John DeServio: dupla jornada com o BLS e o Cycle of Pain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Cathy A. Campagna do The Aquatian Weekly recentemente conduziu uma entrevista com o baixista John "J.D." DeServio do BLACK LABEL SOCIETY e CYCLE OF PAIN. Trechos estão disponíveis abaixo.

Samsung Best of Blues: Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd farão shows gratuitos no BrasilRegis Tadeu: a tsunami de lixo musical da atual música brasileira

Aquarian Weekly: Todos vocês (do CYCLE OF PAIN) se mantiveram conectados durante os anos?

DeServio: "Sim, somos uma banda desde quando tínhamos 15 anos de idade, somos amigos e ensaiamos juntos desde aquela época. Em diferentes situações, e alguns anos atrás, eu, Joe e Gregg nos lançamos como um trio. Fizemos alguns shows com o nome C.O.P. em 2003. Então eu consegui um contrato de gravação no último ano e toquei todas as músicas que gravei durante os anos, tinha muito dos meus antigos trabalhos, jazz, um pouco de rap, um pouco de rock e muitos trabalhos que gravei com Joe e Gregg. Eles (a gravadora) disseram que eu poderia fazer o que quisesse, então eu disse: 'Bem, eu adoraria fazer um álbum de rock e usar os caras que eu cresci junto'. Foi assim que aconteceu, de maneira um pouco insana. Foi como: 'Yeah, bote a banda junta de novo, cara!'. Eu tenho 40 anos e comecei uma banda, foi até engraçado, na verdade".

Aquarian Weekly: Sim, mas você tem, obviamente, todo o apoio exuberante que a experiência lhe deu.

DeServio: "Estou endurecido pelo tempo. (risos) Eles me deixaram na grelha um pouco além do tempo. Não, isso é muito bom. Eu não posso esperar até tocarmos o primeiro show e então olhar para a multidão em uma casa lotada e minha banda tocando no show. Isso é maravilhoso, cara, realmente é".

Aquarian Weekly: Como você compôs o trabalho? Fez isso enquanto estava em turnê com o BLACK LABEL SOCIETY ou em suas folgas?

DeServio: "Na verdade os dois. Essa gravação tem 13 músicas, e eu escrevi nove delas sozinho e quatro com Gregg e Joe. Algumas delas vieram quando eu estava no ônibus da turnê, sentado no sofá de trás apenas pensando nas ideias e então, aqui estão elas no disco. Há um monte de músicas que eu escrevi em 99 e um monte que eu, Joe e Gregg escrevemos em 2003. Nós escrevemos várias no ano passado, então o álbum é uma compilação de todo tipo de material feito durante os anos de gravação dos riffs, nos levando agora a gravação de um disco".

Aquarian Weekly: Você tem um monte de convidados no álbum, vieram todos de você?

DeServio: "Sim, muitos deles são meus amigos e eu os escolhi. A gravadora tem algumas pessoas para entrar. Zakk é meu irmão e Sen Dog. Ray Luzier do KORN fez as baterias em uma música. Clip Payne do P-FUNK fez a segunda voz na mesma música onde toca Ray. Brian Tichy, um grande baterista, que tocou com Billy Idol e Ozzy e todas essas bandas, ele estará em uma música e tocou muito bem guitarra. Burton do FEAR FACTORY fez alguns gritos em uma canção. Russel Allen do SYMPHONY X fez algumas vozes de fundo e Hugo (Ferreira) e o violinista (Marcus Ratzenboeck) do TANTRIC também estarão neste álbum. Será realmente insano".

Aquarian Weekly: Você também fez alguns cursos de baixo durante essa turnê. Como você mantem o ritmo?

DeServio: "Eu tomo Viagra! (risos) Escute isso, com o BLACK LABEL fazemos encontros durante o dia antes do show. Então tem dias que eu dou algumas aulas de baixo, um desses encontros do BLACK LABEL, um show do CYCLE OF PAIN e um do BLACK LABEL, tudo em um único dia. Eu sou o mais novo workaholic do show business, JAMES BROWN não pode comigo. Eu então digo: 'Oh merda, como eu irei passar desta?'. Então quando o álcool vem a mão, vejamos se eu consigo fazer isso. Quando tudo está terminado, então eu posso sentar por um minuto em minha casa e dizer: 'Eu fiz realmente isso!'"

Aquarian Weekly: Você está de olho nesse ciclo de descanso.

DeServio: "Exatamente, eu preciso desse ciclo de descanso, pois eu estou em um ciclo de sofrimento sem fim! (brincando com o nome de sua banda, CYCLE OF PAIN) Não, para ser honesto, esta é uma oportunidade fantástica. Eu digo, nossa primeira turnê foi abrindo para o BLACK LABEL, foi insano. SEVENDUST e DOPE estão na conta, é como se fossem os bons tempos. BLACK LABEL está na estrada por em torno de 10 anos e o SEVENDUST e o DOPE estão também por um grande tempo, e minha banda ter a oportunidade de abrir para eles é bem legal".

A entrevista completa (em inglês) pode ser lida no The Aquarian Weekly.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Black Label Society"Todas as matérias sobre "Cycle of Pain"


Samsung Best of Blues: Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd farão shows gratuitos no BrasilSamsung Best of Blues
Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd farão shows gratuitos no Brasil

Black Label Society: guitarras quentes e molhos picantesBlack Label Society
Guitarras quentes e molhos picantes

Zakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarristaZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista

Ozzy Osbourne: Eu nunca demiti Zakk Wylde, diz o madmanOzzy Osbourne
"Eu nunca demiti Zakk Wylde", diz o madman


Regis Tadeu: a tsunami de lixo musical da atual música brasileiraRegis Tadeu
A tsunami de lixo musical da atual música brasileira

Ultimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da históriaUltimate Classic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

Guns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl RoseGuns N' Roses
Transtorno bipolar, a doença de Axl Rose

Bruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?Bruce Dickinson
A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?

Classic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivoClassic Rock
Os 50 maiores álbuns de rock progressivo

50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 61650 a menos
Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616

Metallica: Quem viu pela TV viu um show completamente diferenteMetallica
Quem viu pela TV viu um show completamente diferente


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.