Brutal Truth: Condições extremas exigem respostas extremas

Resenha - Extreme Conditions Demand Extreme Responses - Brutal Truth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9

Fundada na cidade de Nova York / EUA em 1990. Após alguns shows, a banda assina com uma gravadora inglesa, que lança o álbum em questão. Em seguida, no mesmo ano, lançam o EP Perpentual Conversion. Após várias turnês e os mini-álbuns Neglect e Birth of Ignorance o baterista Scott Lewis deixa a banda, sendo substituído por Rich Hoak, que ficaria até a completa separação do grupo.

Influências: Folk Metal e Música CeltaRaimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

O Brutal Truth NAO foi pioneiro do grindcore na América do Norte (o Repulsion já fazia isso em 1986). Apensar de suas músicas serem ultra-rápidas, violentas e sem qualquer traço de melodia ou sutileza, o grande mérito do grupo foi o de levar o gênero para novos horizontes. E o que digo pode ser verificado pela audição do álbum do qual agora falaremos.

Foi nesse ponto que as linhas entre a cena do grindcore (até aquele momento, um ramo do punk) e a cena do metal (em particular o death metal) começaram a se entrelaçar. O grindcore era punk, mas a partir deste ponto se tornou uma espécie de terreno neutro para punks e bangers se encontrarem. Como resultado, duas cenas que passaram a década de 1980 se confrontando, começaram a dialogar. Como efeito, ao longo dos anos 90, as bandas Crust radicalizaram sua posição em relação a ideologia anarco-punk, enquanto as [bandas] grindcore passaram a influenciar as bandas thrash metal e a se deixar influenciar por elas.

Com toda essa carga de lucidez, Extreme Conditions Demand Extreme Responses é mais um manifesto do que um slogan. Com músicas como Stench Of Profit e Anti-Homophobe a banda demonstrava um nível de amadurecimento que outras bandas da mesma época não haviam atingido. Um exemplo disto é que as questões anti homofobia só vieram a ser discutidas abertamente muitos anos mais tarde. Quando Mark "Barney" Greenway acendeu como letrista, o nível dos argumentos se tornaram bastante elevados, mas foi com o Brutal Truth que as bandas grindcore passaram a se sentir engajadas num movimento em que a raiva por si só, não era tão relevante.

H.O.P.E., ao contrário do que podemos esperar, fala de desesperança, e figura como um dos destaques deste álbum composto de 15 faixas que totalizam 45:12.

Conceitualmente, "Extreme Conditions" denota uma visão escatológica sobre como as coisas devem ser resolvidas. Contribuiu para tanto, o trabalho do produtor Colin Richardson que, ao privilegiar a crueza absoluta, conseguiu, juntamente com a banda, ressignificar a marca do grindcore no universo da arte em geral. E mais, deu brilho às imperfeições do processo de gravação.

Por fim, a formação que gravou este disco é mais conhecida pela participação dos integrantes em bandas de metal. E, de fato, ao introduzir uma sonoridade mais "metal" na fórmula do grindcore, a banda ajudou a popularizar o estilo em muitos cantos do mundo. Danny Lilker foi guitarrista do Anthrax, SOD e Nuclear Assault, Scott Lewis foi baterista do Exit-13, Kevin Sharp foi vocal do Damaged e Brent "Gurn" McCarthy foi guitarra do John Connelly Theory.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Brutal Truth"


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 2009


Influências: Folk Metal e Música CeltaInfluências
Folk Metal e Música Celta

Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Evanescence: estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filhoEvanescence
Estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

O endereço do Rock: 8 locais imortalizados em músicas famosasO endereço do Rock
8 locais imortalizados em músicas famosas

Bruce Dickinson: o som do primeiro disco do Iron Maiden é uma merdaBruce Dickinson
O som do primeiro disco do Iron Maiden é uma merda


Sobre Ricardo Cunha

Editor no site Esteriltipo - Marketing de Conteúdo.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336