Tony Iommi cita vinda ao Brasil em entrevista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: MetalEater.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O guitarrista e mentor do BLACK SABBATH, Tony Iommi, conversou recentemente com o website MetalEater.com a respeito do projeto HEAVEN AND HELL, que conta com a participação de Ronnie James Dio nos vocais.

771 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?

Nesta entrevista, conduzida por Philip Wickstrand, Iommi não descartou a possibilidade de gravar um novo álbum de estúdio com esta formação. Confira os principais excertos do bate-papo logo a seguir:

MetalEater.com — Imagino que esta pergunta já tenha sido feita algumas centenas de vezes, mas ainda há algumas pessoas por aí que não sabem por que a reunião está sendo chamada de HEAVEN AND HELL e não BLACK SABBATH.

Tony Iommi — "Bem, originalmente, quando começamos tudo, chamaríamos a turnê de ‘Heaven and Hell’, e começamos a pensar: ‘legal, vamos chamar a banda de HEAVEN AND HELL, para que as pessoas saibam o que estarão assistindo’. Não é a versão Ozzy... se nós saíssemos em turnê sob o nome BLACK SABBATH, isso confundiria as pessoas, porque fizemos uma turnê com o BLACK SABBATH e Ozzy. Então, achamos que seria melhor ter um começo mais novo, sair por aí com algo diferente, porque todo o repertório será baseado na fase de Dio, por isso soa correto nos chamarmos HEAVEN AND HELL. Quero dizer, poderia ser BLACK SABBATH, sou o dono do nome, mas achamos que isso seria o melhor a se fazer. Daí você não teria todo mundo dizendo: ‘mas eu pensei eu penso que aquele era o BLACK SABBATH’. Deixa tudo mais limpo, e gostamos da idéia de sair por aí com algo diferente e não termos que tocar todo o material mais velho do SABBATH que não quisermos".

MetalEater.com — Por que razão Bill Ward não foi capaz de participar da reunião?

Iommi — "Bem, quando começamos tudo o Bill estava envolvido. Ele chegou a vir para a Inglaterra e trabalhar comigo por uma semana, mas não achamos que seria correto para ambos os lados. Do lado do Bill e do nosso lado. Até porque, a maior parte do repertório quem tocou foi o Vinny [Appice]. Não ficaram ressentimentos, não há qualquer sentimento ruim, não nos separamos nem nada. Foi apenas uma escolha, e o próprio Bill concordou que seria melhor ter o Vinny mesmo".

MetalEater.com — Fale-nos a respeito das novas faixas de estúdio que vocês gravaram para a coletânea “Dio Years”.

Iommi — "São três músicas, temos uma faixa mais lenta, outra pesada e outra rápida. A faixa mais lenta chama-se ‘Shadow Of The Wind’. E foi uma música bem pesadona cujo riff principal quem trouxe foi Ronnie, eu adicionei outros aqui e acolá. Uma faixa bem legal que todo nós gostamos, ela tem uma pegada bem parecida com as músicas antigas que gravamos juntos. A outra chama-se ‘Devil Cries’ e uma mais lenta, baseada em bons riffs e com uma linha vocal demais, e a última é ‘Eye InThe Wall’, que é rápida e boa demais".

MetalEater.com — E nós ouviremos essas músicas ao vivo?

Iommi — "Ah, sim. Nós tocaremos essas músicas, absolutamente".

MetalEater.com — Podemos, então, esperar por um novo álbum de estúdio?

Iommi — "Com quem?"

MetalEater.com — Com Dio.

Iommi — "Com Dio... bem, não é algo completamente fora de questão. Acho que... na verdade, falamos a respeito disso quando todos estivemos em casa, enquanto gravávamos as três faixas inéditas. Nós dissemos: ‘que inferno, podíamos gravar um álbum inteiro nesse momento’, mas tivemos que parar em três faixas. E, até porque, a gravadora nem queria que gravássemos essas três faixas inéditas, mas nós insistimos que queríamos essas três músicas, e como já estávamos juntos mesmo, podíamos ter feito um álbum, quem sabe? Quer dizer, seria bem legal se fizéssemos".

MetalEater.com — E quais as possibilidades de vocês gravarem um CD/DVD ao vivo desta turnê?

Iommi — "Sim, estávamos falando sobre isso mesmo, em fazer algo nesse sentido nesta turnê. E isso seria bem legal, seria demais para os fãs terem algo assim".

MetalEater.com — Quais são suas expectativas para esta turnê?

Iommi — "Não tenho quaisquer expectativas, só quero sair e tocar um bom repertório. E eu sei que com as pessoas envolvidas nessa formação teremos um bom repertório e é isso que eu quero. Quero ser capaz de sair por aí e me divertir. Não espero... não estou procurando problemas ou algo assim — só quero sair e divertir os fãs, e acho que isso será bem interessante".

MetalEater.com — Falando sobre a América do Norte, você ficou surpreso ao saber que tocarão em grandes casas com essa formação em particular?

Iommi — "Não, não estou surpreso. A coisa toda... queríamos sair em grande estilo, não era nosso objetivo tocar em pequenos clubes. Acho que você tem que ser capaz de sair e fazer o melhor possível para você mesmo".

MetalEater.com — Vocês farão uma turnê completa pelos EUA ou serão apenas algumas cidades?

Iommi — "Não temos ainda informações definitivas quanto à tour americana. As coisas estão sendo acertadas enquanto conversamos. De fato, fui informado pelo nosso manager que algumas datas nos EUA estão sendo trocadas porque devemos ir ao Brasil após o Canadá. Iríamos ao Brasil apenas depois de Nova Iorque, mas acho que houveram algumas mudanças, então não posso informar com certeza sobre a turnê americana.

Para ler a entrevista na íntegra, em inglês, clique aqui.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Black SabbathBlack Sabbath
"Podemos fazer alguns shows pontuais", diz Iommi

771 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo1691 acessosBlack Sabbath: veja unboxing da "The Ten Year War"1214 acessosDoom Metal: os 25 maiores álbuns do gênero0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Tributo a RhoadsTributo a Rhoads
Tankian, Morello e Appice em cover de "Crazy Train"

Rob HalfordRob Halford
Qual a canção mais demoníaca que existe no metal?

TwitterTwitter
Contas que todo fã de rock deveria seguir

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Heaven And Hell"

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site publica matérias pagas ou protege quem anuncia?

Dimmu BorgirDimmu Borgir
Silenoz: "Não sei se me classificaria como satanista!"

DécadasDécadas
Você percebe que ouve Heavy Metal há muito tempo...

5000 acessosRock In Rio I: Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginar5000 acessosAjustes e Consertos em Baixos e Guitarras5000 acessosMetallica: ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos5000 acessosRush: Um Adeus Aos Reis5000 acessosMusas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstars5000 acessosAndreas Kisser: o Brasil passa por um momento idiótico, ou você é A ou é B

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online