RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemA banda que Mustaine achou que pudesse ser a nova encarnação dos Beatles (e não foi)

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemBillie Joe Armstrong acorda antes de setembro acabar e mostra o corpo em Miami Beach

imagemAnthrax: Scott Ian revela qual música ele apagaria da história da banda

imagemComo o Pixies influenciou o maior hit do Nirvana, segundo Kurt Cobain

imagemJoão Gordo e Casagrande conversam sobre soluções inteligentes para a Cracolândia

imagemSteve Harris explica a mudança no tracklist do "The Number of the Beast"

imagemCorey Taylor chama vocalista do Maroon 5 de idiota

imagemCorey Taylor diz que Joey Jordison era um verdadeiro gênio

imagemRobert Trujillo tomou capote e quase estragou show de Ozzy Osbourne

imagemResenha - Guns N' Roses (Porto Alegre, 26/09/2022)

imagemMetallica queria que o Mars Volta tocasse uma música. Não tocaram. O Metallica tocou.


NFL Steve Harris

Sinister: experiência ao fazer death metal de qualidade

Resenha - Syncretism - Sinister

Por Mário Pescada
Em 01/12/17

Nota: 8

Ter a experiência de quase 30 anos faz uma baita diferença na história de qualquer um. Cria respeito, dá prestígio e serve de exemplo aos mais jovens.

Para os experientes holandeses do SINISTER, o lançamento de "Syncretism" (2017) mostra que a banda ainda tem muito a oferecer. O disco pode figurar como um dos melhores discos de death metal do ano tranquilamente.

E o que você vai ouvir de tão bom assim em "Syncretism"? Meu amigo, death metal old school, das antigas, raiz, enfim, o nome que você quiser dar, feito de uma forma muito competente e com passagens que deixam as faixas diferenciadas uma das outras, sem fazer com que o disco soe como um bloco maciço de músicas.

Então quer dizer que os caras mudaram? Não necessariamente, afinal a essência está ali: death metal bruto, sem dó, com riffs cortantes e bateria socando. O que fizeram, sabiamente, foi colocar partes mais elaboradas nas músicas como forma de sair do lugar comum e se destacar na miríade de bandas de hoje.

Ouça os teclados em faixas como "Rite Of The Blood Eagle", "Black Slithering Mass" e "Confession Before Slaughter": sutil, mas suficiente para dar aquele ar fúnebre e perdão da palavra, sinistro as músicas.

Para quem gosta de death metal e procura ouvir músicas diferentes mantendo a essência do estilo, "Syncretism" é um disco que deve ser ouvido. Em tempo: a Hellion Records lançou a versão nacional, sem desculpas para não ouvir esse petardo.

Talvez o segredo do SINISTER nesses anos todos seja mesmo gostar do que se faz, afinal, como clama a banda na sua página no Facebook, "AMOR PELO DEATH METAL!!!!!!!"

Confira a faixa de abertura "Neurophobic".

Formação:
Aad Kloosterwaard - vocais
Dennis Hartog - guitarras
Ricardo Falcon - guitarras
Toep Duin - bateria
Ghislain Van Der Stel - baixo
Carsten Altena - teclados

Faixas:
01 Neurophobic death bruto depois de uma sinistra intro
02 Convulsions Of Christ
03 Blood-Soaked Domain
04 Dominance By Acquisition
05 Syncretism
06 Black Slithering Mass
07 Rite Of The Blood Eagle
08 The Canonical Rights
09 Confession Before Slaughter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada.