Em 07/07/1980: O último show de John Bonham

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carol Manzatti
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em 7 de julho de 1980, o LED ZEPPELIN subia ao palco pela última vez com John Bonham. O show foi realizado na Alemanha, na cidade de Berlim, e foi a última vez que John desceu o braço ao vivo em sua bateria, sendo a última música tocada, "Whole Lotta Love", que recebeu disco de ouro pelo excelente número de vendas e se tornou o primeiro single de sucesso da banda após o lançamento nos EUA. Também é citada como 'um dos riffs de guitarra mais marcantes da história do rock'.

1340 acessosRobert Plant: Aston Martin DB5 que foi do cantor está à venda5000 acessosRodolfo: 100% arrependido das letras dos Raimundos

No set desse show estavam vários clássicos da banda, que se tornaram praticamente um ritual em todo show (se não tiver Moby Dick por exemplo, não era o Zeppelin). Embora essa data tenha sido a última em que os sagrados pés de John Bonham tocaram o palco ao lado de seus companheiros de banda, ele havia passado por alguns problemas antes.

Em 1979, depois de dois shows em Copenhague, a banda anunciou dois shows no Festival Knebworth, com um público de 104 mil pessoas na primeira noite. Entre junho e julho de 1980 foi realizada uma mini turnê pela Europa, ligeiramente mais discreta. Durante um show em Nuremberg na Alemanha que ocorreu em 27 de Junho, quando a banda executava a terceira música, houve uma parada brusca quando Bonham desmaiou no palco e foi levado às pressas para o hospital. Durante os noticiários de imprensa, oque mais se ouvia falar era que o músico havia sofrido esse colapso graças ao consumo excessivo de álcool e drogas, mas a banda afirmou que ele havia comido demais (claro, ninguém acreditou). No vídeo é possível ver rapidamente John tentando se apoiar na bateria para se manter firme, mas, não deu.

Ele se recuperou e fez mais alguns shows. Não existem vídeos oficiais daqueles bem nítidos sobre esse show, mas é possível ver no vídeo abaixo, a apresentação de 5 de Julho, dois dias antes do último show. Na sequencia, o áudio do último show de 7 de Julho.

Haviam planos de iniciar uma turnê norte-americana em 17 de outubro de 1980, sendo que a última através da América havia acontecido em 1977. Em 24 de setembro, durante uma viagem rumo ao Bray Studios, Bonham pediu para fazerem uma parada para o café da manhã, onde ele bebeu quatro doses de vodka (quádruplas, quase meio litro) e comeu um pedaço de presunto (com esses hábitos alimentares, não espanta que ele tenha desmaiado durante aquele show na Alemanha). Chegando no estúdio ele continuou bebendo (e muito). Os ensaios foram interrompidos naquela tarde e a banda foi para a casa de Page — a Old Mill House, situada em Windsor, Inglaterra. Passava da meia noite e Bonham já estava tão bêbado que adormeceu e foi levado para a cama, em um quarto no andar superior da casa. No dia seguinte (25 de Setembro), por volta das 13:45, Benji LeFevre (novo gerente do Led Zeppelin responsável pela nova turnê que viria) e John Paul Jones foram até o quarto de Bonham para ver o porque ele ainda não havia descido e encontraram ele morto. A causa da morte constatada pela perícia foi asfixia pelo vômito devido à quantidade de álcool ingerida (cerca de 40 doses, sim, 40 doses de vodka), sendo que não foram encontrados traços de drogas em seu corpo.

Existe um boato sobre a morte de Bonham de que houve um ritual de magia negra nessa mesma noite, comandado por Jimmy Page, em que Bonham teria ingerido algum tipo de bebida (algo alucinógeno que não constaria na perícia, já que ao que tudo indica ele não fez uso de drogas químicas) e a causa da morte real teria sido a consequencia desse ritual (fazer ritual não é só uma lenda, todos nós sabemos que o senhor Page era adepto dessas coisas). Page sempre se recusou a falar á fundo sobre a morte do colega, nunca deu detalhes maiores sobre tudo oque ocorreu naquela noite. (se você não conhece tããão á fundo a história da banda ou as relações de Page com coisas obscuras, o livro Fallen Angel: The Untold Story of Jimmy Page and Led Zeppelin te ajudará a saber bastante coisa). Embora essa seja mais uma 'lenda urbana' do rock digamos, nunca saberemos se foi mesmo um ritual ou John foi mais uma vítima de excessos.

A planejada turnê norte-americana foi cancelada e houve rumores de que Cozy Powell, Carmine Appice, Barriemore Barlow, Simon Kirke ou Bev Bevan, um deles seria o sucessor de John. Porém os membros restantes decidiram encerrar a banda definitivamente. Um comunicado de imprensa em 4 de dezembro 1980 foi feito: "Queremos que saibam que a perda de nosso querido amigo levou embora também o profundo sentimento que havia, que era indivisível como banda e isso nos levou a decidir que não poderemos continuar como eramos", e foi simplesmente assinado "Led Zeppelin".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Robert PlantRobert Plant
Parem de viver no passado, existe muita coisa boa nova

1340 acessosRobert Plant: Aston Martin DB5 que foi do cantor está à venda547 acessosRodrigo Y Gabriela: influência do Metal e Led no Danilo Gentili1436 acessosRobert Plant: no "Vozes Extraordinárias" do Marcio Guerra Canto0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Jimmy PageJimmy Page
A história do guitarrista registrada em fotos

GuitarristasGuitarristas
Time Magazine elege os 10 maiores de todos os tempos

Cantam muitoCantam muito
Onze dos maiores vocais isolados que você vai ouvir

0 acessosTodas as matérias da seção Fatos Importantes0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"


RodolfoRodolfo
100% arrependido das letras dos Raimundos

MetallicaMetallica
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

5000 acessosKiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosAnthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo1913 acessosChris Cornell: o legado além do Soundgarden5000 acessosStevie Ray Vaughan: "Oi, sou Stevie, alcóolatra e viciado!"5000 acessosRock In Rio I: Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginar

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de julho de 2017


Sobre Carol Manzatti

Ex-baterista, cozinheira, apaixonada por rock'n'roll. Viveria da música se possível, mas ainda não foi aceita no Iron Maiden, então seguirá só escrevendo sobre bandas. Fã do Darth Vader.

Mais matérias de Carol Manzatti no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online