RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Stamp

Body Count: Raça, classe e violência sob um ponto de vista pessoal

Resenha - Bloodlust - Body Count

Por Ricardo Cunha
Postado em 16 de dezembro de 2017

Em 1992 o RAP estava na moda. Auge dos bailes funk, que movimentavam as periferias nos clubes espalhados pelos país. Ambiente no qual o RAP também predominava. Naquelas festas as principais atrações eram a "equipes de som" que colocavam "música eletrônica" para fazer a cabeça da juventude naquele momento de abertura econômica…

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na mesma ocasião, por volta dos 17/18, ensaiava meus primeiros "ficas", mas as garotas eram bem cruéis então normalmente me sentia frustrado por "agarrar" quase ninguém. Foi mais ou menos nesse cenário que comecei a gostar de rock, com pouca referência ao estilo mas, sob um forte sentimento de inadequação. Assim, fui guiado pelos próprios instintos para a música pesada. E nesse sentido, o Body Count, como umas das primeiras bandas a misturar RAP com Metal, acabou servindo como uma influência direta para que viesse a assumir meu gosto pelo rock pesado. Começava ali, a expurgar toda espécie de sentimentos de revolta e de inconformismo, pois a música dos caras funcionava como uma espécie de resgate do sentimento punk do final dos 70, que só fui experimentar de verdade, bem mais a frente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hoje, com Bloodlust tenho a oportunidade de reviver todo aquele vapor dos anos 90. Aliás, desde Cop Killer não ouço um som tão "puto" como esse. E o mais interessante é que, apesar da atualidade, os temas continuam absolutamente os mesmos. De acordo com as palavras de Ice-T, líder do grupo: "Este disco em particular imerge em elementos de raça, classe social e violência sob um ponto de vista muito pessoal. O disco conta com convidados especialíssimos como é o caso de Dave Mustaine participando em "Civil War"; Max Cavalera, em "All Love is Lost"; e Randy Blythe, do Lamb Of God, em "Walk With Me...". Destaque também para os covers primorosos de Raining in Blood/Postmortem, do Slayer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tracklist:

01 - Civil War
02 - The Ski Mask Way
03 - This Is Why We Ride
04 - All Love Is Lost
05 - Raining in Blood / Postmortem 2017
06 - God, Please Believe Me
07 - Walk With Me...
08 - Here I Go Again
09 - No Lives Matter
10 - Bloodlust
11 - Black Hoodie

Nota 9.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Rock And Roll Hall Of Fame: 10 bandas elegíveis para 2018

Nu-Metal: 10 trabalhos que definem as raízes do gênero


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ricardo Cunha

Editor no site Esteriltipo - Marketing de Conteúdo.
Mais matérias de Ricardo Cunha.