Serguei: não conheceu Axl Rose porque estava cansado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Moreira, Fonte: Blog do Brunocos
Enviar correções  |  Comentários  | 


Em entrevista ao (Blog do Brunocos), Serguei fala sobre os astros que conheceu, sua relação com Janis Joplin, sexo, Pandemonium, e muito mais. Confira!

699 acessosGuns N' Roses: Axl lamenta morte de colaborador de Chinese Democracy5000 acessosFascínio pelo terror: Cinco bandas que dão medo

A lenda viva do rock n' roll. Sérgio Augusto Bustamante, ou simplesmente: Serguei, o divino do rock!

Quando rolou seu primeiro contato com o rock?
Quando fui ao cinema e vi o Elvis, na década de 50. Fiquei louco: "É isso que quero para minha vida!"

Você conheceu vários astros da música. Quais foram marcantes pra você?
Rita Lee, Hendrix, Mick Jagger, Jim Morrison, entre outros.

E a Janis Joplin, como a conheceu?
Em NY, numa festa. Ela estava ao lado do Laudir Oliveira que nos apresentou.

Como era a relação de vocês?
Maravilhosa. Vivemos vários momentos maravilhosos, e uns poucos nem tanto. A única coisa que não gostava eram as drogas. Fora isso, adorei cada momento que vivemos juntos.

É verdade que o Axl Rose quis te conhecer?
Sim, é verdade. Ele me viu cantando no Rock in Rio III e disse que queria conhecer aquele “louco”. Os produtores me avisaram, porém, eu estava há 2 dias sem dormir com aquela correria toda. Infelizmente não aguentei esperar.

Muitos falam sobre seu "pansexualismo". Você realmente é pansexual?
Não, rs... Isso foi uma brincadeira do Jô, rsrs... Mas gosto de sexo livre (com proteção, é claro...)

E esse seu lance com a natureza? Rola um "Love", não?
Claro que sim. Eu amo a natureza. Adoro os animais. Eu defendo os animais. Tenho vários cachorros e odeio quem maltrata os pobres bichinhos.

O que você acha da música que vem surgindo no Brasil?
Depende. Ainda existem boas bandas surgindo. Porém, a necessidade crescente de se criar “sucessos” fez com que as gravadoras e alguns produtores buscassem forjar figuras “bonitinhas” (montadas) sem nenhum conteúdo. Assim, com dinheiro para pagar “jabá”, tocar direto nas rádios e criar o “sucesso”. Mas alguns grupos ainda resistem e não abrem mão de fazer boa música com letras críticas e elaboradas, como os meninos da banda Pandemonium, por exemplo, entre outras.

Como está sua carreira de cantor? Continua na ativa com a banda Pandemonium?
Ótima. Acabei de fazer shows em Minas Gerais e no Ceará (Encontro do Cobras MC). Estamos com uma agenda legal, fazendo vários shows pelo Brasil (Belo Horizonte, Betim, Contagem, Natal, Goiânia, Brasília, São Paulo, Vitória, Fortaleza, Maracanaú, etc...). Adoro os palcos e amo cantar. Além disso estou gravando uma participação numa série de TV para a HBO e um documentário com a Banda Pandemonium para um programa de NY, a Brazilian Guitar Fuzz Bananas, que lançou um vinil em NY com uma música minha “Ouriço”. Estamos, eu e a banda Pandemonium, numa parceria de quase 4 anos. Eu adoro os meninos (Alex Anjo (batera) - André Ribeiro (vocal) - Diego Brisse (guitarra) - e Marcio “Suíço” (baixo). Eles são amigos, competentes, profissionais . Lancei um disco em 2009 ("Bom Selvagem") no programa do JÔ com eles e em maio deste ano sai um CD deles (“Mondo Cane”) com minha participação em 2 músicas. Tocamos na última edição do Rock in Rio no estande da Trident, no dia do Guns N’ Roses. Foi maravilhoso.

Finalizando: "Para o Serguei, a vida é... (?)"
Muito amor, sexo, rock, os meus animais... A vida é como a Lua : Nova (quando nascemos e nossa infância), Crescente (quando estamos na adolescência), Cheia (quando nos tornamos adultos. É o período do amor, da plenitude, da esperança, etc) e Minguante (Não cheguei ainda, estou em plena atividade, rsrsrs).

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Duff McKaganDuff McKagan
Izzy Stradlin não é um herói desconhecido do GNR

699 acessosGuns N' Roses: Axl lamenta morte de colaborador de Chinese Democracy82 acessosEm 10/11/1972: Nasce Dj Ashba (Guns N' Roses, Sixx AM)258 acessosEm 23/03/2004: Guns N' Roses lança a coletânea Greatest Hits0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guitar WorldGuitar World
Os melhores solos de guitarra de todos os tempos

SlashSlash
"Eu odeio o emo e seus guitarristas"

MetallicaMetallica
O Guns N' Roses se tornou uma coisa nostálgica

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Serguei"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"


Fascínio pelo terrorFascínio pelo terror
Cinco bandas que dão medo

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl mandou expulsar Steven Adler de show?

NirvanaNirvana
Kurt Cobain leva surra em cima do palco em 1991

5000 acessosSeparados no nascimento: Synyster Gates e Luan Santana5000 acessosTragédia e dor: O Blues, o Rock e o Diabo5000 acessosProstitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 14068 acessosBlack Sabbath: sinos no final de "Dear Father" ficaram bregas?5000 acessosGene Simmons: "Os fãs estão matando aquilo que mais amam"5000 acessosDave Mustaine: sem Steven e Izzy não é uma reunião do GNR

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 26 de março de 2012


Sobre Bruno Moreira

Nascido em 1989; Formado em Marketing; São Paulino fanático; Fascinado por cinema; Compulsivo por música; Apaixonado por Rock N´ Roll. Blog / Twitter / Facebook / E-mail.

Mais matérias de Bruno Moreira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online