Bill Ward: a receita para sobreviver no ramo da música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leila Oschvat, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Bill Ward, baterista do BLACK SABBATH, falou em novembro de 2009 com a ClashMusic.com sobre como sobreviver ao ramo da música. Alguns trechos da entrevista seguem abaixo.

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Bruce: "Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia os seus contratos:

"Eu acho que uma das coisas que uma banda precisa, além de um bom contador, é assinar os melhores contratos. Eu sou uma vítima que, por querer tanta fama e fortuna, acabei pagando o preço por isso. Eu não posso falar pelos outros membros do Black Sabbath nesse caso, mas todos nós temos uma parcela de culpa em fatos como ter assinado um contrato não muito bom. Eu acho muito importante que qualquer banda, não importando o quão humilde seja, precisa assinar bons contratos que lhes permitam ter o que precisa: liberdade e segurança. E elas precisam ter um símbolo de arrasar. Mas acima de tudo, músicas perfeitas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dar poder aos fãs:

"As melhor coisa que posso dizer é para deixar as pessoas fazerem o que elas quiserem. Deixe as pessoas reagirem; elas tem o direito de aplaudir e vaiar. Deixe elas fazerem o que elas quiserem e deixem elas em paz. Se você tiver feito tudo certo, ótimo, e se não tiver sido bom o suficiente, vá e faça de novo no dia seguinte. Quando você vê o Ozzy (Osbourne), ele vai no palco e diz: 'Mandem ver seus bastardos miseráveis.' Mas esse é o mais longe que ele vai com este tipo de brincadeira pois ele só diz isso para as pessoas ficarem mais animadas. Muitos artistas fazem isso, mas chega uma hora em que eles terão que esperar a reação das pessoas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rir e se divertir:

"Uma das coisas mais importantes que você tem que fazer durante as viagens, quando não está tocando, é rir. E rir inclusive de si mesmo. Você precisa dar boas risadas todo dia. É para você ter diversão, não para ficar sério o tempo todo. A música pode ser uma coisa séria e as discussões também, mas é só pensar que isso tudo é bobeira, coisas idiotas que acontecem, e rir disso tudo. Caso contrário não faz sentido".

Leia a matéria completa (em inglês) neste link.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

Bruce: Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!Bruce
"Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"


Sobre Leila Oschvat

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280 GooInArt