350Teric: Lançamento do 27º trabalho

Resenha - Hajan Me - 350Teric

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por José Sinésio Rodrigues
Enviar correções  |  Ver Acessos

No dia 1 de fevereiro de 2020, o grupo 350TERIC (lê-se Esoteric), da Macedônia do Norte, lançou seu 27º trabalho. Sim, é isso mesmo: 27º trabalho (!), se incluirmos os álbuns, EPs e singles.

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas não se engane: quantidade não é qualidade. O que se ouve neste trabalho - um single - chamado Најди ме (tradução: Encontre-me) é uma música que segue o mesmo tipo de som habitualmente abordado pelo sujeito (ah, sim, me esqueci de dizer: o 350TERIC é um projeto formado por um único integrante): um metalzinho progressivo quase sem vocal, que não impressiona.

Recomendado apenas para fãs incondicionais.

Até aparecem uns vocais guturais, mas estes não impressionam em nada; afinal, música precisa de mais que isso para ser boa.

Uma grande dúvida persiste: como um sujeito que já lançou mais de vinte álbuns ainda não atingiu maturidade para fazer um álbum que seja pelo menos mediano?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "350teric"


Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo


Sobre José Sinésio Rodrigues

José Sinésio Rodrigues mora em Londrina, no Paraná. É professor de Ciências, agente penitenciário, aluno de Geografia e coordenador de Astronáutica de um grupo de Astronomia londrinense. É também palestrante, escritor, quadrinista, contista, ex-radialista e ex-colunista de jornal. Seu contato com o Rock aconteceu com o Faith No More e Pearl Jam, no início da década de 1990. Suas bandas favoritas são: My Dying Bride, Monster Magnet, Dominus Praelii, Acrassicauda, Slayer, Fejd, Arkona e Anabioz.

Mais matérias de José Sinésio Rodrigues no Whiplash.Net.

Cli336x280