Revogar: entrevista com a banda pelo Metal Army Agency

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Trelles, Fonte: Metal Army Agency, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Entrevista por Salua - Metal Army Agency / Banda: Revogar

1) A REVOGAR foi criada no primeiro semestre de 2010. Com isso, é correto afirmar que todo o material já criado é de sua autoria Wagner? Ou houve contribuição dos outros membros?

5000 acessosCorey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

A REVOGAR se concretizou em 11 de setembro de 2010 após eu terminar a gravação da música “Berço da Revolução” como experiência para saber como ela soaria em português, logo após eu tive algumas semanas para gravar as outras 7 músicas que completam o cd “Vale dos Suicidas”, na época não haviam outros integrantes eu compus e gravei as 8 músicas sozinho no Studio Midlle Finger.

2) Como foi para você a seleção dos integrantes da REVOGAR? Fale-nos um pouco sobre os atuais integrantes.

Logo após terminar a gravação eu convidei o Diego Araujo (guitarra e vocal) da banda PUTREFATOS para escutar o material da REVOGAR, pois o mesmo possuía os dois instrumentos que seriam necessários para a banda fazer shows que são um vocal gutural e uma guitarra bem definida e ele topou na hora por ser um material pesado e com uma proposta diferenciada das outras bandas do nosso cenário, Logo em seguida mostrei o material para o Marcus Freitas, baterista da banda NUNCA MAIS que já era um antigo integrante de um projeto passado que se chamava “SOCIEDAD SATANAS” e por fim o Daniel Brião (baixista) que estava a algum tempo sem banda, e após ouvir o material se prontificou a assumir o posto de baixista.

3) O nome REVOGAR foi escolhido por qual motivo?

Existe uma letra que eu compus que em seu refrão é dito a seguinte frase “Revogar o Cristianismo” e eu achei que a palavra revogar soaria bem como nome de banda, pois a letra também soa de certa forma bem áspera contra as doutrinas hipócritas das religiões, letra que fará parte do segundo cd da REVOGAR.

4) A opção em cantar todas as letras em português é um diferencial. A REVOGAR pretende continuar com letras somente em português ou já a intenção de integrar outro idioma?

As 8 músicas que farão parte do segundo cd já estão compostas em português mas ainda estamos discutindo a possibilidade de passar as letras para inglês.

5) O primeiro cd, intitulado “Vale dos Suicidas”, traz 8 faixas. Em suma, o tema abordado é como a religião pode influenciar negativamente a vida das pessoas. Como foi a escolha desse tema?

Apenas direcionei os temas abordados neste cd a realidade das doutrinas religiosas, ou seja, quando o homem criou um deus onipotente criador de todas as coisas e começou a atribuir seus próprios erros e acertos a uma entidade benéfica ou maléfica, esqueceu que talvez isso poderia acontecer por seu próprio mérito ou esforço para atingir metas e objetivos, pois era exatamente isso que os altos senhores das hierarquias doutrinarias queriam, um povo trabalhador mas porém bitolado a ideia de que se algo sai-se de errado eles seriam castigados por um deus vingador que revogaria seu lugar de descanso no céu após a morte. Pura balela!

6) O público ainda está conhecendo a REVOGAR. Quando se apresentam, qual é o quesito que mais notam do público para a banda? Quais são as próximas apresentações da banda e onde serão?

Fizemos o lançamento do cd no Storm Festival, no bar Embaixada do Rock em São Leopoldo no dia 19/02/2011 e ficamos surpresos, pois o público no inicio do show agiu de forma respeitosa quanto a proposta da banda e o fato de estar lançando um cd tornou o ambiente muito mais profissional, das 8 músicas do cd duas falam sobre o Rio Grande do Sul e o ponto alto do show foram justamente no momento em que tocamos elas. Já no dia 27/02/2011 tocamos no Dhomba em Porto Alegre ao lado da BESATT, banda da Polônia que estava em excursão no Brasil, agenciados pela Metal Army, que também é nossa assessora, mas ali o público estava e um pouco nervoso pois o evento teve um certo atraso por parte de alguns imprevistos que ocorreram na passagem de som. Estamos esperando a confirmação de algumas datas no Uruguai, Paraguai e Argentina que não estão batendo com os nossos dias de serviço em nossos empregos, mas assim que tivermos algo em vista divulgaremos em nosso site.

7) Quais são os contatos da banda para que o público interessado possa conhecê-los e acompanhar as news da banda?

Temos o endereço www.myspace.com/revogar onde existem 4 músicas para audição e os vídeos dos shows e fotos da banda como divulgação direta com um mapa de visitação do site que mostra de onde já recebemos visitas para audição do nosso material.

8) Quais foram às expectativas já alcançadas pela REVOGAR e o que esperam no decorrer de 2011?

As nossas expectativas giram em torno das respostas que ouvimos das pessoas que escutam o nosso material, sendo assim pelo que podemos notar o cd esta causando uma certa inquietação por parte dos ouvintes relacionado a parte lírica da REVOGAR. Enquanto músicos no pais tem a intenção de gravar o seu material e divulgar a parte lírica em inglês, visando atingir o público europeu e norte-americano, com a Revogar não é diferente, porém estamos tentando fazer isto com a parte lírica em português. Temos visitas em nosso site de pessoas de Portugal, Alemanha, Marrocos, Inglaterra e Espanha semanalmente, ou seja, não é a parte lírica que divide as bandas dos headbangers de fora do país, e sim a falta de empenho das bandas em divulgar o som para o exterior.

9) Vocês já têm plano para gravações futuras? Caso sim, a criação das letras e músicas serão feitos de que forma?

Em 2011 estamos concentrados apenas na divulgação deste cd que estamos lançando e ensaiando as músicas que farão parte do segundo cd, que provavelmente iniciaremos a gravação por meados de outubro de 2011. Já contamos com 8 músicas prontas, mas como tem muito chão pela frente tenho certeza de que com o line-up atual muitas outras músicas surgirão e certamente teremos músicas que não serão compostas apenas por mim, pois o pessoal que faz parte da banda agora tem um censo de criatividade bem apurado e desta forma ficará muito mais fácil compor um cd mais cadenciado.

10) Quais foram/são as influências pertencentes às criações feitas pela REVOGAR para conseguir chegar a essa inovação que criaram? Como funcionou esse processo?

Eu escuto desde o metal oitentista até o Brutal Death dos dias de hoje então fica um pouco difícil falar sobre o que influenciou este primeiro cd, mas garanto que o próximo cd será muito mais consistente pois são 4 cabeças pensando ao invés de uma, com influências muito distintas uma das outras.

11) Os integrantes da REVOGAR são também integrantes de outras bandas. Como é trabalhada essa divisão para que a REVOGAR tenha a merecida atenção?

O Diego Araujo é o fundador da PUTREFATOS, sendo assim ele optou por deixar a banda dele adormecida por um tempo até mesmo por que os integrantes da banda dele estão enforcados em seus respectivos empregos. O Daniel Brião está apenas com a REVOGAR, e Marcus Freitas tem a NUNCA MAIS e quando ele tem ensaio com ela não mencionamos preferência deixamos ele decidir por si próprio com qual banda ele ensaia. Sempre marcamos dias diferentes para não dar nada errado. Eu, Wagner Santos, tenho a SKY IN FLAMES, que no momento está parada em virtude de estar gravando o cd “Death Comes From The Sky”.

12) Obrigada pela entrevista Wagner, que a REVOGAR consiga cada vez mais ampliar seu espaço na cena do metal. Caso queira comentar algo ou informar sobre alguma novidade que está sendo criada, fique a vontade.

Agradeço pela atenção a que nos foi concedida nesta entrevista e gostaria de agradecer as pessoas que estão nos apoiando com este projeto, pois todos os headbangers do nosso cenário sabem o quanto é difícil alcançar um espaço na música neste país, principalmente quando a parte lírica é em português. Abraço!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Revogar"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Revogar"

Corey TaylorCorey Taylor
Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root

CoversCovers
Quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo

VocalistasVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

5000 acessosEm cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedoras5000 acessosVinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?5000 acessosLuís Mariutti para Nando Moura: "Estádio não se lota com views ou likes"5000 acessosDeicide: vocalista chama Mustaine de "prolapso retal"5000 acessosHeavy Metal: como é o som das grandes bandas sem distorção?2252 acessosUltimate Classic Rock: os 40 maiores discos dos anos setenta

Sobre Carlos Trelles

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online