Líder do Gorgoroth comenta queima de igrejas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

O jornal Bergens Tidende, de Bergen, Noruega, publicou em janeiro de 2007 uma matéria sobre declarações feitas pelo frontman do GORGOROTH, Gaahl, sobre uma grande onda de queima de igrejas ocorrida na Noruega no início dos anos noventa.

5000 acessosSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista5000 acessosO que os fãs de rock e suas vertentes pedem para beber em um bar?

Em uma entrevista que muitos consideram o ponto alto do documentário canadense "Metal: A Headbanger's Journey", televisado na Noruega uma semana atrás, Gaahl comentou sobre uma série de incêndios criminosos a igrejas ligados à cena black metal. "A queima de igrejas, entre outras coisas, são atos que eu apoio 100%, que deveriam ter sido feitos com mais freqüência e que deverão ocorrer com mais força no futuro. Temos de limpar todos os traços das raízes cristãs e semitas neste mundo. Satanismo é liberdade individual para crescer e se tornar um Super-Homem. Cada homem que nasceu para ser um rei deve ser um rei. Cada homem que nasceu para ser um escravo não conhece Satan." Assista a entrevista de Gaahl no YouTube.

Falando ao citado jornal depois da divulgação da entrevista na TV norueguesa, Gaahl reiterou a sua posição sobre queima de igrejas, insistindo que falava sério no documentário, e que não havia dito aquilo apenas para chamar a atenção.

O bispo Ole D. Hagesaether, da diocese de Bjoergvin, comentou ao Bergens Tidende: "Se estas declarações sobre queima de igrejas forem sérias, a situação é grave. Já passamos por isso." Hagesaether também levantou a questão de que o Spellemann Awards, prêmio norueguês semelhante ao Grammy, deveria cancelar a indicação da banda à categoria de melhor banda norueguesa de metal do ano, onde a mesma concorre.

Quando de sua saída da prisão alguns meses atrás (leia aqui a matéria), Gaahl declarou ao jornal Observer: "O black metal não tem objetivo de alcançar um grande público. Black metal existe apenas para nossa própria satisfação. É algo totalmente egoísta. O objetivo comum é se tornar o próprio Satan; um ser humano de elite. Uma elite que está acima das regras. Então as pessoas fazem o que querem fazer, e têm um inimigo comum que é o Cristianismo, o socialismo e qualquer outra coisa defendida pela democracia, especialmente esta idéia de que todos os homens são iguais. Isso obviamente é uma farsa."

Gaahl vive em uma área de campo a três horas de Bergen, isolado da maior parte da humanidade. "Minha família possui três montanhas. Não há muito em volta. O amor pela natureza é uma parte importante do black metal. É fácil se sentir isolado na natureza. E a solidão e a distância dos outros é muito importante para nós."

(Agradecimentos a Roy Kristensen, do www.imhotep.no pela tradução para inglês.)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Satanismo e Ocultismo"

VenomVenom
Cronos: "Eu não saio por aí assassinando virgens!"

BlasfêmiaBlasfêmia
As músicas que devem emputecer a Jeová

DiaboDiabo
O Pai do Rock é o ícone maior de rebeldia

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Satanismo e Ocultismo"0 acessosTodas as matérias sobre "Gorgoroth"


SlayerSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

HumorHumor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

NirvanaNirvana
Site elege as dez melhores músicas do grupo

5000 acessosScorpions: As 20 melhores canções com temática romântica5000 acessosDio: as músicas de Heavy Metal/Rock favoritas do vocalista5000 acessosGaleria - Tatuagens em homenagem a artistas e bandas - Parte 14069 acessosKirk Hammett: o que mudou na vida dele após o Metallica lançar o "Black Album"5000 acessosSabbath e Scorpions: coincidências nas capas de álbum e single4721 acessosHeavy Metal: 10 bandas/artistas que mesclaram o gênero com outros

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online