Ozzy Osbourne: "gostaria de ser levado a sério"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Zé Elias, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

George Varga, do jornal americano San Diego Union-Tribune, realizou em novembro de 2007 uma entrevista com OZZY OSBOURNE, que, dentre outras coisas, comentou sobre sua relação com drogas.

Ozzy Osbourne: nas redes, Madman já está em clima de NatalBlack Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em relação a abuso de drogas e afins:

"Eu não bebo nem uso drogas hoje em dia. Nem fumo cigarros; estive num centro de reabilitação com caras que podem perder o paladar, mas não conseguem largar o cigarro. Alguém perguntou-me, 'o que você teria feito se não pudesse realizar o novo álbum sem álcool ou drogas?' Eu suponho que então seria hora para eu dar isso por encerrado. Mas uma pessoa da equipe do programa de recuperação disse: 'Ozzy tem o peso dos anos nas costas. Não é pecado pedir ajuda.' Mesmo se eu não bebo, a doença do vício ainda está presente; eu tenho meu livro '12 passos para a recuperação' na minha frente, todo dia".

Sobre sua segunda esposa e gerente, Sharon:

"Amo minha esposa mais do que qualquer coisa. Eu não estaria na posição em que estou sem ela. Ela é a melhor pessoa no mundo, sem discussão. Porque uma vez que ela resolva partir, será uma m..."

Sobre não ser mais um errante, agora que está num bom caminho:

"Mesmo pessoas que andam na linha não são felizes toda hora. Mesmo elas têm um dia ruim ou um motivo pra estar mal. Mas o que me deixa de saco cheio, bem.... Eu tenho estado sóbrio há algum tempo, e agora quero que me levem a sério. Porque eu costumava ser um pedaço de carne babada no chão. E agora eu saí dessa, quero que me levem a sério. Eu tenho um terapeuta que diz: 'Faça as contas. Quantos anos você teve de vício?' Eu respondo: 'A maior parte de minha vida.' E em seguida: 'Há quanto tempo está de cara limpa? Pessoas não mudam do nada, você tem que trabalhar pra isso.'"

Sobre seu legado futuro:

"Eu quero ser lembrado como um herói, um cara que trabalhou, não porque arranquei a cabeça de um pássaro, ou o que quer que seja assim. No ano que vem, farei meu 40º aniversário como músico profissional. Eu me recordo quando o primeiro álbum do Black Sabbath saiu (em 1970), pensei: 'Este será bom por alguns anos; eu conseguirei algumas cervejas e um pouco de drogas.' Número um, eu não sei como estou vivo. Número dois, eu não sei".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"


Ozzy Osbourne: nas redes, Madman já está em clima de NatalOzzy Osbourne
Nas redes, Madman já está em clima de Natal

Ozzy Osbourne: ator que o interpretou em clipe fez Dead em Lords Of ChaosOzzy Osbourne
Ator que o interpretou em clipe fez Dead em "Lords Of Chaos"

Ozzy Osbourne: assista ao clipe cinematográfico de Under The GraveyardOzzy Osbourne
Assista ao clipe cinematográfico de "Under The Graveyard"

Ozzy Osbourne: clipe de Under The Graveyard o retratará em 1979; veja teaserOzzy Osbourne
Clipe de "Under The Graveyard" o retratará em 1979; veja teaser

Ozzy Osbourne: Zakk Wylde será o guitarrista de turnê em 2020Ozzy Osbourne
Zakk Wylde será o guitarrista de turnê em 2020

Ozzy Osbourne: ele fica surpreso com o número de músicas que já lançouOzzy Osbourne
Ele fica surpreso com o número de músicas que já lançou

Ozzy Osbourne: Madman revela que ainda não lançou sua obra-primaOzzy Osbourne
Madman revela que ainda não lançou sua obra-prima

Randy Rhoads: parte do material furtado é encontradoRandy Rhoads
Parte do material furtado é encontrado

Shows internacionais: quais foram os maiores públicos no Brasil em 2018

Randy Rhoads: Ozzy oferece US$ 25 mil pelo retorno dos equipamentos furtadosRandy Rhoads
Ozzy oferece US$ 25 mil pelo retorno dos equipamentos furtados

Rockstars: publicação elege os 100 maiores ainda vivosRockstars
Publicação elege os 100 maiores ainda vivos

Orange.co.uk: site lista os rockstars mais controversosOrange.co.uk
Site lista os rockstars mais controversos


Black Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic RockBlack Sabbath
As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Eddie Van Halen: Eruption foi um acidenteEddie Van Halen
"Eruption foi um acidente"


Sobre Zé Elias

José Elias da Silva Neto é paulista de Santo André, nasceu em 1965. Mora em Poços de Caldas, MG. É designer gráfico, baixista e palmeirense. O primeiro rock ouviu com 2 anos de idade, "Wooly Booly", de Sam the Sham and the Pharaos. Em 1972, foi apresentado ao "Machine Head" do Deep Purple e ao "Santana 3". Uns anos depois vieram a coletânea "1962-1966" dos Beatles e "No Mean City", do Nazareth. Aí virou mania. Quem tá sempre no player: Jethro Tull, Queen, Led Zeppelin, Genesis, Gentle Giant, Dixie Dregs, Emerson Lake & Palmer, Rush, Focus. E alguma coisa de jazz anos 30-40, música erudita, MPB. O que não lhe faz a cabeça: rock farofa, solos muito longos e metal muito zoeira.

Mais matérias de Zé Elias no Whiplash.Net.

adGoo336