Metatrone: White x Black Metal, é tão difícil respeitar diferenças?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carlos Garcia, Fonte: site Road to Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

Um tema que sempre está gerando discussões e conflitos, seja por parte do público que tem como filosofia o cristianismo, como do que segue a ideologia satanista, pois muitos fãs e bandas, não raro acabam não aceitando dividir o mesmo espaço, e também não toleram as opiniões e credos contrários aos seus. Mas isso não é cortesia somente dos grupos ditos "White" e "Black".

Fotos de Infância: Jon Bon JoviHumor: Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Muitos artistas e fãs que seguem essas ideologias, mas necessariamente não tocam Metal numa linha que pode ser enquadrada nos referidos estilos citados. É notório o caso de Dave Mustaine, que declarou anos atrás que se recusaria a subir ao palco com bandas de cunho satânico. Especulou-se que isso acabou tirando o Rotting Christ do cast de um festival.

Mas também temos os fãs e artistas os quais não se importam com picuinhas, respeitam as escolhas de cada um, e focam na arte e na música. Um bom exemplo é o guitarrista Stefano Calvagno, do METATRONE da itália, banda de Progressive Power Metal em que o seu tecladista, Davide Bruno, era sacerdote cristão até início deste ano. Em conversa com Stefano, o músico falou sobre essas questões, mostrando um exemplo de lucidez que deveria ser seguido.

Confira alguns trechos da conversa:

"Temos um grande amigo querido que toca numa banda não-religiosa ou Black metal, então, o que há? Nós não teríamos problemas em compartilhar o mesmo palco com todos eles, e eles fariam o mesmo. Um problema são os fãs, pelo menos as pessoas. O outro problema são os músicos."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Como artistas, se queremos ser chamados de artistas, todos nós temos a responsabilidade de evitar a criação de paredes nas comunicações, e a música é a maneira mais forte de comunicação, é claro. Se você lê entre as linhas da nossa música, nós nunca, e eu repito, nunca dissemos nada denegrindo o Extreme Metal e Black Metal também. Se não concordarmos com a mensagem, devemos respeitar a pessoa que está por trás disso, devemos fazê-lo. É tão difícil de conseguir isso?"

"Eu acho que você conhece Schizo, uma das mais importantes bandas italianas de metal extremo de todos os tempos. Eles são bons amigos de todos os membros do Metatrone, com certeza. Bem, pense nisso: Metatrone e Schizo vão tocar no mesmo festival de Metal, talvez próximos de outras bandas também de estilos diferentes. Os fãs estarão realmente prontos para isso? Se eu fosse o promotor do festival, começaria a suar e perguntar a mim mesmo: "Eu venderei bilhetes do festival suficientes para cobrir todas as despesas ou obter algum ganho com isso? Haveria problemas de ordem pública durante o show?". E assim por diante ... Então, os fãs do dia poderão respeitar o ponto de vista de todos os artistas, música e mensagem, e os músicos param de construir paredes de uma incompreensão defensiva. Bom, vemos bandas de Black e White Metal tocando em nome do Metal e liberdade."

A respeito dos rótulos, Stefano faz questão de enfatizar:

"Nós não somos pregadores, nunca fomos; Nós não agimos como pregadores, e a banda não nasceu assim, quero dizer, para evangelizar as pessoas e fazê-las encontrar a conversão. Além disso, escolhemos tocar Heavy Metal para contrariar a ideia histórica corrompida de que o Metal (bem como o Rock em geral) é naturalmente preenchido com negatividade, violência e todas essas besteiras."

"Ainda estamos agora dizendo ao mundo: não somos uma banda cristã ... somos cristãos headbangers que tocam numa banda de Metal, porque adoramos! É a declaração mais simples, mas mais correta que já dissemos até agora!"

Confira a entrevista completa no link abaixo:

http://www.roadtometal.com.br/2017/09/entrevista-metatrone-m...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Metatrone"


Fotos de Infância: Jon Bon JoviFotos de Infância
Jon Bon Jovi

Humor: Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígioHumor
Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio


Sobre Carlos Garcia

Antes de tudo sou um colecionador, que começou a cair de cabeça no Metal e Classic Rock quando o Kiss esteve no Brasil em 1983, a partir daí não parei mais. Criei fanzines, como o Zine Barulho, além de colaborar com outros zines e depois web zines e sites, como os saudosos Metal Attack e All the Bangers. Atualmente sou um dos editores e redator do Road to Metal. O melhor de tudo são as amizades que fazemos, além do contato e até amizade com alguns de nossos heróis.

Mais matérias de Carlos Garcia no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280