RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Helloween: Rabbit Don't Come Easy é um disco com boas canções

Resenha - Rabbit Don't Come Easy - Helloween

Por André Domingues
Postado em 04 de março de 2018

Nota: 7

O nome do disco veio da expressão inglesa "tirar coelhos da cartola", que seria o mesmo que fazer uma coisa com facilidade, foi criado por Markus e Weikath foi o autor do conceito da capa. O título estranho (lembra Pink Bubbles Go Ape) veio da ideia que às vezes é difícil tirar o coelho (álbum) da cartola.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Just a Little Sign abre o disco de forma épica. Escrita por Deris, a música é bem melódica e o vocalista detona com seus poderosos vocais. Tem um belo refrão. Em seguida, Open Your Life com sua ótima introdução é a primeira contribuição do novo guitarrista Sascha Gerstner, o qual divide a autoria da canção com Andi. O refrão, as partes orquestradas e os solos são perfeitos. Sua letra fala sobre abrir a mente (pensar por conta própria e não acreditar em tudo que a televisão diz) e tem uma alfinetada aos pastores modernos de tv.

The Tune é do mestre Weikath: melódica e com letras positivas. A faixa é acelerada e tem um refrão muito bom. Além de linhas vocais melódicas de Deris, tem ótimos duetos de guitarra. Na sequência, outra de Andi, Never Be a Star, que é bem ao estilo de Perfect Gentleman. Típica música do vocalista e uma ótima e empolgante canção. Traz linhas de baixo muito boas, assim como os refrões e coros.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Liar foi escrita pelo trio Deris/Sascha/Markus. A faixa é pesada e tem vocais agressivos, principalmente em seu refrão. Beira ao Thrash com riffs poderosos. O solo de introdução é demais e é retomado no final da música. Sun 4 the World tem uma intro na qual Sascha toca cítara, dando um clima bem oriental para a canção. Tem um ótimo riff pesado e sua letra foi escrita por Deris, mas a música é de autoria de Sascha. O refrão é melódico e genial.

A balada Don’t Stop Being Crazy é uma homenagem de Andi para sua esposa. Bonita canção e com um belo refrão. Weikath retorna com Do You Feel Good que é bem climática e diferente. Uma ótima canção, empolgante, com direito a solos maravilhosos e arranjos muito bons de teclados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hell Was Made in Heaven. Eis o hino do disco e uma das melhores composições da história do Helloween. A canção de Markus, com letras feitas por Deris, é perfeita. Ótima introdução poderosa, riffs espetaculares, refrões bonitos e cativantes, percussão afiada, boas linhas vocais, solos e duetos de guitarra de outro mundo. A música é pesada melódica e agressiva. Obra-prima do baixista simpático e inspirado.

Outra ótima composição é a porrada Back Against the Wall. Tem um riff maravilhoso de Weikath e vocais agressivos de Deris. Inclusive a faixa foi escrita por essa dupla. O poderoso riff retorna no refrão, o dando ainda mais força. Além de ter solos bem legais.

Listen to the Flies, de Andi e Sascha, é muito boa. Tem um refrão muito bom, mas o grande destaque são seus solos épicos e criativos. Inclusive os de baixo e o de bateria. Perfeita.

E para fechar o disco, Nothing to Say, outro petardo de Weikath. Pesada, com ótimos vocais, groove de guitarra e um refrão que flerta com reggae. Com aproximadamente nove minutos é a faixa mais longa do álbum e conta com a pegada e levada poderosa do baterista Mikkey Dee. Os solos são maravilhosos e a canção chega até a ser meio progressiva por suas variações de climas e andamentos. No final, Deris faz uma referência a Stargazer e Mistreated em homenagem ao Dio. O vocalista se destaca e muito na canção. No finalzinho da faixa, os sapos que rondavam o estúdio aparecem coaxando e encerrando o álbum de forma cômica e divertida.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ano: 2003
Gravadora: Nuclear Blast

Formação:
Andi Deris (vocais)
Michael Weikath (guitarra)
Sascha Gerstner (guitarra)
Markus Grosskopf (baixo)
Mikkey Dee (bateria)

* Mark Cross (bateria) nas faixas 7 e 11

Rabbit Don't Come Easy

1. "Just a Little Sign" (Deris) 4:25
2. "Open Your Life" (Deris,Gerstner) 4:30
3. "The Tune" (Weikath) 5:35
4. "Never be a Star" (Deris) 4:10
5. "Liar" (Deris,Gerstner,Grosskopf) 4:55
6. "Sun 4 the World" (Deris,Gerstner) 3:57
7. "Don't Stop Being Crazy" (Deris) 4:21
8. "Do You Feel Good" (Weikath) 4:22
9. "Hell Was Made in Heaven" (Deris,Grosskopf) 5:33
10. "Back Against the Wall" (Deris,Weikath) 5:44
11. "Listen to the Flies" (Deris,Gerstner) 4:54
12. "Nothing to Say" (Weikath) 8:29

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Rabbit Don't Come Easy - Helloween

Resenha - Rabbit Don't Come Easy - Helloween

Resenha - Rabbit Don't Come Easy - Helloween

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

Michael Kiske: "Weikath se virou contra mim e queria Andi"

Helloween: Análise vocal de Michael Kiske

Helloween: a banda que não soube ser grande


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Domingues

Apaixonado por Metal e guitarra, sou formado em Música, gosto de escrever, ler, tocar e escutar músicas.
Mais matérias de André Domingues.