Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemO dia que Serguei fez um react do clipe de "Recomeçar", o hit do Restart

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagem"Metal Tour Of The Year" chega ao fim e Megadeth agradece bandas participantes

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022


Queen: Bowie, Mercury e a história de Under Pressure

Por Ferrr Barone
Fonte: Open Culture
Em 08/06/13

No verão de 1981, a banda britância Queen estava gravando faixas para seu décimo álbum de estúdio, Hot Space, nos Mountain Studios em Montreux, Suíça. Enquanto isso acontecia, David Bowie agendou um horário no mesmo estúdio para gravar a música-título para o filme Cat People. Depois de um tempo, Bowie parou para ouvir as sessões do Queen e se juntou a eles. A ideia original era adicionar vocais à música "Cool Cat".

"David chegou em uma noite e estávamos tocando músicas de outros artistas por diversão, só praticando", diz o baterista do Queen, Roger Taylor, no livro de Mark Blake "Is This the Real Life?: The Untold Story of Freddie Mercury and Queen" (Isso é a vida real?: a história não contada de Freddie Mercury e Queen). "No final, David disse 'isso é estúpido, por quê não escrevemos uma?'" E então começou uma maratona de 24 horas regadas, de acordo com Blake, a vinho e cocaína. Construída a partir da linha de baixo marcante de John Deacon, a música foi escrita em sua maior parte por Mercury e Bowie. Blake descreve a cena, começando pelas lembranças do guitarrista do Queen:

"Sentimos nosso caminho por uma backing track juntos, como um grupo", lembra Brian May. "Quando a backing track estava pronta, David disse 'Ok, vamos para a cabine do microfone separados e cantaremos como achamos que a melodia deveria sair do topo das nossas cabeças - e vamos compilar um vocal com isso'. E foi o que fizemos." Algumas dessas improvisações, incluindo os vocais memoráveis de Mercury no início da música, ainda estariam na faixa finalizada. Bowie ainda insistiu para que ele e Mercury não ouvissem o que o outro cantou, trocando versos às vegas, o que ajudou a música a ter a sensação de "copiado e colado".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Foi muito difícil", May disse em 2008, "porque você já tinha quatro rapazes precoces e David, que era precoce o suficiente para todos nós. As paixões subiram alto demais. Achei isso bem difícil porque não fiz quase nada do meu jeito. Mas David tinha uma visão real e ele literalmente tomou a música para si". A música era intitulada originalmente "People on Streets", mas Bowie queria mudar para "Under Pressure". Quando chegou a hora de mixar a música nos estúdios Power Station, em New York, Bowie insistiu em estar lá. "Isso não funcionou muito", Blake cita a frase do engenheiro do Queen, Reinhold Mack. "Passamos o dia inteiro com Bowie dizendo 'Faça isso, faça aquilo'. No final, chamei Freddie e disse 'Preciso de ajuda aqui' e Fred veio como mediador". Mercury e Bowie discutiram duramente sobre a mixagem final. A certa altura Bowie ameaçou bloquear o lançamento da música, mas foi questionado pelo público em 26 de Outubro de 1981 e eventualmente alcançou o número 1 dos tablóides britânicos Mais tarde a canção foi nomeada a 31ª da lista das 100 melhores músicas dos anos 80 pela VH1. "'Under Pressure' é uma música significante para nós", May disse em 2008, "e isso foi por causa de David e do conteúdo de suas letras. Eu teria achado difícil admitir nos velhos tempos, mas posso admitir isso agora... Mas um dia eu adoraria sentar sozinho e re-remixar a música."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de ouvir às faixas vocais isoladas acima, você pode ouvir o lançamento do mix oficial de 1981 abaixo:

Via That Eric Alper.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Freddie Mercury: Cinebiografia mentirosa chega à Netflix


Sobre Ferrr Barone

Fernanda é jornalista, professora de inglês e amante de música. Começou a ouvir metal desde pequena, mas aos 11 anos se dirigiu mais ao estilo ouvindo Avantasia, Angra e Nightwish. Decidiu cantar sob a influência de Tarja Turunen. Estudou canto lírico e agora estuda belting. Já teve uma banda (que não deu certo). Ama escrever, ir a shows e ver filmes. É atualmente uma das mantenedoras do site FlooRocks, o fã-clube da Floor Jansen no Brasil.

Mais matérias de Ferrr Barone.