Iron Maiden: capas de discos, roupas dos 80's

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renan Corradini Colber, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A revista Metal Hammer entrevistou todos os integrantes do IRON MAIDEN e fez perguntas um tanto quanto interessantes para os fãs.

619 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosDave Mustaine: a história por trás de "The Four Horsemen"

Metal Hammer: Vocês acham que os fãs do Maiden estão felizes pelo fato de vocês tocarem o novo álbum na íntegra ou que eles estariam mais satisfeitos em ouvir dez clássicos da carreira da banda?

Steve Harris: "Muitas pessoas podem dizer que querem ouvir coisas mais antigas. No entanto, quando assistem o show ficam extremamente surpresas. Caso não fiquem, que tenham ido na última turnê ou que vão na próxima".

Dave Murray: "É óbvio que estará na Internet que nós estaremos tocando o novo álbum inteiro. Então, as pessoas percebem que devem ouvi-lo antes de irem aos nossos shows. É claro que tocaremos os clássicos nas próximas turnês, mas, às vezes, é legal mudar um pouco o 'script'".

Adrian Smith: "Nós tocamos muitas coisas antigas nas últimas turnês. Estávamos preparado para um pouco de hostilidade desta vez, mas tudo ocorreu melhor do que esperávamos".

Janick Gers: "Nós estamos muito orgulhosos pelo que fizemos no passado, mas nos pareceu correto fazer isso".

Metal Hammer: As músicas de "A Matter of Life and Death" estão bem progressivas - o que vocês tem ouvido recentemente?

Steve: "Em nossos últimos álbuns você pode perceber nossas influências mais do que qualquer outra coisa. GENESIS antigo, WISHBONE ASH e JETHRO TULL. Existem coisas no novo álbum que você pode perceber bastante a influência do TULL, principalmente no meio de 'Out of the Shadows'. Não estamos pagando um tributo para eles ou qualquer outra coisa, é completamente natural".

Bruce Dickinson: "Minhas influências são caras como Arthur Brown, Peter Hammil (líder da banda VAN DER GRAAF GENERATOR), Ian Gillan e Ronnie James Dio. É uma mistura. De certa maneira, isso tudo ficou mais evidente no novo álbum".

Nicko McBrain: "Algumas coisas no novo álbum remetem bastante aos anos 70. Com certeza é um álbum que se encaixa naquela época e deve ser ouvido com os fones de ouvido ligados".

Metal Hammer: Como vocês se sentem ao ouvirem que este é o melhor álbum da banda desde "Seventh Son of a Seventh Son" de 1988? Isso não apaga um pouco o que foi feito neste intervalo?

Bruce: "Na minha opinião, esta é a melhor coisa que fizemos desde "Piece of Mind" (1983). Dito isto, não faço idéia de como o próximo álbum irá soar".

Steve: "[O novo álbum] Está na mesma altura de qualquer outro. Mas isto é um assunto para se discutir em um bar".

Nicko: "Quando estávamos gravando eu pensei, ´Nossa, isto é maravilhoso.´ Me levou aos anos 70".

Metal Hammer: Nicko, é a sua cara azul no clipe de "Flight of Icarus"? Se sim, eles te forçaram a fazer?

Nicko: "[Risos] Eles me forçaram! Eu tinha acabado de me juntar à banda e 'Flight of Icarus' era o primeiro single após o álbum 'Number of the Beast'. Eles disseram, `Sendo o novo integrante da banda, você fará o Icarus.` Eu respondi,`Tudo bem.` No entanto, não percebi que teria que pintar meu rosto de azul, vestir uma capa e ficar a beira de um precipício, com todas àquelas ondas quebrando lá embaixo. No dia em que gravamos estava ventando bastante. Fiquei meio apavorado".

Metal Hammer: Caro Nicko McBrain, tens atropelado mais alguns seguranças recentemente?

Nicko: "Na verdade, não. Não atropelei mais ninguém. Se trata de uma experiência que sai um pouco cara, é o que posso dizer".

Metal Hammer: Janick, há algum tempo você afirmou que não vê o IRON MAIDEN como Heavy Metal. Qual sua banda favorita?

Janick: "Não acho que sejamos Heavy Metal. Para mim, é tudo música. Nós somos agressivos, com muita energia e poder, mas não acho que sejamos Heavy Metal".

Metal Hammer: Muitas letras do IRON MAIDEN falam sobre pessoas ou fatos históricos, então acho que vocês deveriam fazer parte da grade de matérias no colégio. Estou me formando em história, será que vocês poderiam fazer uma letra sobre rotação de culturas ou sobre a vacina de Jenne para a varíola?

Bruce: "Eu acho que isso daria certo com o JETHRO TULL. Na verdade, acho que eles até já fizeram uma letra sobre o assunto".

Steve: "[Risos] Tudo bem. Anotaremos a sugestão".

Metal Hammer: É justo afirmar que todos vocês usaram peças de roupa que não gostariam de ter usado?

Bruce: "Não, eu não me arrependo de ter usado nada do que usei, por mais ridículo que tenha sido. Eu nunca me arrependo porque tudo faz parte da vida. E no fim das contas, você pode assustar as crianças no futuro".

Nicko: "Admito que eu parecia meio ridículo nos anos 80. Mas tudo aquilo fazia parte da época. Eu era novo e besta".

Dave: "Era uma época em que todos usavam aquilo. Mas essa época já passou. Nós parecíamos meio estranhos mesmo. Nossas roupas tentavam ser mais extravagantes do que qualquer outra coisa".

Adrian: "Provavelmente, eu sou o mais culpado de todos. Eu tive um (corte de cabelo) mullet enorme por alguns anos. E não apenas isso, eu pintava ele o mais loiro possível para ter a certeza de que nunca seria esquecido. Está no meu álbum de casamento e tudo mais".

Janick: "Eu nunca usei aquelas calças - pareceria Max Wall (comediante). Eu sempre usei jeans. [N.E.: A revista o lembrou que certa vez Janick usou um aquecedor de perna, apenas na perna direita, durante uma apresentação com a banda GILLAN, no Castle Donington Monster of Rock de 1982]. Eu não estava tentando ser 'fashion', apenas devo ter perdido o lado esquerdo na ocasião".

Metal Hammer: Quais são suas capas favoritas dos álbuns do IRON MAIDEN? E as piores?

Bruce: "Minha favorita é a do 'Powerslave'. A mais fraca é a do "Fear of the Dark". Ela não ficou tão assustadora quanto deveria ter ficado".

Steve: "Eu gosto da capa do 'Somewhere in Time'. A que menos gosto é a do 'No Prayer for the Dying'. Ela era boa, mas não tão espetacular quanto as outras".

Nicko: "'Somewhere in Time' é a minha favorita. Mas a capa do 'No Prayer for the Dying' não foi tão legal. Concordo com o Steve".

Dave: "Eu gosto do ar futurístico de 'Somewhere in Time'. Mas 'Powerslave' é a minha favorita - as pirâmides, as imagens e o simbolismo por trás de tudo aquilo. A capa do 'X-Factor' é a que mais me amedronta, é horrível em todos os sentidos".

Adrian: "Adoro a capa do 'Brave New World', é bem artística. Para ser honesto, não me envolvo muito com capas".

Janick: "Todas são legais em seus respectivos aspectos".

Metal Hammer: Steve, sabendo o que as bandas fazem quando estão em turnê, não lhe assusta mandar sua filha Lauren para a estrada com a banda dela?

Steve: "Na verdade, não. Ela é adulta, já viajou bastante e sabe o que acontece. Não tenho nenhum problema com isso. Ela já excursionou com ALICE COOPER, já tocou no Rock Am Ring, Rock Im Park, Download Festival. Eu sabia que ela estava preparada. Na verdade, eu fico mais nervoso que ela".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

619 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1109 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

TrollagemTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Iron MaidenIron Maiden
Final de Copa do Mundo retratada em capa de álbum?

Iron MaidenIron Maiden
Somewhere in Time até hoje, reminiscências que causam delírio

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Capas"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Dave MustaineDave Mustaine
A história por trás de "The Four Horsemen"

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida ao lado do músico

5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história5000 acessosMetal: 101 motivos para perceber que você ouve há muito tempo5000 acessosLars Ulrich: "Eu era o maior fã do Iron Maiden"3210 acessosIron Maiden: cerveja Trooper em latão de 500ml5000 acessosHall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll5000 acessosArch Enemy: "nós não queremos ser o próximo Metallica"

Sobre Renan Corradini Colber

Cursando Administração de Empresas na Universidade Presbiteriana Mackenzie, teve seu primeiro contato com o Metal em 1997 quando comprou o álbum Best Of The Beast, do Iron Maiden, na época com 11 anos. De lá para cá escuta de tudo um pouco, mas a raiz se mantém metaleira. De Iron Maiden a Meshuggah passando por Diana Krall, Ray Charles, Hoodoo Gurus, Elvis, Johnny Cash e Bob Dylan.

Mais matérias de Renan Corradini Colber no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online