RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemDigão diz a Jão que não quer treta mas não tem sangue de barata

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemBanda cancela show porque perdeu laptops e Sebastian Bach alfineta; "Isso é uma piada?"

imagemMegadeth: Chris Poland teve que trabalhar como garçom após ser demitido

imagemJão, do Ratos de Porão, chama Digão para resolver as diferenças em um ringue

imagemDave Mustaine cascava o bico das bandas de new metal que faziam turnês com o Megadeth

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemBaixista do Avatar, que abriu shows do Iron Maiden, tem tatuagem do Brasil

imagemA curiosa analogia de Kiko Loureiro sobre Uber e F1 para explicar importância da prática

imagemNovo produtor do Slipknot esperava mais do grupo, afirma guitarrista

imagemPrince "não sabia lidar com as pessoas", segundo seu antigo empresário

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemHammerfall não queria que você soubesse sobre voz de King Diamond em novo disco

imagemThom Yorke em 1992: "Tenho um desprezo patológico por Jim Morrison"


Stamp

K. K. Downing: "não entendo a saída de Rob"

Por César Enéas Guerreiro
Fonte: K. K. Downing - Site Oficial
Em 22/07/07

K. K. Downing, guitarrista do JUDAS PRIEST, respondeu recentemente à várias perguntas de fãs através de seu recém-lançado website.

Nos shows de 1970 to 1992 vocês tocaram com a afinação normal, mas nos shows com Tim "Ripper" Owens vocês tocaram com um tom abaixo e, com Halford no show "Rising in the East", com apenas meio tom abaixo. Por quê? Minha segunda pergunta é como você tocou o solo de "Hellrider" com Glenn? Eu não consigo tocar, é muito bom... e muito difícil. Ah, e "Hellrider" é tocada com um tom abaixo? Vi algo a esse respeito em tablaturas de guitarra.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Downing: "Quando trabalhamos com Ripper nós tocamos as músicas com muitas afinações diferentes, então quando fizemos turnês com ele nós tocamos com um tom abaixo, como você disse. Quando Rob voltou, e como sempre tocamos na mesma altura que ele, nós continuamos usando uma afinação diferente, dessa vez apenas meio tom abaixo, porque já estávamos acostumados a tocar com uma afinação mais grave. Entretanto, nós já estamos compondo e tocando em sintonia, então acho que é assim que tocaremos nas turnês também. Sim, acho que 'Hellrider' estava meio tom abaixo, mas continue praticando que você consegue".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Algum de vocês tende a escrever sobre temas mais voltados para a melancolia ou fúria? Alguém procura escrever sobre temas mais otimistas ou vocês sempre colaboram entre si?

Downing: "Como você deve saber, eu e os rapazes somos homens maduros e acho que é justo dizer que a nossa longa experiência de vida sempre nos deu, e continua a dar, muitas informações que nos permitem compor músicas que, em sua maior parte, são relevantes para todos nós. Quando eu era jovem havia muita confusão em minha mente sobre o que era e o que não era normal, acho que a insegurança que sentia em casa foi o começo de um certo tipo de rebeldia da minha parte e eu tinha certeza de que muitos outros garotos se sentiam da mesma forma. O amor que eu recebi da minha mãe estava em total desacordo com a atmosfera violenta criada pelo meu pai; isso criou uma base muito instável do tipo o bem versus o mal, na qual minhas irmãs e eu fomos criados. Estou certo de que essa história é muito familiar para muitos fãs de Rock e Metal porque acredito que nossa música muito provavelmente foi escolhida para nós, conscientemente ou inconscientemente, pelas pessoas que nos tornamos devido aos eventos que influenciaram a nossa educação. A angústia e a calma têm fronteiras muito abrangentes, com uma ampla gama de emoções que servem para criar uma enorme tela em branco para permitir que as pessoas possam se expressar. No meu caso é através da música, para você podem ser as palavras e outros encontram seu próprio meio. Na minha opinião, o motivo pelo qual o JUDAS PRIEST ainda é tão criativo é que nos reunimos como irmãos de diferentes famílias, mas era como se fôssemos uma só, com o entendimento não declarado de que tínhamos passado por experiências parecidas. Por essa razão pudemos apresentar idéias musicais que abrangiam uma grande variedade de emoções".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Você e Glenn já tiveram, ou ainda têm, alguma briga séria, ou disputa, considerando que ele lançou um álbum solo e já li muitas histórias sobre a razão de Rob ter saído da banda, qual é a certa?

Downing: "Acho que é bom que haja alguma competição saudável, porque isso te dá ânimo para melhorar suas habilidades musicais e para ser criativo nas composições. Sempre haverá diferenças em relação à música mas, se você acredita na banda, você deve superá-las. Isso é ser justo com os outros membros. Mas penso que, se um membro quer sempre dar a palavra final e ter todo o controle, você deve mandá-lo embora para o próprio bem dele, assim ele se torna um artista solo mais cedo. Na verdade, o motivo pelo qual Rob saiu ainda é um mistério para mim, mas o importante é que ele voltou para nós e para os fãs de Metal".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tim Ripper diz que sua era como vocal do Judas Priest foi "varrida para debaixo do tapete"

Há um ano: guitarrista do Judas Priest quase morria durante show

Lição de Casa: 50 músicas que todo headbanger deveria ouvir uma vez na vida - Parte I

O álbum do Judas que para o Tim Ripper deveria ser do Def Leppard

O Sabaton vai assumir o lugar do Judas Priest e Iron Maiden?

Rob Halford relembra seu inusitado encontro com Bob Dylan

Quando a Rainha Elizabeth conversou sobre Heavy Metal com Rob Halford

Judas Priest: Rob Halford comenta perrengues do começo de sua carreira

O icônico guitarrista de heavy metal que Mustaine considera seu "Deus do Rock"

Rob Halford relembra a época em que trabalhou vendendo pornografia

A lendária banda clássica de metal que apareceu no site da Rádio Senado

Dave Mustaine explica esporro em equipe do Judas Priest; "Foi a terceira vez"

Dez faixas-título que não são as músicas mais famosas de seus álbuns - Parte 1

O clássico do Judas Priest que Rob Halford salvou de ser abandonado

Fãs reclamam no Instagram após anúncio do line-up do Knotfest Brasil

Black Sabbath: o que mudou na banda após deixar o nome Earth, segundo Rob Halford

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de David Bowie e Alice Cooper

Rob Halford: o choque que foi ouvir o Van Halen pela primeira vez

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre

Mais matérias de César Enéas Guerreiro.