Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemSem ter o que fazer, guitarrista do Journey comprou 150 guitarras durante a pandemia

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"


Stamp

Iron Maiden: quando Bruce Dickinson mandou dois tijolos para Blaze Bayley

Por Bruce William
Em 05/03/22

Como todos sabemos, Bruce Dickinson saiu do Iron Maiden em 1993, e em seu lugar entrou o vocalista Blaze Bayley, vindo do Wolfsbone. Também sabemos que Blaze sofreu uma pressão inimaginável, tendo sido criticado por muitos fãs e imprensa que não conseguiam enxergar o Maiden sem Bruce, pois embora ele não fosse o vocalista original, seu impressionante talento e absoluta dedicação o consagraram no posto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Curiosamente dentre aqueles que defendiam Blaze estava o próprio Bruce, conforme ele revelou em conversa de 2017 com a Classic Rock: "Quando Blaze conquistou a vaga eu fiquei tipo 'Uau, tomara que dê certo'. Provavelmente foi mais difícil do que ele podia imaginar, apesar dele ter tido muitos bons momentos. Mas veja, se o Maiden te ofereceu a vaga não é você quem vai recusar, né?".

Na época, chegaram a surgir algumas farpas entre Dickinson e seus ex-companheiros de banda, como aconteceu com o baixista e dono da banda, Steve Harris, insinuando que Bruce foi "péssimo" em alguns shows da turnê de despedida. E até mesmo entre Bruce e o então novo vocalista poderia ter rolado atrito. Mas Bruce acredita que evitou qualquer confusão com o presente especial que ele mandou para Blaze para parabenizá-lo: um par de tijolos amarelos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Soa estranho, não? Mas Bruce explica: "Eu vi uma entrevista onde ele dizia no final 'Eu me sinto como a Dorothy em O Mágico de Oz'. Pensei 'Isso é muito doce - sei exatamente como você está se sentindo', então pintei dois tijolos e mandei pra ele" (para quem não entendeu a referência, na história do Mágico de Oz, a protagonista percorre uma estrada feita de tijolos amarelos até chegar ao País das Maravilhas).

Bruce diz ainda que admirava Bayley por aceitar aquele trabalho que ele sabia ser muito difícil. "Com certeza, tiro o chapéu, respeito total por ele. Sua vez é totalmente diferente da minha, e houve um ponto em que pensei 'Como diabos ele vai conseguir cantar minhas músicas? Talvez eles simplesmente não as toquem, vai ser muito difícil".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja também:

Bruce Dickinson: ele ficou surpreso quando Blaze Bayley entrou no Iron Maiden

Bruce Dickinson: ele adora cantar músicas da fase Blaze Bayley

Blaze Bayley: "Eu amo a voz do Bruce Dickinson"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

FONTE: Loudersound
https://www.loudersound.com/features/iron-maiden-bruce-dickinson-blaze-bayley-yellow-bricks

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.