Matérias Mais Lidas

imagemNoel Gallagher revela seu único arrependimento em sair do Oasis

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemAvião de Edu Falaschi enfrenta granizo e banda relata pânico: "Quase morremos"

imagemJohn Frusciante conta como "espíritos" auxiliam seu processo criativo

imagemOzzy Osbourne homenageia Randy Rhoads em suas redes sociais

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemAerosmith cancela segundo show após Steven Tyler adoecer

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemBlackie Lawless relembra encontro inusitado com Cliff Burton em backstage

imagemO dia que Digão assistiu ensaio da Legião Urbana sem saber que era a banda

imagemO malévolo King Diamond registra encontro com Michael Sweet, ícone do rock cristão

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Jinjer: a representação definitiva da música pesada moderna

Resenha - Wallflowers - Jinjer

Por Alexandre Veronesi
Postado em 29 de agosto de 2021

Nota: 10

A Ucrânia é um país do leste europeu, dominado pelo cristianismo ortodoxo, e que nem de longe possui qualquer tradição no universo da música pesada. Contrariando todas as estatísticas, é exatamente de lá - da cidade de Donetsk, para ser bem específico - que vem a mais recente sensação do Metal mundial: JINJER.

O grupo, fundado em 2009 e atualmente composto por Tatiana Shmailyuk (vocal), Roman Ibramkhalilov (guitarra), Eugene Abdukhanov (baixo) e Vladislav Ulasevich (bateria), vêm gerando uma enorme repercussão no cenário internacional do Heavy Metal, especialmente por sua incomum habilidade em incorporar elementos diversos de outros estilos musicais ao Metalcore (com o perdão da leviandade, afinal o som do quarteto vai muito além desse simples rótulo), e os versáteis vocais de Tatiana, que passeiam entre o "clean" e o gutural com desenvoltura e domínio ímpares.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2021 marca o lançamento do quarto álbum de estúdio do JINJER, "Wallflowers", trabalho concebido em meio à pandemia, e precedido por grandes expectativas da parte dos fãs e apreciadores ao redor do globo. Mas, será que tal espera foi devidamente compensada?

O disco tem início com as pesadíssimas "Call Me A Symbol" e "Colossus", em que somos submetidos a incontáveis variações de andamento, passagens instrumentais excepcionalmente técnicas, e os furiosos guturais de Tatiana, por vez que outra intercalando com vocalizações mais suaves. Em "Vortex" e "Disclosure!" há uma leve desaceleração comparando ao ritmo frenético de outrora, mas ainda assim contendo lampejos de extrema agressividade (principalmente na primeira), e a audição segue com "Copycat", que se evidencia por entrepor trechos retirados diretamente do Thrash Metal em meio à sonoridade característica do grupo. Já no caso de "Pearls And Swine", com sua introdução pouco convencional, e "Sleep Of The Righteous", a cadência predomina. Ambas as canções ostentam algumas passagens bem lentas, e com um alto teor de groove presente, como já é praxe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A deliciosa e melancólica faixa-título "Wallflower" se mostra altamente imersiva, com absoluto destaque para a interpretação intimista de Tatiana, além das linhas trabalhadas de contrabaixo que conduzem o ritmo. em "Dead Hands Feel No Pain" o groove retorna com força total, apoiando as transições vocais do limpo ao gutural extremo - popularmente conhecido como "cavernoso" - enquanto "As I Boil Ice" traz uma pegada quase esquizofrênica, com quebras e variações que vão de um limite a outro de maneira imprevisível, o que também ocorre em "Mediator", último som da bolacha, que começa em uma passagem veloz com pitadas de Technical Death Metal, posteriormente adquirindo tons e andamentos diversificados, com a maestria e excelência que a banda demonstra costumeiramente. Final apoteótico para um trabalho maduro e irretocável.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em suma, as expectativas citadas alguns parágrafos atrás não apenas foram cumpridas, mas amplamente superadas. "Wallflowers" já nasceu grande, e de imediato torna-se um dos principais registros da música pesada em 2021, provando definitivamente que a ascenção meteórica do JINJER ainda está muito longe de cessar.

Jinjer - Wallflowers (2021)
Gravadora: Napalm Records
Data de lançamento: 27/08/2021

Tracklist:
01 - Call Me A Symbol
02 - Colossus
03 - Vortex
04 - Disclosure!
05 - Copycat
06 - Pearls And Swine
07 - Sleep Of The Righteous
08 - Wallflower
09 - Dead Hands Feel No Pain
10 - As I Boil Ice
11 - Mediator

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Line-up:
Tatiana Shmailyuk - vocal
Roman Ibramkhalilov - guitarra
Eugene Abdukhanov - baixo
Vladislav Ulasevich - bateria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bloodstock libera show completo do Jinjer na edição de 2022 do festival

Resenha - Jinjer (Carioca Club, São Paulo, 01/10/2022)

"Estou perdendo minha fé na música", diz Tatiana Shmayluk, vocalista do Jinjer

A opinião de Diva Satanica, da Nervosa, sobre Tatiana Shmailyuk do Jinjer

Heavy metal: dez bandas que foram formadas no Leste Europeu

Históricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Raul Seixas: O clássico inspirado em Dylan que driblou censura e criticou Roberto Carlos


Sobre Alexandre Veronesi

Colaborador sem descrição cadastrada.

Mais matérias de Alexandre Veronesi.