Spock's Beard: Dave Meros fala sobre o novo álbum "Noise Floor"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Luiz Paiz, Fonte: 80minutos.com.br
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Spock's Beard está promovendo o lançamento do seu último álbum de estúdio, chamado "Noise Floor", que já se colocou entre os possíveis melhores álbuns prog de 2018.

Kiss: Perguntas, respostas e curiosidades diversasExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para auxiliar na promoção, Dave Meros, baixista de longa data do grupo, nos atendeu para falar um pouco sobre este novo trabalho, a reunião do Spock's Beard com Neal Morse no Morsefest e muito mais.

Você pode adquirir a sua cópia de "Noise Floor" diretamente na página da gravadora Inside Out.

Confira um trecho da entrevista exclusiva para o site do 80 Minutos.

Quer mais? Visite o nosso site em 80minutos.com.br ou a nossa página do Facebook - facebook.com/80minutos

1. Olá Dave, obrigado por falar com o 80 Minutos

Olá a você e a todas as belas e maravilhosas pessoas do Brasil!

2. Então, o Spock's Beard está promovendo o lançamento de "Noise Floor". O que você pode nos contar sobre ele? Qual direção a banda decidiu seguir após "The Oblivion Particle"?

"Noise Floor" está sendo muito bem recebido e estamos muito felizes com isso. Nós não decidimos seguir para qualquer direção após "The Oblivion Particle", mas, cada álbum que fazemos é diferente do anterior e acho que isso também aconteceu aqui. As pessoas estão dizendo que está um pouco mais melódico, o que curiosamente eu discordo, mas acredito que isso significa que os arranjos das canções estão mais simples, então as melodias acabam se destacando um pouco mais.

3. Você pode nos contar um pouco sobre o processo de composição das músicas e também sobre a contribuição de John Boegehold para "Noise Floor"? Ele faz parte do time de compositores desde "Feel Euphoria", certo?

Sim, John está conosco como coescritor desde "Feel Euphoria". Aliás, ele tem sido de grande auxílio para a banda até antes disso, desde o começo de tudo. Ele tem tirado fotos promocionais da banda, desenvolvido capas de álbuns e websites, estando sempre ao nosso redor para auxiliar. Mas, quando Neal saiu e todos nós começamos a compôr, foi quando o seu verdadeiro talento começou a ser aproveitado, que é a composição. Ele é o autor ou coautor de várias canções deste álbum. A única diferença aqui é que há mais canções dele em conjunto com algum outro coautor da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4. Eu escrevi uma resenha para "Noise Floor" e o classifiquei como candidato a melhor álbum prog de 2018. Acredito que a banda tenha adquirido um nível em que consegue criar músicas complexas mas também acessíveis, sendo este trabalho um exemplo perfeito disso. Você concorda comigo?

Espero que você esteja certo! Nós nunca sabemos como as pessoas vão reagir a cada álbum que lançamos. Nós sempre tentamos entregar o nosso melhor. Em alguns casos as pessoas amam, mas em outros nem tanto. Temos ótimos álbuns de grandes nomes este ano, portanto duvido que seremos escolhidos como melhor álbum prog de 2018. Mas, é ótimo saber que temos o seu voto.

5. Nick D'Virgilio retornou ao grupo para as gravações de "Noise Floor". Como foi pra vocês tê-lo de volta?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tocar com Nick é sempre um prazer. Além de ser extremamente talentoso, ele é uma ótima pessoa e traz boas e criativas ideias para as linhas de bateria.

6. "Noise Floor" é o décimo terceiro álbum da banda e o terceiro com Ted Leonard. Ele parece ter se encaixado bem com o grupo, certo? Podemos dizer que a banda está em um ótimo momento?

Sim, Ted se encaixa perfeitamente e esse encaixe aconteceu desde o primeiro dia. Não houve um período de ajustes, ele simplesmente chegou e tudo deu certo. Nós somos muito sortudos por tê-lo na banda.

7. O vídeo de "To Breathe Another Day" é bem simples e divertido. De onde surgiu a ideia de espalhar os músicos pelos cantos de uma casa e dublar? É possível notar que Ted está em um quarto e você em uma garagem com um ventilador apontado para o rosto.

Nós não tínhamos orçamento para fazer um vídeo apropriado. Como a gravadora queria que algo fosse feito, eles sugeriram que fizéssemos um play-through (comum nos vídeos em que a banda aparece dublando a própria música) para promoção do álbum. Nós não conversamos em nenhum momento entre os membros sobre o que iríamos fazer, então, pessoalmente eu não pude levar isso a sério e fiz a minha performance a mais ridícula possível, com um ventilador na garagem, uma camiseta disco dos anos 70 e detonando como se eu fizesse parte do Spinal Tap (banda fictícia inglesa de heavy metal criada para o filme "This Is Spinal Tap") . Infelizmente, eles não incluíram os meus momentos mais ridículos. Depois acabei ficando preocupado pensando que eles ficariam chateados com o que gravei e me pediriam para gravar novamente, mas eles acharam engraçado. No final, Ted teve a mesma ideia e também levou na brincadeira. Ele também teve os seus "piores" momentos editados.

Curtiu? A entrevista não acaba aqui e você pode conferir o restante na página do 80 Minutos através do link:
https://80minutos.com.br/interview.php?interview=17

Visite o nosso site em 80minutos.com.br ou a nossa página do Facebook - facebook.com/80minutos

Lá você poderá:
Classificar os seus álbuns favoritos através de uma nota individual
Ler matérias
Ler entrevistas
Ler e fazer resenhas de álbuns.

Confira ;)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Spocks Beard"


Mike Portnoy: os dez melhores discos de rock progressivoMike Portnoy
Os dez melhores discos de rock progressivo


Kiss: Perguntas, respostas e curiosidades diversasKiss
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

Excessos: como os rockstars gastam os seus milhõesExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões


Sobre André Luiz Paiz

André Luiz Paiz é formado em computação, funcionário público do estado de São Paulo e fanático por música. Criou o site colaborativo 80 Minutos para que os usuários se cadastrem e avaliem seus álbuns favoritos.

Mais matérias de André Luiz Paiz no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280