Matérias Mais Lidas

Vocalistas: 12 velhinhos que ainda mandam muito bem ao vivoVocalistas
12 "velhinhos" que ainda mandam muito bem ao vivo

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Iron Maiden: cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce DickinsonIron Maiden
Cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce Dickinson

Steve Hackett: ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metalSteve Hackett
Ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metal

Doug Aldrich: explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn HughesDoug Aldrich
Explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn Hughes

Metallica: Veja números impressionantes da carreira (vídeo)Metallica
Veja números impressionantes da carreira (vídeo)

James Hetfield: dez das músicas favoritas do vocalistaJames Hetfield
Dez das músicas favoritas do vocalista

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Bon Jovi: por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan AdamsBon Jovi
Por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan Adams

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

Elize Ryd: como Anette Olzon, ex-Nightwish, foi principal inspiração no AmarantheElize Ryd
Como Anette Olzon, ex-Nightwish, foi principal inspiração no Amaranthe

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Chris Jericho: ele não liga para Sebastian Bach e se diz fã dos primeiros do Skid RowChris Jericho
Ele não liga para Sebastian Bach e se diz fã dos primeiros do Skid Row

AC/DC: cantor que ensaiou com eles para lugar de Brian monta nova bandaAC/DC
Cantor que ensaiou com eles para lugar de Brian monta nova banda

Rock in Rio: Confiantes de que evento acontecerá em setembro; leia comunicadoRock in Rio
Confiantes de que evento acontecerá em setembro; leia comunicado


Matérias Recomendadas

As regras do New Metal/Nu-metal
As regras do New Metal/Nu-metal

Andreas Kisser: Eloy Casagrande talvez não seja humanoAndreas Kisser
"Eloy Casagrande talvez não seja humano"

Veja SP: show do Iron Maiden eleito como pior de 2009Veja SP
Show do Iron Maiden eleito como "pior de 2009"

Atores e música: As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce WillisAtores e música
As bandas de Russell Crowe, Keanu Reeves e Bruce Willis

Slayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morteSlayer
Cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte

Tunecore
Malvada

Alice In Chains: biografia peca ao ignorar fase pós-Layne Staley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada
Enviar Correções  

Por volta de 2010, quando por acaso, David De Sola voltou a ouvir ALICE IN CHAINS, ele decidiu então fazer algumas pesquisas sobre como a banda estava indo desde então e viu que, fora alguns sites e matérias de revistas, não havia ainda um livro contando a história da banda.

Munido do espírito de jornalista-fã, começou então a escrever "Alice In Chains: A História Não Revelada".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sua jornada de três anos não foi fácil: não houve cooperação de nenhum membro da banda, empresários e gravadora, ou seja, ele mesmo teve que ir atrás de matérias, arquivos, entrevistas e conversar com algumas pessoas que se mostraram dispostas a ajudá-lo a contar a história dessa banda que, ao meu ver, é uma das melhores surgidas na década de 90.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O autor começa pela figura central do livro, Layne Staley. Detalha sua infância, sua fase como baterista, a separação dos pais, etc. chegando a sua adolescência, onde o jovem Layne se torna vocalista de uma banda chamada SLEZE, tocando covers de MOTLEY CRUE e W.A.S.P. Layne é descrito como um cara tímido, muito inteligente, que gostava de marcenaria.

Falando das bandas acima, um fato que poucas pessoas sabem é sobre seu começo glam, com direito a calças de legging coloridas, laquê nos cabelos e rosas para as garotas da plateia - inimaginável.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

David vai juntando as peças dos quatro elementos núcleo da banda (Layne Staley, Jerry Cantrell, Mike Starr e Sean Kinney), contando em minúcias a história de cada um, até convergir a um ato totalmente ao acaso que mudaria tudo: quando um produtor de shows que estava em um estúdio onde os quatro amigos se encontravam, ao ouvir o som que eles faziam por hobby, perguntou se eles topavam fazer um show. Convite prontamente aceito mesmo sem serem uma banda de verdade - o resto é história: de altos e baixos, término e renascimento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os detalhes da típica ralação inicial estão ali: mudanças de formação, brigas, plateias apáticas, grana curta, do embrionário SLEZE, depois ALICE N´CHAINS (semelhança não intencional com o N´ do GUNS N´ROSES, prontamente eliminado depois que a banda de Los Angeles explodiu), passando ainda por MOTHRA, depois FUCK até, enfim, se tornar a banda mais sombria e pesada do grunge: ALICE IN CHAINS.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1989, a cena grunge de Seattle estava fervendo, prestes a explodir e as gravadoras, já percebendo isso, foram assinando contratos à revelia com o maior número possível de grupos. A banda já causava certo burburinho e era vista como certo de estourar - apesar de ter tido ignorada por AXL ROSE ao receber uma demo de Cantrell e Rick Rubim, que viu a banda ao vivo, mas foi embora no meio do set.

Enquanto a banda ia se desenvolvendo (muito graças ao talento e obstinação de Cantrell), uma nuvem negra já começava a seguir a banda e mais tarde iria atingir ela em cheio: o vício, sobretudo em heroína. "Quando tomei aquele pico (nota: de heroína) pela primeira vez na vida, me ajoelhei e agradeci a Deus por me sentir bem", disse Staley, certa vez.

Mas até lá, a banda cresceria de forma assombrosa graças ao vídeo de "Man In The Box" que tomou a MTv norte-americana de assalto e fez com que o disco "Facelift" (1990) estourasse, proporcionado boas vendagens e melhores turnês (exceto pelo giro com o EXTREME...), ao EP "SAP" (1992) mostrando o talento de Cantrell também como vocalista e ao estrondoso "Dirt" (1992), um disco extremamente pessoal, tenso, fruto de mais uma reabilitação de Layne (vejam as letras de Sickman e Junkhead) onde Layne gravou seus vocais isolado de todos, olhando para um altar com velas, a imagem da Última Ceia e um filhote de cachorro morto dentro de uma jarra...

De Sola traz ao leitor muitos fatos interessantes durante essa ascensão, como a saída de Mike Starr (ou, segundo o próprio, "pedido de sair"), o esquema junto com o NIRVANA para trazer heroína ao Brasil (surreal a história) e o pau que Layne deu em um skinhead durante um show da banda na Suécia, entre outros.

A medida que o leitor avança, fica evidente o foco do autor em Layne e na descrição do seu lento e triste fim: cada vez mais distante dos demais membros da banda, sua incapacidade em aceitar o término com sua namorada de adolescência Demri (que alguns dizem ser a responsável por apresentar a heroína a ele), vivendo cada vez mais recluso, mas ainda assim, tido por produtores e engenheiros de som, como um músico extremamente talentoso, capaz de gravar em um ou dois takes o que outros vocalistas gastariam horas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar dos contratempos, a banda ainda passaria pelos discos "Alice In Chains" (1995, o disco do cachorro de três patas), o sucesso do "MTv Unplugged" (1996) e, nesse mesmo ano, em 3 de julho durante uma turnê pelos EUA em conjunto com o KISS, seu último show juntos - coisas do destino, justo nessa turnê, um tal de William DuVall estava na plateia.

Por volta de 2001, Layne já estava em avançado processo degenerativo: uma espécie de cadáver ambulante, pesava em torno de 45 kg, pálido, sem dentes, com os braços cheios de abscessos, uma visão assustadora, mesmo para os mais próximos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aquela nuvem negra lá de trás se aproximava cada vez mais da banda, levando Andrew Wood, vocalista do MOTHER LOVE BONE e Baker Saunders do MAD SEASON por overdose de heroína e Demri por intoxicação aguda, quando, enfim, desabou sobre todos: no dia 19 de abril de 2002, Nancy, mãe de Layne, já sem notícias do filho há semanas, chamaria a polícia para adentrar seu apartamento e confirmar o pior, mas esperado por muitos: Layne estava morto. A causa foi devida a overdose de drogas, seu corpo encontrado sentado no sofá com seringas ao lado, em avançado estado de decomposição, com data da morte estimada como 5 de abril. Junto do corpo, estava sua gata Sadie, que foi adotada depois por Jerry Cantrell.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A partir desse ponto, De Solas segue cobrindo o ALICE IN CHAINS, mas visivelmente sem o mesmo tesão e interesse de antes, como se a banda tivesse acabo ali, o que nem de longe é verdade.

O autor ainda relata os problemas de Mike Starr também com narcóticos e sua morte, a reunião da banda após anos graças a uma ação solidária para as vítimas do tsunami de 2004, a entrada de DuVall na banda com informações bem básicas, cita os discos seguintes "Black Gives Way To Blue" (2010) e "The Devil Put Dinosaurs Here" (2013) de uma forma desleixada, bem diferente dos capítulos anteriores. A perda de disposição em continuar o livro é tão latente, que o autor apela até para fatos que em nada agregam a história. Exemplos? Qual a necessidade de citar a separação da então empresária da banda Susan, de Chris Cornell (vocalista do SOUNDGARDEN)? Ou, por que atacar veemente outras biografias relacionadas ao ALICE IN CHAINS?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro ponto ruim: as fotos escolhidas. Não por suas imagens, longe disso, mas elas deveriam ter sido publicadas coloridas e em um papel de melhor qualidade - as da época glam são impagáveis.

Já que Layne era o foco do livro, apesar do autor não ter explicitado isso, seria melhor ter limitado o livro até sua morte e encerrado a história ali - o que ainda assim, seria uma injustiça com os bons trabalhos que a banda continua lançando.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Título: Alice In Chains - A História Não Revelada
Autor: David De Sola
Editora: Edições Ideal
Páginas: 382
Preço médio: R$ 40,00

Nota: 8

FONTE: 80 Minutos
https://80minutos.com.br/bookreview/14