Against Tolerance: Rafampaz Blog entrevista a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Marinho da Paz, Fonte: Rafampaz Blog
Enviar correções  |  Ver Acessos

Quando procuro bandas do rock nacional, fico feliz, por muitas vezes achar algo que meus ouvidos agradecem, um tanto quanto interessante e diferente. Fico surpreso com que ouço, pois alguns desses, mostram um trabalho bem diferente, em nível internacional. A banda Against Tolerance, tem um pouco do que citei, além das temáticas que são elaboradas em suas canções serem bem diversificadas, mostram profissionalismo, atitude, fazendo tudo com dedicação e empenho.

Emo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nadaSeparados no nascimento: Paul Stanley e Ioná Magalhães

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O pessoal do Against Tolerance estão juntos desde o ano de 2007, não há dúvidas que logo estarão tocando em solo europeu. Para conhecer um pouco, tive uma conversa com Vitor Curi, guitarrista da banda, onde abordamos diversos assuntos, desde a importância da internet para uma banda até a preparação do próximo álbum.

Rafael - Muito obrigado pela atenção, antes, gostaria de saber quem são os integrantes da banda?

Vitor Curi - O Against Tolerance é formado por Decio Thomas (vocal e guitarra), Vitor Curi (guitarra) Hugo Bispo (baixo e backing vocals) e Biel Astolfi (bateria e backing vocals).

Rafael - Como surgiu o nome da banda além de sua formação?

Vitor Curi - O nome Against Tolerance, surgiu da identificação que tivemos com a linha de raciocínio de um filósofo esloveno chamado Slavoj Zizek. Segundo ele, quando você categoriza alguma relação humana com base em "tolerância", você não está de fato aceitando aquela religião ou pessoa.
Pense no seguinte: As mulheres, quando lutavam pelos seus direitos no trabalho, queria ser toleradas? Não, ninguém quer ser tolerado.

Rafael - E a influência musical ?

Vitor Curi - É bem divergente:Hardcore, metalcore, progressivo, música classica, jazz, MPB. Cada integrante tem uma preferência.

Rafael - Os membros da banda ainda não vivem 100% de música certo? O que fazem quando não estão tocando?

Vitor Curi - Correto. O Decio estuda filosofia, o Gabriel estuda, assim como o Hugo e eu, trabalho com Marketing Digital.

Rafael - Vocês disponibilizaram o download das músicas lançadas até agora na internet, o que acha de redes sociais como facebook e twitter e a importância desses meios para a banda?

Vitor Curi - É extremamente importante o uso dessas redes, pois é através da internet que conseguimos atingir cada vez mais pessoas. Disponibilizamos três músicas do álbum para download, quem curtir, pode adquirir o CD direto de sua casa pelo site da Lasercompany.

Rafael - Como você analisa a atualidade do metal brasileiro?

Vitor Curi - A cena está em visível crescimento. Mérito das bandas que por ela luta, e pelas pessoas que acreditam no potencial disso tudo e continuam comparecendo aos shows. Claro que ainda há muito espaço para crescer, mas dentro do que temos acesso, em São Paulo, podemos afirmar que a situação é muito melhor do que algum tempo atrás.

Rafael - Existe alguma outra banda nova que você pode destacar?

Vitor Curi - Diversas. Project46, John Wayne, Shark At Abyss, AMETA. Se você quiser conhecer bandas boas, é só comparecer aos shows que você irá se surpreender.

Rafael - Eu queria falar um pouco agora do videoclipe da banda "Welcome To The Desert Of The Real", muito bem produzido, dou meus parabéns, mas queria saber como foi a preparação e quais dificuldades tiveram para gravar?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vitor Curi - Contamos com o trabalho e profissionalíssimo da Black Lab. Foi extremamente cansativo, mas ficamos felizes com o resultado.(Sic) Focamos grande parte da preparação na construção do roteiro, que tem diversas mensagens... traduzidas pelos personagens no vídeo.

Rafael - Das 3 músicas que lançaram, qual delas tem maior identificação com a banda?

Vitor Curi - Divergimos bastante nessa opinião. Eu, Vitor, gosto de "Cold Hearts".

Rafael - E a repercussão do videoclipe, como foi recebido por parte de críticos e fãs?

Vitor Curi - Recebemos ótimas críticas. Claro que sempre surgem pontos interessantes de melhora, e sempre buscamos avaliar as opiniões com imparcialidade, e agregar o que realmente faz sentido.

Rafael - E o que a banda esta preparando no momento? algum videoclipe, CD ou música ?

Vitor Curi - Temos vários projetos para esse ano, entre eles, uma música nova, dois novos clipes e a produção do nosso segundo álbum.

Rafael - Bom, abro o espaço também para que possam divulgar a agenda de Shows da banda, fale um poucos dos próximos shows?

Vitor Curi - Dia 19/05 Cerveja azul na Mooca, 27/05 Hangar 110 e no dia 16 de junho estaremos em Santo André. Saiba mais em nosso twitter @againstofficial.

Rafael - Falando em shows, já aconteceu algo inusitado com vocês em alguma apresentação?

Vitor Curi - (sic) Ah sim, sempre surge algo inesperado (risos). Mas preferimos não revelar.

Rafael - E o que projetam para o decorrer do ano de 2012?

Vitor Curi - Fazer muitos shows, e conhecer cada vez mais pessoas e bandas.

Rafael - Deixe um recado para os fãs:

Vitor Curi - Gostaríamos de agradecer a todos que acompanham nosso trabalho! abraços.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Against Tolerance"


Emo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nadaEmo
Gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães


Sobre Rafael Marinho da Paz

Nascido em 1993, sou back vocal e guitarrista da Bob do Rock. Posso dizer que sou contestador e sempre tenho metas em minha vida. Estudando para que no futuro me torne um jornalista especializado em música. Embora tenho preferência pelo Heavy Metal, desde muito cedo especificamente com 10 anos de idade, passei parte da adolescência aficionado pela banda Red Hot Chilli Peppers. Além disso, sempre acompanho outros grandes nomes do rock como, Dead Kenedys, Bullet For My Valentine, Suicide Silence, entre outras. Tenho um blog em que busco um só objetivo: Mostrar que existe rock de qualidade em nosso país. Pois é dessa forma que sigo na missão de mostrar bandas existente no meio underground.

Mais matérias de Rafael Marinho da Paz no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280