Dimebag: em entrevista citando principais influências musicais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivan Júnior Urnau, Fonte: Guitar World, Tradução
Enviar Correções  

Pouco antes de morrer, Dimebag Darrell, (PANTERA, REBEL MEETS REBEL, DAMAGEPLAN) foi entrevistado pela Guitar World, para escolher as músicas que estariam em um CD retrospectivo. A história, que foi publicada na edição de Fevereiro de 2005, fazia parte dos recorrentes "60 Minutos", onde artistas eram convidados a compilar uma lista de "uma hora que embala o meu mundo".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja as principais influências musicais de Dimebag:
(Todos os comentários abaixo das músicas citadas, são de Dime).

1: KISS - 100,000 Years

"A primeira vez eu ouvi essa música, ainda estava tocando guitarra imaginária. Kiss foi por onde eu comecei. Ace sempre desempenhou as notas certas na hora certa. Quando eu vi a banda ao vivo pela primeira vez, mudou a minha vida para sempre".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2: Van Halen - Eruption

"Eu comecei a tocar guitarra quando ouvi Eruption pela primeira vez. Um cara mais velho da escola costumava dirigir na frente de minha casa tocando Van Halen. Um dia, ele chegou na minha garagem e ouvimos o álbum do início ao fim. Eu não podia acreditar no que estava ouvindo! Todas as diferentes técnicas de Eddie eram novidades. Não importa onde eu esteja, quando ouço 'Eruption', eu sempre vou ficar feliz. Ele faz apenas o melhor solo de todos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3: Black Sabbath - Into The Void

"Tony Iommi foi o pioneiro de todo aquele peso da guitarra, tocando aqueles riffs fodas blues-satânicos. Desde hoje até o fim do mundo, Sabbath vai continuar a ser influência para todas as bandas de Metal. Into The Void é um som tão ameaçador e assustador, é uma versão clássica de seu som em uma só canção. Kiss e Van Halen são mais como bandas de festas, rock n' roll, enquanto Sabbath é a banda de Metal em estado puro".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4: Iron Maiden - Wrathchild

"Esta é uma daquelas músicas que faz você levantar e botar pra foder. Steve Harris sempre escreveu essas linhas de baixo rápidas com uma pegada groove".

5: OZZY - Diary of a Madman

"Esta canção mostra um pouco de tudo que Randy Rhoads poderia fazer. Randy poderia misturar música clássica com material demoníaco. O solo de guitarra nessa música soa como se ele tivesse caindo dos céus! Eu adoro a forma como ele multiplica sua guitarra para obter um som muito grande. Se Rhoads estivesse vivo, não teria como dizer a ele onde tocar guitarra, ele era o cara".

6: Michael Schenker - Armed And Ready

"Michael Schenker tem um dom para escrever músicas. Esse cara queima através de escalas como ninguém. A principal coisa que eu sempre amei sobre Schenker e que incorporei ao meu modo de tocar é como ele gentilmente usa o pedal wah-wah e descobre o doce local onde a guitarra apenas canta. Costumo tocar músicas dele com o Damageplan durante os ensaios".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

7: Black Label Society - All For You

"Eu realmente respeito Zakk Wylde e sua ética de trabalho compulsivo. Nesse som, ele me lembra um monte o Michael Schenker: Zakk faz essa técnica também, onde ele ligeiramente abusa no wah-wah e faz gritar e chorar fazendo pentatônicas. Zakk também é um vocalista com alma, mas ele não recebe crédito suficiente sobre seu vocal".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

8: Judas Priest - Sinner

"Quando esses caras tocam, é mágico. Recentemente, vi Priest tocar 'Sinner' no Ozzfest, e chutou a minha bunda de dentro para fora".

9: Pat Travers - Gettin' Betta

"Cara, não se meta com Pat Travers. Esse cara escreve um blues assassino com riffs matadores".

10: Alice In Chains - Love Hate Love

"Esta música é brutalmente profunda. De todas as bandas grunges que saíram de Seattle, Alice in Chains foi a maior. Jerry Cantrell tem feito algumas músicas incríveis, e esta é um delas. Seria quase desleixo se outro guitarrista estivesse tocando, mas não soa assim vindo de Cantrell, porque é grunge".

11: Slayer - Raining Blood

"Esta música levou o peso tão longe... Quando eu ouvi pela primeira vez, eu não sabia o que estava acontecendo. Eles são uma banda de dois guitarristas que trabalham de uma forma brilhante. Kerry King e Jeff Hanneman reescreveram o som em escalas demoníacas. Tantas bandas tentam soar diabólicas, hardcore, mas nenhuma faz isso como Slayer".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Edu Falaschi e Luciano HuckSeparados no nascimento
Edu Falaschi e Luciano Huck

AC/DC: os últimos dias do vocalista Bon ScottAC/DC
Os últimos dias do vocalista Bon Scott


Sobre Ivan Júnior Urnau

Ivan Júnior Urnau, 19 anos, residente em Itapiranga - SC. Considera Pantera como da família. Fiel ao Blues, Southern Rock, e até música gauchesca, se for de qualidade e sangue no olho. Odeia qualquer movimento comercial de uma determinada banda "clássica". Considera-se um fã de Skynyrd, Sabbath, Molly Hatchet, e Pantera, acima de tudo. Diz-se sem idade o suficiente para impor conhecimento e experiência às pessoas, mas recomenda a música Sundown do Gordon Lightfoot para todas as pessoas que gostam de música boa.

Mais matérias de Ivan Júnior Urnau no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 GooInArt Goo336 Cli336 Goo336