RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


O músico que aparece na capa de álbum clássico do Rush mas nunca chegou a ouvir o disco

Por Bruce William
Postado em 11 de março de 2023

"Moving Pictures" é o oitavo álbum de estúdio do Rush, lançado em 1981. É considerado um dos melhores trabalhos da banda canadense além de um dos mais influentes na história do rock, sendo um álbum essencial para fãs e admiradores do gênero, tendo sido um sucesso comercial ao alcançar a posição #3 na Billboard 200 nos Estados Unidos e a certificação de platina quádrupla no Canadá.

O álbum é conhecido por sua técnica instrumental complexa, letras inteligentes e fortes influências mesclando rock progressivo, new wave e do hard rock. Dentre as faixas de destaque estão "Tom Sawyer", uma das mais conhecidas e populares da banda, "Limelight", "Red Barchetta" e "YYZ", esta última sendo uma instrumental que mostra a habilidade técnica e musical do Rush, o que fazem do "Moving Pictures" ser, indiscutivelmente, um álbum essencial para qualquer fã de rock ou de música em geral.

Rush - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E algo que sempre intrigou os fãs da banda é o significado da arte gráfica do álbum, que associamos imediatamente ao som embora sem compreender exatamente o que está acontecendo ali. Conforme relata o Rush Fã Clube Brasil: "Na capa, há funcionários de uma empresa de mudanças que carregam algumas pinturas, e há também pessoas chorando ao fundo pois as pinturas são emocionalmente tocantes para elas. Finalmente, na contra-capa, percebemos uma equipe de filmagens fazendo uma pintura em movimento de toda a cena. Trata-se de um tributo ao duplo sentido, aos trocadilhos e aos jogos de palavras".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O conceito da capa do "Moving Pictures" do Rush

Hugh Syme, artista gráfico próximo da banda, criou os conceitos diferentes para aquelas cenas que "se moviam", explica o site: "Queria fazer algo simples e que desse um toque de Fellini na interpretação do título do disco. Precisava ser cinematográfico, pois minha ideia inicial era bem pobre e sem graça, como um quadro apenas sendo removido de uma parede branca", disse Hugh. Geddy declarou que as músicas do disco eram como "pequenos filmes que se moviam", e que o grupo estava numa fase de cunhar canções de maneira cinematográfica, com as letras de Peart criando filmes na cabeça dos ouvintes. Esse impacto emocional desejado pelo trio acabou dando nome ao disco e influenciando toda a concepção de Syme".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 2021, no lançamento da edição comemorativa de 40 anos do álbum, foram reveladas cenas extras do ensaio fotográfico feito por Deborah Samuel, usado para compor a arte gráfica. E conforme relatou o Classic Rock, uma dessas imagens mostra de forma clara o rosto do homem que carregava o icônico retrato do logotipo Starman do Rush subindo os degraus da Assembleia Legislativa de Ontário: trata-se de Kelly Jay, vocalista da banda Crowbar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Você é a primeira pessoa que quer falar comigo", disse Kelly ao ser procurado pela Classic Rock pouco antes de morrer aos 77 anos de idade, em 2019. "Até agora, ninguém sabia que eu estava naquela capa. Conhecia Geddy e os meninos, a gente andava nos mesmos lugares. A minha banda era a favorita do ex-primeiro-ministro canadense Pierre Trudeau e tínhamos um grande número de seguidores, mas não chegamos a ser tão grandes quanto o Rush. Nos víamos de vez em quando, mas a principal conexão era a fotógrafa Deborah Samuel, que eu e minha esposa na época, Kerry Knickle, conhecíamos. Ela me convidou para participar do ensaio fotográfico. Eu não sabia muito sobre a música do Rush. Éramos como Mozart e eles como Wagner, eles usavam muitas notas para tocar!" diz, entre risos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Kelly contou que a esposa dele era a maquiadora e ela aparece na capa interna do álbum, revelando ainda que eles não receberam pelo trabalho pois foi uma troca de favores com a fotógrafa. "O Crowbar continuou como banda e nossa música 'Oh, What A Feeling' parece ter se tornado um clássico. Escrevi quinhentas músicas desde então. Eu tenho uma cópia (do "Moving Pictures") mas nunca ouvi o disco. É uma peça legal de arte e a coisa incrível de tudo isso é que leva as pessoas a descobrir por que foi feito, quem esteve envolvido, e você descobre muita coisa. No entanto, você é a primeira pessoa que quer falar comigo. Até agora, ninguém sabia que eu estava naquela capa".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Voltando ao Rush Fã Clube Brasil: O divertido conceito da capa para Moving Pictures custou caro ao Rush. A Mercury não quis assumir os custos extras, e a banda precisou desembolsar cerca de 10 mil dólares para garantir a qualidade do trabalho. Tudo em nome da arte e dos quadros que se movem. "Moving Pictures" é o retrato de uma visão compartilhada por três músicos sedentos por usar o passado apenas como arma para a conquista do futuro. Sete temas sensacionais faziam os anos de 1970 ficarem de vez para trás. Uma nova década surgia para aqueles jovens músicos geniais, todos ainda na faixa dos 27 e 28 anos de idade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Bruce William

Quando Socram chegou no Whiplash.net era tudo mato, JPA lhe entregou uma foice e disse "go ahead!". Usou vários nomes, chegou a hora do "verdadeiro". Nunca teve pretensão de se dizer jornalista, no máximo historiador do rock, já que é formado na área. Continua apaixonado por uma Fuchsbau, que fica mais linda a cada dia que passa ♥. Na foto com a Melody, que já virou estrelinha...
Mais matérias de Bruce William.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS