Alchimist: conheça os alquimistas do metal maranhense

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Nadler, Fonte: Alchimist (Assessoria)
ENVIAR CORREÇÕES  

O Alchimist é um grupo de Power Metal fundado em São Luís (MA), no ano de 2014, com o intuito de reforçar o arsenal metálico do Maranhão. Buscando experimentar uma sonoridade agressiva e técnica, com influencias que passam por diversas vertentes do Heavy Metal, os alquimistas da música pesada maranhense deram vida ao EP "The Wisher" que foi lançado no começo deste ano. O álbum contém 5 faixas e entre elas o single "Beyond Darkness" que foi lançado oficialmente no YouTube. The Wisher, segundo os integrantes é uma verdadeira e completa experiência da sonoridade adotada pela banda, misturando vários elementos que foram cruciais para o resultado final.

Mini Iron Maiden: tocando "Ghost Of The Navigator" na escolaDedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira agora uma entrevista com o vocalista Cássio Marcos e o guitarrista Daniel Azevedo. Dos primeiros passos da banda aos bastidores do setor criativo da Alchimist você confere abaixo.

1. A Alchimist foi fundada recentemente e entrou no circuito de show da capital maranhense em meados de 2015. Como foram os primeiros passos da banda?

Daniel Azevedo: Em 2014 fizemos alguns shows, mas ainda não estávamos formados como banda oficialmente. A gente se reunia pra tocar algumas músicas de bandas que gostávamos como Judas Priest, Iron Maiden e outras bandas de Heavy Metal. Após isso, percebemos que tínhamos uma boa química entre nós e que o público correspondia bem, pois vários amigos gostavam de nos ver tocando juntos. Começamos a funcionar pra valer em 2015, quando fixamos alguns de nossos objetivos e com a entrada de Dã e Ruan, começamos a escrever as músicas que viriam a fazer parte do EP "The Wisher".

2. O EP "The Wisher" é o primeiro registro oficial da Alchimist contendo quatro músicas autorais e uma introdução. Como a banda avalia o projeto do álbum de estreia?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Cássio Marcos:Tudo até agora está sendo bastante positivo. Desde o momento em que lançamos o nosso primeiro single, onde tínhamos não só a pretensão de iniciar os projetos da banda, mas também de observar como seria até a reação do público mediante ao nosso estilo musical. Os amigos que já apoiavam nosso trabalho e outras pessoas que começaram a conhecer a partir disso gostaram muito, tanto que o vídeo da música "Beyond Darkness" hoje conta com um número bem expressivo de visualizações no YouTube. Na medida em que lançávamos uma faixa nova, o público ia comprando a ideia de que cada vez mais estava nascendo algo legal aqui em São Luís e a expectativa das pessoas só aumentava. Então decidimos fazer um show de lançamento, o Alchimist Ritual, que, foi uma grande festa na qual contou com a força de nossos amigos e o público de Heavy Metal da capital maranhense. Inclusive fizemos um registro ao vivo da faixa "Narcissus", onde a galera pode ver como foi o clima do local e de como costuma ser os nossos shows, sempre enérgicos.

3. O metal é composto por várias vertentes, em qual delas a Alchimist está encaixada?

Daniel Azevedo: O estilo musical que nós estamos encaixados é o Power Metal, mas também somos influenciados por bandas de Metal Progressivo, porém, todos nós fomos criados ouvindo Heavy Metal em sua forma tradicional, portanto é um estilo musical que está enraizado no conjunto. Crescemos ouvindo artistas como Judas Priest, Iron Maiden, Black Sabbath, Dio. O estilo e a atitude dessas bandas influenciaram muito do que hoje a Alchimist faz. Tentamos misturar o máximo essas vertentes nas nossas composições.

4. O Maranhão destacou diversas bandas de metal nos últimos anos e a Alchimist faz parte dessa nova safra da música pesada maranhense. Qual a opinião dos integrantes da Alchimist sobre o cenário local?

Daniel Azevedo: O cenário maranhense sempre foi lotado de grandes bandas de todos os estilos, do Hard Rock ao Death Metal. O Maranhão sempre foi um celeiro de ótimas bandas, mas o problema é que certos avanços demoraram a chegar ao nosso estado, então, para que essas bandas pudessem gravar suas músicas com uma qualidade de alto nível houve uma demora. Hoje, com o avanço da tecnologia e da internet, muitas coisas ficaram mais acessíveis e por conta disso sabemos que o cenário local tem mudado bastante. Grupos antigos e os que estão surgindo neste momento agora tem a chance de realizar vários feitos. Muitos grupos antigos que marcaram uma geração e tinham o sonho de viver de sua própria música ou de fazer com que seu legado continuasse por aí tem essa possibilidade real e agora temos exemplos de bandas que já fizeram turnês na América do Sul, outras que já rodaram diversas partes do país, que tem contrato com gravadora, que conseguiram gravar materiais de qualidade como videoclipe, shows ao vivo e etc. Essas bandas provaram que é possível e que o sonho ainda está vivo, porém, necessita de trabalho e esforço de todos os integrantes.

5. Quais as principais influências da banda no momento de criar as composições?

Cássio Marcos: A Alchimist é uma mistura de vários estilos, desde os mais clássicos aos mais atuais. Nós sempre optamos por misturar os sons onde fomos criados (Judas Priest, Black Sabbath, Rush) com as influências mais recentes (Almah, Angra, Symphony X, Dream Theater), mas claro, produzindo sempre do nosso jeito.

6. As bandas estão cada vez mais dependentes das mídias sociais quando se trata de divulgação. A Alchimist faz parte do círculo de bandas que usam a ferramenta digital como um dos principais artifícios?

Daniel Azevedo: Não sabemos se poderíamos classificar como nossa principal ferramenta, mas com certeza ela é uma grande aliada. Nós somos uma banda iniciante do Brasil e queremos que as pessoas que moram longe possam sacar nossas músicas e nossos vídeos. E como aqui as coisas são feitas de maneira independente, fica ainda mais difícil de alguém que mora no Chile ouvir a Alchimist, por exemplo. Aí que entra a mídia digital na internet. É uma maneira de quebrar algumas barreiras. Entretanto, a mídia física jamais deve ser desconsiderada, até porque o nosso público inicial tá aqui pertinho da gente.

7. Quais os planos da banda para o ano de 2017?

Cássio Marcos: Este ano será marcado por muito trabalho. 2016 foi um ano de muito planejamento (e replanejamento, seguramente). Agora pensamos muito sobre o nosso futuro e acho que agora é a hora de arregaçar as mangas e partir pra cima. Nós estamos fechando algumas datas para levar para outras cidades toda a experiência do que foi o Alchimist Ritual, nosso show de lançamento. Queremos em breve lançar o nosso primeiro videoclipe e espalhar o nome da Alchimist por toda parte. Também temos um projeto de um novo CD que estamos amadurecendo. Vem muita coisa legal nos próximos meses, agora a gente só anda pra frente!

Veja abaixo um dos principais lançamentos audiovisuais da banda Alchimist e deixe sua opinião nos comentários desta matéria:




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Alchimist"


Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate


Sobre André Nadler

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline