizmente, ele jamais retornou: no dia 3 de julho de 1971 ele foi encontrado morto numa banheira, aos 27 anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O guitarrista Robby Krieger falou sobre como a fatalidade afetou o trabalho deles do outro lado do oceano: "Foi uma época difícil, claro. Nós três estávamos tocando o tempo todo, escrevendo coisas novas... Quando Jim faleceu, nós dizemos: 'Caramba, o que nós vamos fazer agora?’ Nós poderíamos ter desistido, mas, por outro lado a gente já tinha todas aquelas músicas..."

Olhando em retrospecto, Krieger reconheceu que lançar o álbum apenas três meses após a morte do vocalista não foi uma boa jogada. "Nós provavelmente não deveríamos ter lançado tão pouco tempo após a morte de Jim", disse. Ele justificou dizendo que "nós pensamos que era a única coisa a ser feita, a gente não podia simplesmente ficar em casa e entrar em depressão."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Other Voices" (1971) o vocal foi dividido entre ele e o tecladista, Ray Manzarek. Entretanto, o álbum foi um fracasso, afinal de contas, por mais que tivesse boas composições, ficou evidente a enorme falta que Jim Morrison fazia ali, o tempo todo. O que é uma pena, já que com ele tinha tudo para ter sido um ótimo disco.

A Louder Sound, em 2014, perguntou a Manzarek diretamente se Paul McCartney estava entre os nomes cogitados pelo The Doors como substituto de Morrison, e ele confirmou: "Sim. Paul tocaria baixo". "Aquilo teria ficado incrível", lamentou. "Quem sabe que direção teríamos seguido se aquilo tivesse acontecido."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O convite não foi absurdo, já que o baixista, vacilante em carreira solo desde a saída dos Beatles, naquela época buscava uma nova banda para recomeçar. Os ex colegas de Jim Morrison só pecaram no timing: o ex-beatle, que já havia acabado de formar o Wings, certamente nem sequer considerou se dividir entre duas bandas em continentes diferentes.

Leia a matéria na íntegra em inglês.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.