Scorpions: as dez mais segundo o Ultimate Classic Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Henrique Aragão, Fonte: UltimateClassicRock, Tradução
Enviar Correções  

Tente escolher o Top 10 das quase 200 músicas gravadas ao longo de quatro décadas pelo SCORPIONS, e você vai perceber que não haveria possibilidade de satisfazer a todos. Afinal, se você se lembrar das aulas de ciências do ensino médio, você deve ter aprendido que, entre oito pernas, duas pinças e um ferrão desagradável, escorpiões possuem 11 apêndices. Em vez disso, vamos tentar não picar a nós mesmos ao peneirar a extraordinária discografia desta instituição alemã de hard rock.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

10. ‘Coast to Coast’, álbum ‘Lovedrive’, 1979

Pegamos a história durante um período de transição para o SCORPIONS, enquanto eles diziam adeus ao guitarrista de longa data ULI JON ROTH e flertavam com a possível volta de MICHAEL SCHENKER, antes de ratificarem o jovem Matthias Jabs para os anos 80. Por incrível que pareça, nada disso impediu a banda de entregar um de seus melhores álbuns, ‘Lovedrive’, que incluiu esse raro destaque instrumental.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

9. ‘Fly to the Rainbow’, álbum ‘Fly to the Rainbow’, 1974

Uma década antes, o quinteto alemão ainda estava tentando encontrar sua direção, criativamente falando, quando eles lançaram seu segundo disco, ‘Fly to the Rainbow’. Contudo, embora eles às vezes parecessem incertos de sua direção, esta épica e eclética faixa título, empurrou seus incipientes talentos até o limite.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

8. ‘Another Piece of Meat’, álbum ‘Lovedrive’, 1979

Momento de trazer para o nosso Top 10 outra canção de ‘Lovedrive’, e enquanto não há falta de candidatas que poderíamos escolher deste excepcional disco (‘Loving You Sunday Morning’, ‘Holiday’, etc), nós optaremos pela viagem selvagem e louca proporcionada pela provocativa e metaleira ‘Another Piece of Meat. ’

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

7. ‘No One Like You’, álbum ‘Blackout’, 1982

Depois de anos e anos corroendo lentamente a resistência dos USA e depois de tropeçar na linha de chegada com o irregular e imprudentemente experimental ‘Animal Magnetism’, de 1980, o SCORPIONS finalmente e assertivamente ‘rachou’ os Estados Unidos com o petardo ‘Blackout’, de 1982. Particularmente, ‘No One Like You’ transformou-se num sucesso significativo e ajudou a abrir as portas da MTV, para começar, levando a carreira do SCORPIONS nos Estados Unidos para um nível superior.

6. ‘The Zoo’ [Live], álbun ‘World Wide Live’, de 1985

Ouvida em seu arranjo original no álbum ‘Animal Magnetism’, ‘The Zoo’ soa como um exercício um pouco tedioso indo rápidamente para lugar nenhum. Porém, após alguns anos de mudanças no palco, a canção, antes notada essencialmente pelo solo de talkbox de Mathias Jabs, tomou um novo poder e vida nunca insinuado antes, culminando na sua versão definitiva de ‘World Wild Live’, de 1985.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

5. ‘We'll Burn the Sky’ [Live], álbum ‘Tokyo Tapes’, de 1978

ULI JON ROTH co-escreveu a sugestiva ‘We’ll Burn the Sky’ com a antiga paixão de JIMI HENDRIX, Monika Dannemann, a quem Roth namorava na época. Apresentada originalmente no álbum de estúdio ‘Taken by Force’, de 1977, a canção ascendeu a um plano mais alto de inspiração no duplo ao vivo do ano seguinte, ‘Tokyo Tapes’, impulsionada por um dos maiores e absolutos trabalhos de guitarra de ULI JON ROTH.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4. ‘Still Loving You’, álbum ‘Love at First Sting’, de 1984

A próxima escolha do nosso Top 10 é a típica ‘power ballad’ do grupo, ‘Still Loving You’, uma difícil decisão, dada a forte concorrência de outras causadoras de pranto como ‘When the Smoke is Going Down’, ‘Holiday’ e aquela grande festa de assobio, ‘Wind of Change’. Mas no fim do dia, nem mesmo a última mensagem global acolhedora consegue medir forças com as qualidades de hino de arena e melancolia romântica.

3. ‘In Trance’, álbum ‘In Trance’, de 1975

Se alguma canção setentista do SCORPIONS agregou todos e definiu o curso da ainda inexperiente carreira da banda para os triunfos do futuro, ela foi ‘In Trance’, a faixa título de seu essencial terceiro álbum. Cada marca crucial da banda está aqui: a alternância entre os tons de trevas e luz (os riffs esmagadores de Rudolf Schenker, as melodias variáveis de Roth), passagens musicais contrastantes, e os vibratos fantasmagóricos de Klaus Meine. Com este projeto em mãos, nada poderia pará-los.

2. ‘Dynamite’, álbum ‘Blackout’, de 1982

O SCORPIONS tinha no seu guitarrista-fundador, Rudolf Schenker, um fiel mestre em criar ganchos a partir de simples ‘power chords’. E possivelmente nenhuma outra canção deles, exemplifique este talento mais definitivamente e irresistivelmente que a implacável peça central de ‘Blackout’, ‘Dynamite’, que passou naturalmente para o bis do final do show pelos anos seguintes - pois era uma música impossível de ser seguida, literalmente.

1. ‘Rock You Like a Hurricane’, álbum ‘Love at First Sting’, de 1984

Chamem-nos previsíveis se for necessário, mas como poderíamos barrar a canção essencial do lugar no topo de nossa lista? Previsível ou não, ‘Rock You Like a Hurricane’ capta todas as louváveis qualidades do SCORPIONS, que nós temos selecionado nas nove canções anteriores desta lista - em uma única música, um pacote de quatro minutos e meio. Não é a toa que ela enveredou como maior sucesso do grupo e a mais tocada por outras bandas.

Nota do Tradutor: Como o Scorpions é minha banda preferida, vou dar meus pitacos também. Considero a lista coerente, mas vão aqui minhas opiniões:

‘Speedy’s Coming’ ou ‘This is my Song’(uma obra prima) poderiam representar o segundo disco com igual eficácia. Acho ‘Virgin Killer’ um álbum subestimado, como todos os outros dos anos 70, algumas músicas desta época são simplesmente fantásticas: ‘Pictured Life’, ‘Catch Your Train’, ‘In Your Park’, ‘The Sails of Charon’ e ‘Your Ligth’. Ainda senti a falta de ‘Always Somewhere’, aquela que parece ‘Sinple Man’ do ‘Lynyrd Skynyrd’.

Dos anos 80 gosto muito de ‘Make It Real’, ‘Falling in Love’, ‘You Give All I Need’(poderia ter sido um hit, se mais trabalhada). E o que falar de ‘Bad Boys Running Wild’, ‘Big City in Nights’, ‘ I’m Leaving You’, ‘Coming Home’, ‘Rythm of Love’ ?

Cadê o disco ‘Crazy World’?

Bem listas são listas e eu ficaria a vida toda querendo escolher meu top 10, escolham os de vocês. SCORPIONS!

publicidade


Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 GooAdHor Goo336 Cli336 WhiFin