Em 02/02/1979: Sid Vicious, o lendário baixista do Sex Pistols, morre de overdose

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Em 02/02/1979: John Simon Ritchie (aka Sid Vicious), o lendário baixista do Sex Pistols, morre de overdose de heroína, durante uma festa na casa da sua mãe, em comemoração à sua libertação, pois ele estivera preso desde o dia 12 de outubro de 1978, por ter assassinado a punhaladas sua namorada, Nancy Spungen, num quarto do Chelsea Hotel.

5000 acessosPiadas sobre músicos5000 acessosFilhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhança

O texto abaixo sobre o trágico romance e a morte de Nancy e Syd Vicious foi retirado da Wikipedia:

Sid e Nancy

Em novembro de 1977, Sid conheceu Nancy Spungen, por quem se apaixonou. Nancy era uma drogada que tentava a vida como prostituta em Nova York e ecabou com fama de groupie, por correr atrás de vários astros do rock. Ninguém gostava dela, então ela arriscou a sorte na Inglaterra e foi parar no apartamento da amiga Linda, o mesmo de Sid e Johnny, bem na epóca que Sid entrou nos Sex Pistols.

Nancy já era viciada em heroína, enquanto Sid ainda era virgem. Começaram a namorar, e Sid pediu a Nancy que lhe desse heroína, afirmando que já sabia usar. Passou o dia inteiro vomitando. Nancy dividia um colchão com Sid no apartamento. Após fracassar tentando agarrar Johnny Rotten, ela seduziu o baixista e, após dormir 5 noites com ele, eles transaram. Ela relata que tirou sua virgindade e o encantou.

Os amigos de Sid tentaram afastá-la dele, e abrir seus olhos. Malcon, sem sucesso, tentou sequestrá-la, mas apenas conseguiu mantê-la fora da turnê americana, porém, Sid bebia e falava de Nancy o tempo todo durante a turnê.

Após o termino da banda, Sid foi morar com Nancy em Nova York, no hotel Chelsea e Spungen tornou-se sua manager em 1978. Chegou um momento em que Sid estava convencido de que ele era a alma da banda e que poderia muito bem seguir em carreira solo. Até fez uma versão irônica de My Way (de Paul Anka), mas não foi muito longe. A carreira solo de Sid fracassou completamente e todo o dinheiro que conseguiam era destinado ao vicio em heroína.

A morte de Nancy

Vicious e a namorada brigavam muito e, em 13 de outubro (ou 12 de dezembro, varia conforme a fonte), ele encontrou a namorada morta no banheiro do quarto onde moravam com uma facada no abdomem. Uma das histórias, diz que Sid estava drogado e a matou. Outra versão, envolve dinheiro desaparecido durante o assassinato e conta que Nancy foi assassinada por um traficante que vivia no apartamento. A terceira versão da história diz que Nancy, drogada, se matou. Ela não esperava nada da vida e eles tinham um pacto de suicídio.

A gravadora pagou a fiança e Sid foi libertado.

A recuperação de Sid e sua morte

Após ser liberado, Sid começa a namorar Michelle Robinson e, mesmo estando com ela, ele se envolve com a namorada do irmão de Patti Smith, Todd Smith. A história acaba em briga e Sid agride Todd com uma garrafa de cerveja em seu rosto. Sid retorna à cadeia e mais uma vez sob fiança, sai de lá após 55 dias em liberdade condicional.

Todos acreditavam na desintoxicação de Sid mas, após a festa em homenagem a sua libertação na casa de sua mãe, ele se trancou no banheiro e injetou uma dose de heroína. Foi encontrado morto, deitado de costas na cama do apartamento de Michelle Robinson, na manhã de 2 de fevereiro de 1979, por uma overdose de heroína. Acredita-se que a droga havia sido fornecida pela própria mãe.

Vicious foi cremado. Conta-se que sua mãe perdeu parte de suas cinzas no aeroporto de Heathrow e depositou o resto no túmulo de Nancy (mesmo sem a permissão da mãe dela), como era o desejo de Sid.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 02 de fevereiro de 2013
Post de 02 de fevereiro de 2015
Post de 02 de fevereiro de 2016
Post de 02 de fevereiro de 2017

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Drogas e Álcool"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"Tive ressaca contínua durante 40 anos"

Phil AnselmoPhil Anselmo
Um ano miserável após deixar as drogas

João GordoJoão Gordo
"Não sei como estou vivo, é sorte!"

0 acessosTodas as matérias da seção Datas e Causas de Mortes0 acessosTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"0 acessosTodas as matérias sobre "Sex Pistols"

HumorHumor
Como você chama alguém que sai com músicos? Baterista!

Filhos de RockstarsFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é mera semelhança

Guns N RosesGuns N' Roses
A verdadeira história de "Rocket Queen"

5000 acessosSlash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay5000 acessosCorey Taylor: sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja4108 acessosSlayer: King compara contratação de Holt a Brian Johnson no AC/DC5000 acessosMulheres: as bandas mais famosas em suas versões femininas5000 acessosGuns N' Roses: Steven Adler não pode mais falar sobre reunião

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online