RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemAs frases que Taylor Hawkins disse repetidamente para Ozzy Osbourne semanas antes de morrer

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemPink Floyd: Nick Mason comenta as músicas que formam a trilha sonora de sua vida

imagemCristina Scabbia se queimou com óleo fervendo e ficou com "mapa da Europa" no rosto

imagemSite chileno cita data do Iron Maiden no país e medalhões como possíveis bandas de abertura

imagemSammy Hagar sobre material inédito do Van Halen: "Eddie tinha uma tonelada"

imagemAngra anuncia sua turnê "The Best Of 30 Years" com setlist renovado

imagemC.J. sobre seu primeiro show com os Ramones: "Foi Cuspe, moeda, garrafa, sapato…"

imagem"Meu objetivo é voltar aos palcos o mais rápido possível", afirma Ozzy Osbourne

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemOzzy Osbourne aparece em público pela primeira vez após anunciar aposentadoria das turnês


Exilio Angel

John Frusciante conta como Rick Rubin influenciou seu jeito de tocar

Por André Garcia
Postado em 27 de novembro de 2022

Atualmente fazendo sua terceira passagem pelo Red Hot Chili Peppers, John Frusciante já era fã da banda em 1988, quando guitarrista Hilel Slovak morreu de overdose. Segundo consta, quando foi escolhido por Anthony Kiedis e Flea para a banda, ele saiu correndo e gritando de felicidade pela casa.

Foto: Reprodução Redes Oficiais
Foto: Reprodução Redes Oficiais

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Conforme publicado pela Music Radar, em entrevista à Guitar Player, ele relembrou os tempos da gravação de "Mother's Milk" (1989), seu debut como membro do grupo.

"Na época do 'Mother's Milk' eu estava tentando ocupar mais o espaço, e aquilo acabava soando congestionado. Não tanto quanto Flea — mas Flea tem um jeito de tocar congestionado que nunca soa congestionado demais, sempre soa como um suporte para a banda. Eu senti, após a gravação daquele disco, que eu não tinha dado suporte para meus colegas de banda como eu poderia."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Rick Rubin, quando começou a nos produzir na época do 'Blood Sugar [Sex Magik]', ele foi dando ideias para os arranjos. Tipo, 'Deixa ser guitarra no primeiro verso' ou 'Deixa sem baixo no segundo verso'. Ele veio do hip hop, então basicamente botava no mudo [certos] instrumentos em certas partes."

"Aquilo foi inspirador para mim, porque eu estava seguindo a direção de tocar menos e ver o quanto aquilo fazia a banda soar melhor como todo. Até que cheguei a um ponto onde realmente vi o valor do espaço em todos os sentidos — quer fosse entre um ponto e outro do compasso, a distância entre dois sons, no uso de intervalos amplos ou criar um acorde comigo tando uma nota na guitarra e Flea tocando outra no baixo. Aquilo fazia a banda soar mais coesa, e os caras curtiram quando comecei a tocar daquele jeito, então me senti apoiado."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Para mim, muitos guitarristas tocam de um certo jeito por tocarem com baixistas que só acompanham a nota principal. Mas como Flea é toca de um jeito tão interessante, eu penso intervalos não só em relação entre duas notas no meu instrumento, mas a relação entre o que eu estou fazendo e o que ele está fazendo."

"Aí a coisa é, tipo, 'O que posso fazer de diferente do que ele está fazendo?' Se ele está descendo, então talvez seja melhor eu subir. Assim vamos criando diversas pequenas harmonias onde acordes são implícitos, nenhum de nós dois tocamos o acorde completo. Ou então algo como 'Scar Tissue', onde faço aquele amplo intervalo de duas notas sozinho, mas, na verdade, penso naquilo como duas partes separadas."

Red Hot Chili Peppers

Considerado a personificação do rock californiano, o Red Hot Chili Peppers foi formado em 1983 por Anthony Kiedis e Flea. Desde o princípio, a banda sempre teve em seu DNA a mistura de ritmos, especialmente punk rock, funk e rap.

Com a entrada de Chad Smith na bateria e John Frusciante na guitarra, no começo da década seguinte eles chegaram ao estrelato com "Blood Sugar Sex Magik" (1991), alavancado por estrondosos hits como "Give It Away" e "Under the Bridge".

Por mais que a década de 90 tenha começado bem, ela reservava para a banda um inferno astral. Após a saída de seu guitarrista em 1992, lançou "One Hot Minute" (1995) — com Dave Navarro na guitarra — muito mal recebido, derrubou a popularidade do quarteto. Quando parecia que tudo estava perdido, com o retorno de Frusciante e o lançamento de "Californication" (1999), a banda fez mais sucesso do que nunca. Essa nova fase rendeu ainda "By The Way" (2002) e "Stadium Arcadium" (2006).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com a nova saída de John Frusciante em 2009, assumiu a guitarra Josh Klinghoffer. Embora tenha se esforçado na gravação de "I'm With You" (2011) e "The Gateway" (2016), jamais caiu na graça dos fãs. Com o novo retorno de Frusciante em 2019, a banda lançou "Unlimited Love" e "Return of the Dream Canteen" (ambos em 2022).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Red Hot Chili Peppers: "Eddie Vedder canta direto do coração"

Red Hot Chili Peppers: Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saída

Fotos de Infância: Red Hot, Pearl Jam, Blink, Faith no More, RATM e mais


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.