Ozzy sobre Sabbath: "nossa magia negra eram chocolates"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Julian Marszalek, do Spinner, realizou em 2010 uma entrevista com o vocalista OZZY OSBOURNE; confira abaixo alguns trechos da conversa.

2514 acessosAses das seis cordas: Guitarristas e suas assinaturas5000 acessosTrues em desespero: Lemmy Kilmister gosta de Evanescence

Spinner: Faz 40 anos desde que seu primeiro álbum foi lançado. Me ocorreu que você é parte de uma geração que não fez escola de artes, você fez?

Ozzy: "Oh, não - escola da arte? Eu não ia à escola, sempre matava aula".

Spinner: O quão importante você acha que isso foi para o que você fez? Tem pessoas como Pete Townshend, Keith Richards - todos esses caras estiveram em escolas de arte.

Ozzy: "Quando começamos o BLACK SABBATH era tudo, 'Se você for à São Francisco certifique-se de usar uma flor...' e nós pensávamos que diabos isso tudo significava? Nós queríamos algumas bebidas, mulheres e dar risada, entende? Então Tony [Iommi] disse um dia, acho que foi o Tony, ele disse, 'Se essas pessoas pagam dinheiro para assistir filmes de terror, então vamos escrever música de terror', e foi assim. Nós nunca praticamos magia negra; a única black magic que tínhamos eram chocolates" [nota: Ozzy se refere provavelmente ao clássico chocolate Black Magic, da Nestlé inglesa].

Spinner: É bom tê-lo de volta musicalmente. Você tem uma nova formação para o álbum - você e Zakk foram em caminhos diferentes após três anos.

Ozzy: "Ele tem sua própria banda, BLACK LABEL, e ele está se saindo muito bem sozinho, um grande guitarrista, mas eu sabia que teria que seguir em frente eventualmente, mas ficava inventando desculpas porque quando você faz audições você não diz, 'oh, é você, vamos lá', você tem que ouvir 500 guitarristas, a maioria deles loucos, então você tem uma lista menor e menor, e então não tem muitas pessoas mais".

Spinner: Outra coisa é que você vai participar deste ano do iTunes festival em Roundhouse em Londres.

Ozzy: "Oh sim".

Spinner: Como você se sente sobre isso? Você não é conhecido por tocar em shows intimistas, é?

Ozzy: "Eu sempre... por exemplo na turnê de reunião do Black Sabbath nós tocamos em Oxford ou algo do tipo, um local pequeno, e foi ótimo. Eu amo a proximidade, é disso que o metal se trata pra mim. Os garotos, e você pode tocá-los e levar um deles pro palco. Eu amo isso. Quero dizer, quanto maior o show, é bom para seu ego, mas... eu posso fazer um show, pequeno, grande, tanto faz, mas eu gosto de fazer um show pequeno".

Spinner: Você já pensou em fazer uma turnê pequena, de volta ao básico?

Ozzy: "Absolutamente, eu amaria".

Spinner: Você já considerou a idéia de fazer um projeto mais calmo, sem utilizar o nome Ozzy?

Ozzy: "Oh, absolutamente".

Spinner: Como seria?

Ozzy: "Eu já pensei mas sendo eu não consigo diversificar. 'Oh, você não pode fazer isso, o tempo não espera, você é o Ozzy'. Quero dizer, eu não quero cantar 'Iron Man' pro resto da minha vida. Não é ruim, mas, eu já tentei parar com 'Paranoid' mas as pessoas ficam, 'Oh, por que você não cantou 'Paranoid'"? É meu hino. É como o The Kinks e 'You Really Got Me'; eles tocam ela o tempo todo, mas, sim, eu gostaria de fazer algo como [Paul] McCartney fez - 'Fireman', é um ótimo, ótimo álbum. Eu amei, amei aquele álbum. É realmente um álbum muito bom".

A entrevista completa (em inglês) pode ser conferida aqui, ou no vídeo abaixo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Seis cordasSeis cordas
Guitarristas e suas assinaturas

2362 acessosJimmy Copley: baterista morre aos 64 anos de idade699 acessosHeavy Lero: Black Sabbath com Ozzy, a terceira parte425 acessosSamantha Fish: guitarrista blueseira faz cover de "War Pigs"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

SupernaturalSupernatural
Uma das melhores trilhas sonoras para uma série

Top 5Top 5
Os roqueiros mais chatos da história

Dia do HobbitDia do Hobbit
Algumas bandas influenciadas por Tolkien

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de setembro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Em 2007, ele estava ouvindo muito o Evanescence

The Voice KidsThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos

MetallicaMetallica
Por que Trujillo toca baixo com os dedos?

5000 acessosAC/DC: Brian foi demitido como se fosse vendedor do Wal-Mart, diz amigo5000 acessosWacken Open Air: uma legião de cabeludos, vindos de toda a Europa5000 acessosRafael Bittencourt: "O que vou ensinar para este menino?"5000 acessosLobão: afundando vertiginosamente ao trocar música por desrespeito5000 acessosLua de Metal: "Satanás, venha a mim, pelo amor de Deus!"5000 acessosDavid Bowie: A filmografia do camaleão

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online