Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemMorre aos 43 anos Andrew LaBarre, ex-guitarrista e vocalista da banda Impaled

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal


Stamp

Beatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

Por André Garcia
Em 17/05/22

Em 1968, os Beatles lançaram o "White Album", seu nono disco, o único duplo. Contendo 30 faixas e com cerca de uma hora e meia de duração, foi seu trabalho mais irregular e menos coeso; não é a toa que nele estão algumas das mais impopulares faixas da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um exemplo é "Ob-La-Di, Ob-La-Da", considerada por muitos fãs um patinho feio por conta de sua simplicidade quase infantil e seu estilo semelhante a um reggae. Tanto que ela já chegou a figurar em listas de piores músicas de todos os tempos.

Em entrevista de 5 de setembro de 2018, o apresentador Howard Stern perguntou a Paul McCartney: "John [Lennon] não gostava dessa música, "Ob-La-Di, Ob-La-Da", certo?", e a resposta o negou. "John gostava dessa música, sim! Eu acredito que sim", respondeu ele, antes de contar sua história.

"Nós estávamos de férias [na Índia] estudando meditação com Maharishi [Mahesh]. A gente costumava ir a clubes de noite beber, dançar, comer alguma coisa... e tinha um amigo meu, africano, chamado Jimmy Scott. A gente se encontrava e era, tipo: 'Eaí, cara! Como você está?', e ele respondia: 'Obladi oblada, life goes on, bra!' [em livre tradução: obladi oblada, vida que segue, irmão!] Eu achava aquilo legal! Então escrevi a música."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Uma coisa que eu gosto nela é aquela introdução no piano", prosseguiu o ex-beatle. "O que aconteceu foi o seguinte... Eu, George e Ringo estávamos trabalhando nela e John ainda não havia chegado. Ele estava atrasado — para variar [risos]! Mas não estávamos chegando a lugar nenhum com aquilo. A gente tentava, tentava e tentava... eu até pensei: 'Ó ceus, isso não está rolando...'"

"Eis que John entra no estúdio e diz: 'Eaí, caras! O que vocês estão fazendo?' Eu respondi Obladi, e ele disse: 'Ah! Aquela? Qual é o tom?' Aí então ele sentou no piano e fez aquilo [canta a introdução]. E nós dissemos: 'É isso!' Isso me traz boas memórias..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Paul McCartney por muito tempo não tocou "Ob-La-Di, Ob-La-Da" em seus shows, mas desde 2009 ela passou a fazer parte de seu repertório com certa frequência. Inclusive, ele a tocou aqui no Brasil em 7 de novembro de 2010, em Porto Alegre, no Estádio Beira-Rio. Confira neste link.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Heróis de quadrinhos e capas de discos: uma mistura curiosa


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.