RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Celaris: estreia segura faz da banda um nome promissor

Resenha - In Hiding - Celaris

Por Victor de Andrade Lopes
Postado em 21 de outubro de 2020

Nota: 8

Diretamente da Carolina do Norte, na costa leste estadunidense, chega mais uma banda para engrossar o caldo de nomes do metal progressivo que vêm surgindo aos montes.

Apostando no estilo "djent" e tendo como diferencial uma mulher (Rachel Pappalardo) em uma das guitarras, o quinteto Celaris estreia em outubro seu primeiro álbum-quase-EP, In Hiding. Completam a formação Chris Hesla (vocais), Jon Pearson (guitarra), Dan Mungal (baixo) e Josh Rush (bateria).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se a abertura "A Manfold in Paradise" mostra que eles pretendem apostar em vocais guturais bem metalcore e passagens melódicas típicas de grupos como Between the Burried and Me, Periphery e TesseracT, "Reprieve, Release" chega com mais ênfase no peso e "Regenerate" abusa da serenidade para construir um ápice que nunca chega - mas a situação é resolvida pela intensa "The Torus Separation".

"Hemostasis" é outro instrumental, desta vez mais curto e configurando uma ponte de verdade, agora para a pesada e também ótima "Hastur". E a breve jornada se encerra na notável "Escharotic".

O elemento mais marcante da música do Celaris é a alternância constante entre vocais melódicos acompanhados de dedilhados quase eletrônicos e guturais ritmados por riffs djent martelantes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum tem potencial para constar nas famosas listas de melhores lançamentos prog do ano, mas não vejo o quinteto como uma banda "pronta". Você nota nos arranjos uma certa inocência e uma busca por uma identidade que ainda não chegou. Mas o segundo trabalho deles - seja para quando for - tem alta possibilidade de dar o próximo passo natural, que é a evolução, o amadurecimento.

Abaixo, a faixa "A Manifold in Parallel".

Track-list:
1. "A Manifold in Parallel"
2. "Reprieve, Release"
3. "Regenerate"
4. "The Torus Separation"
5. "Hemostasis"
6. "Hastur"
7. "Escharotic"

FONTE: Sinfonia de Ideias
http://bit.ly/celaris

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais

Slayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.
Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.