Opeth: "musicalmente, não me comprometo com ninguém"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Rob Laing, da revista Guitarist, do Reino Unido, recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista/vocalista Mikael Åkerfeldt, da banda de metal extremo progressivo OPETH. Alguns trechos da conversa podem ser vistos abaixo.

5000 acessosMudanças: bandas que não soam mais como em seus primeiros discos5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Guitarist: Uma pergunta difícil, mas, passados 20 anos, quais são suas maiores realizações?

Åkerfeldt: Realmente é uma pergunta difícil. Eu não me sinto especificamente orgulhoso no sentido de, “Ei, olhe para mim. Eu fiz isso e aquilo”. Fico feliz com cada álbum novo que lançamos.

Guitarist: E tudo sem comprometimentos...

Åkerfeldt: Sim, definitivamente. Musicalmente, não me comprometo com ninguém. Se você me pedir pra fazer de um jeito, pode ir plantar batata, se é que você me entende. Uma vez que as músicas e letras estão prontas, eu sou igual a uma prostituta. Se for o que a gravadora quer que eu faça – farei as entrevistas, farei o que for necessário para a promoção do álbum, do nosso trabalho. Mas com relação à música, isso é da minha conta. Viro o diabo quando as pessoas chegam querendo interferir nas músicas. Não a banda – isso não é nenhum problema – mas se um executivo da gravadora chegasse e me dissesse: “Esse riff não está bom”, eu provavelmente daria uma cabeçada nele. “Cala a boca e venda o álbum!”

Guitarist: Você mencionou recentemente que há a possibilidade de você gravar um álbum solo acústico – ainda pensa nisso?

Åkerfeldt: Sim, claro. Na verdade estou trabalhando em uma música para esse álbum agora. Estou trabalhando numa música para o OPETH e uma música para o solo. Mas fiz uma linha vocal que ficou horrível! Tenho que fazer algo melhor. Essa coisa com o “álbum solo” pode nem acontecer, mas é algo que quero fazer para mim – produzir um álbum do zero em meu home studio sem ajuda de ninguém.

Guitarist: O OPETH está crescendo com o passar do tempo. As pressões da parte dos negócios aumentaram sobre você pessoalmente?

Åkerfeldt: Sim, há muita pressão. Quando o álbum fica pronto, acaba o sossego. Eu imediatamente passo por quatro semanas de viagens para coletivas de imprensa e mais outras duas semanas de ligações telefônicas também para imprensa. Então começa a turnê, e há entrevistas todos os dias da turnê. E um monte de gente quer falar comigo porque eu componho a maioria das músicas e escrevo as letras; sou o vocalista. Então eu entendo, mas é entediante demais. Então, pessoalmente, há uma pressão gigantesca sobre mim o tempo todo. Mas estou tentando envolver mais os caras – especialmente nas entrevistas, me ajudando e acho que importante para eles porque eu tenho a tendência de ser centralizador sobre a música e é importante para eles ter uma opinião. Quero que eles participem mais das entrevistas. Eles não querem necessariamente, mas eu quero participar menos! Quando o OPETH aparece numa revista, não quero que seja apenas eu na capa, quero que seja a banda.

Leia a entrevista na íntegra na Guitarist Magazine.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

153 acessosEm 28/05/2008: Opeth lança o álbum Watershed0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Opeth"

Heavy MetalHeavy Metal
Nove ótimas músicas suaves do gênero

Metal SucksMetal Sucks
Os 522 melhores álbuns de metal do século 21

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Opeth"

MegadethMegadeth
As 10 maiores tretas da história de Dave Mustaine

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

SlayerSlayer
Kerry King comenta Grammy, Venom, Dimebag, e mais...

5000 acessosDavid Bowie: conheça 60 fatos da vida do camaleão5000 acessosMetalhead: as mulheres mais sexys do Heavy Metal5000 acessosBizarro & Absurdo: 12 Tristes Realidades da Música5000 acessosCopa do Mundo: Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil5000 acessosSlash: irmão diz que Axl é um bastardo gordo e reunião é besteira3593 acessosGuitarras: os 25 melhores riffs para iniciantes

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online