Queensryche: Entrevista exclusiva com o vocalista Geoff Tate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar Correções  


O Queensryche é uma das bandas mais importantes do cenário metálico mundial sendo, inclusive, considerada uma das precursoras do chamado Prog-Metal. O maior sucesso comercial da banda foi o álbum "Empire", puxado pela emocionante balada "Silent Lucidity", que ganhou até prêmio da MTV. Mas para os fãs, a grande obra prima da banda é o conceitual "Operation: MindCrime" (veja review na seção Discografia Básica). Neste momento, 2 álbuns da banda estão saindo do forno, tanto em CD como em DVD: "Live Evolution", primeiro álbum ao vivo da banda contendo material de todos os álbuns, e "Operation: LiveCrime", relançamento da versão ao vivo do álbum "Operation: MindCrime". O vocalista Geoff Tate manteve contato telefônico com a gente e contou as novidades da banda e seus projetos solos.

publicidade

Por Fábio Trovão

WHIPLASH - Geoff, quais foram suas primeiras impressões sobre o novo álbum ao vivo, "Live Evolution"? Você está satisfeito com o resultado?

GEOFF / Eu acho que ele acabou ficando bom. Foi nosso primeiro projeto com a Sanctuary e tudo correu muito bem, muito organizado. Ficou ótimo. Eu estou totalmente satisfeito com os resultados.

publicidade

WHIPLASH! - Por que vocês levaram tanto tempo para lançar um álbum ao vivo com material de todos os álbuns e o que fez vocês acharem que esse era o momento certo?

GEOFF / Bem, a banda não esteve interessada em álbuns ao vivo. Isso foi uma idéia da gravadora... Eles acharam que seria uma boa idéia neste momento. Seria um bom tipo de projeto para iniciar nossa relação com a Sanctuary, eu acho.

publicidade

WHIPLASH! - Junto com o Live Evolution, a EMI relançou o "Operation: LiveCrime" (em CD de DVD). Você aprovou e remasterização? Qual sua opinião sobre esses lançamentos?

GEOFF / Eu ainda não ouvi os lançamentos da EMI, mas eu acho que devem ter ficado bons.

WHIPLASH! - Já se passaram alguns anos que Kelly Gray entrou na banda...Que avaliação você tira dessa mudança? O que mudou na banda musicalmente e pessoalmente?

GEOFF / Bem, nós gravamos apenas um álbum com o Kelly, o Q2K, e estamos planejando começar a escrever um novo álbum em Janeiro, logo eu acho que eu não posso responder essa pergunta até então.

publicidade

WHIPLASH! - Você disse que a banda começará a escrever o novo álbum em Janeiro e, falando nisso, uma vez eu participei de um chat com você e alguém perguntou se vocês pretendem gravar um novo álbum conceitual, como o "Operation: MindCrime", e você respondeu "Talvez mais cedo do que você imagina". É possível que isso aconteça já nesse próximo álbum?

GEOFF / Bem, eu realmente não sei até entrarmos no estúdio e vermos que idéias cada um tem.

publicidade

WHIPLASH! - Como é o processo de composição da banda?

GEOFF / Bem, Kelly trás as idéias, como Chris (De Garmo) fazia no passado, Michael não gosta muito de escrever, e Scott algumas vezes trás coisas que ele gosta.

WHIPLASH! - Kelly trás as músicas prontas?

GEOFF / Bem, Kelly grava algumas fitas e eu trabalho nelas em minha casa, organizando as idéias, depois eu me reuno com ele, ajustamos as músicas, levamos aos outros e trabalhamos nos arranjos.

publicidade

WHIPLASH! - Geoff, você está trabalhando em dois projetos, um álbum solo e um projeto com Bruce Dickinson e Rob Halford, o Trinity. Quais as últimas novidades sobre esses projetos? Quanto tempo ainda teremos que aguardar para ouvir os "Três Tremores"?

GEOFF / Meu disco solo eu estou no estúdio neste exato momento terminando a gravação dele e eu não tenho certeza quando ele será lançado pela Sanctuary, mas eu espero que seja em algum momento da primavera. O álbum com Bruce e Rob foi colocado em espera eu acho que até ano que vem e nós estamos meio que esperando tempo suficiente para que possamos estar todos na mesma cidade por algumas semanas para que possamos compor.

publicidade

WHIPLASH! - Como foi a tour junto com o Rob Halford e o Iron Maiden?

GEOFF / Ahh...bem...foi muito interessante...foi bem divertido fazer essa tour com aqueles caras. Eu realmente admiro os dois vocalistas. E eu acho que foi um show realmente bom para os fãs de metal que puderam assistir 3 bandas bem distintas.

WHIPLASH! - Quais bandas e vocalistas mais te influenciaram?

GEOFF / Bem, eu não sei realmente por que havia muitas pessoas que eu costumava ouvir. Eu tenho milhares de cantores, compositores e coisas que me inspiraram por todos esses anos.

WHIPLASH! - Vocês já tocaram no Brasil 2 vezes, e em ambas as vezes foram em festivais. Quando nós teremos a oportunidade de assistir o Queensryche como banda principal aqui no Brasil?

GEOFF / Bem, nós não estamos excursionando no momento então eu não posso dizer exatamente, mas eu adoraria tocar aí de novo. Brasil é um lugar muito bonito, as pessoas são muito legais e carinhosas nos proporcionando platéias maravilhosas.

WHIPLASH! - Eu sei que você já deve ter escutado essa pergunta 1 bilhão de vezes, e você sempre dá respostas subjetivas, mas como essa é a sua primeira entrevista para o Whiplash!, eu tentarei...por favor, responda objetivamente...Quem matou Mary? (N.R.: Esse é o maior mistério do álbum conceitual "Operation: MindCrime")

GEOFF / Fui eu! (Risos)

WHIPLASH! - Geoff, gostaria que você deixasse uma mensagem para todos os fãs brasileiros que irão ler essa entrevista no Whiplash!

GEOFF / Obrigado por ouvir e apoiar o Queensryche e espero vê-los em breve no Brasil!

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin