Derek Sherinian: exclusiva à Dream Theater Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcel
Enviar correções  |  Comentários  | 

Derek Sherinian, ex tecladista do Dream Theater e atualmente em carreira solo, deu uma entrevista exclusiva para a comunidade Dream Theater Brasil no Orkut, falando dos tempos de Dream Theater e de sua carreira solo, inclusive de seu novo CD. As perguntas foram feitas pelos próprios membros da comunidade e mediada por Marcel "MuMu".

1088 acessosDream Theater: "Pull Me Under" é a mais importante da banda5000 acessosGuitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Sobre sua época com o Dream Theater:

1 - Em que aspectos sua vida mudou depois que você saiu do Dream Theater, pessoalmente e musicalmente?

Vamos deixar claro, eu fui DESPEDIDO da banda. Meu tempo com a banda foi uma grande experiência. Tem sido muito recompensador ter uma carreira solo e começar uma banda tão grande como o Planet X.

2 - Quais foram suas primeiras impressões ao ouvir Dream Theater pela primeira vez?

Eu achei muito legal que eles estavam dispostos a tocarem progressivamente, eu nunca tinha ouvido algo como aquilo antes, tão técnico e tão bom ao mesmo tempo.

3 - O que você achou que mudou na música do Dream Theater depois da sua saída?

Eu honestamente não posso dizer nada sobre isso, pois não ouvi praticamente nada depois da minha saída.

4 - Você foi o responsável pelas mudanças visuais no palco na época do "Falling Into Infinity"?

Sim, com certeza. No começo da turnê as lava lamps (abajur) estavam apenas no meu suporte de teclado, e no fim da mesma turnê eles estavam por todo o palco.

5 - Como está sua relação com o pessoal da banda ultimamente?

Sempre esteve muito boa, eu até conversei com John Petrucci e John Myung no show da NAMM em Janeiro.

6 - Qual era seu setup quando você tocava com o Dream Theater?

Já passaram 10 anos, sinceramente eu não me lembro.

7 - Na época do "Awake" a banda exigiu muito de você, visto que você era o cara novo? E como você reagiu às críticas dos fãs que gostavam do Kevin?

Ah sim, é sempre muito difícil substituir um mebro original em uma banda, e eles não exigiram muito não, eu trabalhei muito pra que eu pudesse criar meu estilo e som próprios.

8 - Muitas pessoas te culparam pelo som mais comercial na época do "Falling Into Infinity", como você reagiu na época?

Eu acho que foi uma coisa muito injusta de se dizer, todos tinham que culpar alguém, e eu era o novo membro da banda, então, o que eu poderia fazer? Nada.

9 - Você pode falar um pouco de cada tecladista que já passou pelo Dream Theater, suas opiniões e as diferenças entre vocês?

Eu acho o kevin um grande compositor/músico, e foi uma parte muito importante do som original da banda. Ele também é o melhor compositor entre todos eles. Jordan é como um tecladista cyborg, a técnica que ele tem é absolutamente incrível. Eu sou o músico mais agressivo entre nós 3, e com certeza tenho o som mais identificável.

10 - Qual a sua opinião sobre o Brasil hoje em dia, sabendo dos problemas que você teve alguns anos atrás?

Eu acho o Brasil um lindo país, e ecom certeza voltarei aí com meu novo projeto.

Sobre sua carreira solo:

1 - Existiram alguns rumores alguns anos atrás de um projeto com o Andre Matos, o que aconteceu com o projeto, era verdade?

Andre é um grande amigo meu, e o único projeto que eu me lembre foi um convite pra gravar uma música com o Shaaman, o que realmente aconteceu, eu gravei.

2 - De todos os projetos e bandas que você participou, qual o seu preferido.

Planet X com certeza, porque é a minha banda.

3 - Além do teclado, que outro instrumento você tocaria em uma banda?

Apenas guitarra, mas não sei se eu me arriscaria, porque não sou muito bom nisso.

4 - Qual sua opinião sobre os synths virtuais e os VSTI's? Você acha que eles podem substituir os workstations?

Eu sempre uso os dois em todas minhas gravações. Ambos me agradam muito.

5 - Você acha que os workstations, como o KORG M3, quem tem milhões de possibilidades interativas, pode deixar pra trás a técnica e a criatividade do músico?

Você não pode usar a tecnologia como um substituto, isso é errado, em algum ponto da sua vida você vai ter que tocar seu intrumento.

6 - Um novo CD do Planet X saiu em 2007, de acordo com o site não muita coisa aconteceu fora uns shows na Europa, quais os planos futuros e por que não existiram outros shows?

Virgil e eu estamos muito ocupados com várias outras coisas. Com certeza se uma oportunidade nova aparecer, faremos mais música com o Planet X e quem sabe uma tour.

7 - Como um fã de Dave Lee Roth, o que você achou da volta dele pro Van Halen? É verdade que você convidou o Eddie Van Halen pra tocar em um dos seus álbuns e ele não aceitou?

Eu acho que Dave Lee Roth pertence ao Van Halen. Eu toquei uma vez com o Eddie Van Halen em uma festa particular na casa dele, foi uma experiência maravilhosa, pra não dizer mais. Eu não tive a chance de convidá-lo pra tocar em um dos meus álbuns, mas ele seria bem vindo a qualquer momento.

8 - Como foi tocar com o Malmsteen? Ele realmente é um "bad guy" como a fama dele?

Yngiwe é fantástico, eu sempre me diverti muito tocando com ele.

9 - Como você cria seus timbres? Algum tipo de inspiração?

Eu apenas toco a música que eu ouço em minha mente.

10 - Você pode dar algum detalhe sobre o CD/DVD Anthology, que vai comemorar os 10 anos do Planet X?

O Anthology vai ser uma reunião da minha carreira solo, com documentário, CD, comemorando meus 10 anos de carreira solo.

11 - E sobre sua banda, a que você está montando agora. Sua busca por um vocalista continua. Como será o som da banda?

Vai ser uma banda de prog metal, estou com uma ótima banda, eu apenas preciso de um vocalista com um estilo de voz diferente, algo como James Hetfield misturado com Meshuggah, Mais agressivo, Nada performatico.

12 - Agora nos fale sobre seu novo CD, ele está mais pesado, como veio a idéia?

"Molecular Henosity" é meu álbum mais pesado até agora, foi co-produzido por Virgil Donati e eu. Estou a procura de uma gravadora no Brasil, mas todo mundo pode comprar o álbum no site www.dereksherinian.com e ouvir alguns trechos no meu myspace.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Dream TheaterDream Theater
"Pull Me Under" é a mais importante da banda, diz Petrucci

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

PortnoyPortnoy
"Death Magnetic é o disco que esperei por 20 anos!"

Heavy MetalHeavy Metal
As vozes mais impressionantes segundo a Loudwire

Rock e MetalRock e Metal
E se as capas dos álbuns fossem honestas?

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"0 acessosTodas as matérias sobre "Planet X"

BurnnBurnn
Os maiores guitarristas Hard & Heavy da história

Iron MaidenIron Maiden
Curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

5000 acessosMetallica: noiva toca "Master..." na bateria no casamento5000 acessosHeavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos5000 acessosOs diários secretos de Roger Waters5000 acessosAntônio Carlos Monteiro: A coleção do "ACM" da Rock Brigade5000 acessosMetal nacional: quinze álbuns clássicos de bandas brasileiras5000 acessosGN'R Lies: Com bela capa, revista repassa a insanidade de 1989

Sobre Marcel

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online