Black Sabbath: "minha atitude mudou em relação a tudo", diz Iommi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
ENVIAR CORREÇÕES  

Jim Harrington do San Jose Mercury News, recentemente conduziu uma entrevista com o lendário guitarrista do BLACK SABBATH Tony Iommi. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Tony Iommi: Uma rara foto antes do acidente que levou a ponta de seus dedosRock Nation: rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o álbum de retorno da banda, "13", chegar ao topo das paradas de álbuns nos EUA, no início deste ano:

Iommi: "Estamos muito satisfeitos. Foi simplesmente um choque em ter nosso primeiro álbum a ficar na primeira posição (nos EUA) depois de quase 45 anos".

Sobre o porquê da tentativa de um novo álbum do Black Sabbath em 2001 não ter dado certo:

Iommi: "Simplesmente não deu certo. Ninguém estava de acordo. Então, nós abandonamos a idéia. Mas eu sempre pensei - ou, pelo menos, realmente esperava - que nós fizessemos outro álbum...."

Sobre a versão do Black Sabbath com Ronnie James Dio gravando e fazendo turnês com o nome HEAVEN & HELL:

Iommi: "Eu não queria viver só de Black Sabbath com esta formação, porque ficaria por aquilo mesmo. Claro, seguimos como Heaven & Hell, porque não tocávamos só as coisas do Ozzy (Osbourne). Tudo o que estávamos fazendo era com Ronnie".

"Ronnie foi um excelente vocalista. Um dos melhores. Foi um final triste. Mas Ronnie deu tudo de si, até o fim".

Sobre a ausência do baterista Bill Ward nas sessões de gravação do álbum "13":

Iommi: "Teria sido bom ter Bill envolvido no álbum, mas esperamos tempo suficiente por Bill, e o que podíamos ter feito? Nós não poderíamos ter feito nada. Foi a sua decisão. Foi triste...."

Sobre como "13" se compara aos álbuns clássicos do Black Sabbath:

Iommi: "Nós não fizemos esse álbum apenas por fazer, porque nós não precisamos fazer apenas um álbum. Queríamos fazer um álbum para nós e eu acho que fomos capazes. Nós amamos todas as coisas que fizemos (no álbum). Essa foi a única maneira de fazê-lo. Todo mundo tinha que estar 100 por cento e realmente estar com vontade de fazer este álbum. Todo mundo tinha que estar de acordo".

Sobre a turnê, apesar de ter sido diagnosticado com linfoma em janeiro de 2012:

Iommi: "Para ser honesto, eu estava me perguntando se eu poderia fazer (a turnê), pois eu teria que levar a vida de um jeito muito diferente agora. Isso, para mim, tem sido um grande desafio. Até agora, está tudo bem. Os médicos ainda estão fazendo o seu trabalho. Eles irão continuar, realmente, pela vida. Isso não vai acabar. Eu apenas tenho que prosseguir o tratamento. Então eu volto para a Inglaterra a cada sete a oito semanas para novas sessões. Daí leva 10 dias, duas semanas, para começar a me sentir normal novamente. E finalmente voltamos para a estrada".

"Toda a minha vida mudou. Minha atitude mudou em relação a tudo. A vida se torna muito mais preciosa. Eu aprecio quando temos a oportunidade de nos reunirmos e estar no palco e tocar e fazer o que eu gosto de fazer.

"Eu acho que a minha doença, de uma forma, ajudou a todos, pois trouxe de verdade que você realmente não sabe quanto tempo isso vai durar. Teria sido fácil ter admitido antes. Acho que agora todo mundo aprecia o que fizemos e o que temos que fazer".

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:
http://www.mercurynews.com/music/ci_23894035/black-sabbath-g...

Fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/tony-iommi-on-his-cancer-ba...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tony Iommi: Uma rara foto antes do acidente que levou a ponta de seus dedosTony Iommi
Uma rara foto antes do acidente que levou a ponta de seus dedos

Nightwish: Tony Iommi tomou cerveja com eles nos bastidores de um showNightwish
Tony Iommi tomou cerveja com eles nos bastidores de um show

Black Sabbath: guia com (quase) todas as formações da bandaBlack Sabbath
Guia com (quase) todas as formações da banda

Lista: músicas contestáveis gravadas por grandes bandasLista
Músicas contestáveis gravadas por grandes bandas

Ronnie James Dio: Wendy Dio revela qual a música do cantor que ela mais gostaRonnie James Dio
Wendy Dio revela qual a música do cantor que ela mais gosta

Eddie Van Halen: Tony Iommi comenta reação ao conhecer o guitarristaEddie Van Halen
Tony Iommi comenta reação ao conhecer o guitarrista

Heaven & Hell: banda teria Bill Ward e não Vinny Appice; saiba por que não deu certoHeaven & Hell
Banda teria Bill Ward e não Vinny Appice; saiba por que não deu certo

Black Sabbath: Ozzy ia a ensaios da Reunion Tour e não cantava, diz Vinny AppiceBlack Sabbath
Ozzy ia a ensaios da Reunion Tour e não cantava, diz Vinny Appice

Black Sabbath: o que Iommi sente ao ouvir as músicas com Dio tantos anos depoisBlack Sabbath
O que Iommi sente ao ouvir as músicas com Dio tantos anos depois

Black Sabbath: Iommi remixou e relançará Forbidden, mas não conseguiu Born AgainBlack Sabbath
Iommi remixou e relançará Forbidden, mas não conseguiu Born Again


Black Sabbath: Bill Ward nega contatos de Ozzy e ataca furiosamente a bandaBlack Sabbath
Bill Ward nega contatos de Ozzy e ataca furiosamente a banda

Black Sabbath: a mulher de preto do primeiro álbum virou punk?Black Sabbath
A mulher de preto do primeiro álbum virou punk?


Rock Nation: rádio elege melhor do Hard Rock dos 80sRock Nation
Rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Nikki Sixx: transei com a mulher do Bruce DickinsonNikki Sixx
"transei com a mulher do Bruce Dickinson"


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL