Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Blink-182: Travis Barker está namorando uma das irmãs Kardashian, diz siteBlink-182
Travis Barker está namorando uma das irmãs Kardashian, diz site

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava

Iced Earth: Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Smith/Kotzen: primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklistSmith/Kotzen
Primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklist

Faith No More: todas as faixas do magnífico The Real Thing, da pior para a melhorFaith No More
Todas as faixas do magnífico "The Real Thing", da pior para a melhor

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista


Matérias Recomendadas

Black Sabbath: O ataque com um queijo fedido ao pobre Bill WardBlack Sabbath
O ataque com um queijo fedido ao pobre Bill Ward

Metal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?Metal
Adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

Brian Johnson: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaBrian Johnson
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Nirvana: 20 coisas que você não sabia sobre NevermindNirvana
20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"

Rock In Rio 1991: 10 curiosidades sobre a 2ª edição do eventoRock In Rio 1991
10 curiosidades sobre a 2ª edição do evento

Dead Daisies
Stamp

Wael Daou: um trabalho brilhante em cada detalhe

Resenha - Sand Crusader - Wael Daou

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

10

Finalmente chega ao mercado o novo trabalho do talentosíssimo guitarrista paraense Wael Daou, sem dúvida um dos músicos mais brilhantes de nosso cenário. E desde a apresentação do material, até o seu conteúdo completo, tudo aqui beira à perfeição, o que nos faz concluir desde o início que já se trata de um novo clássico do metal nacional que surge.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O trabalho anterior de Wael, o EP "Ancient Conquerors", já dava mostras de todo o talento do músico, tanto na parte das composições, como na execução das faixas, aliando peso, melodia e técnica com maestria. E, mesmo assim, desta vez o trabalho superou todas as expectativas, sendo daquelas obras de fazer cair o queixo até daqueles com o ouvido bastante calejado no estilo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em primeiro lugar, não há como não mencionar que a inclusão de mais vozes nas faixas fez toda a diferença, com ótimas variações, seja nos momentos mais guturais e furiosos (a maioria), seja líricos e emocionais.

Além disso, a variedade sonora aqui presente é impactante, e mesmo sem nunca deixar o peso e a brutalidade de lado, temos diversas incursões nas mais variadas vertentes musicais por aqui, em especial as influências da sonoridade do oriente médio (de onde Wael descende), além de Jazz, Fusion e até new age e música clássica. Cada detalhe parece milimetricamente pensado e executado, tamanha a consonância que tudo exara.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No lado do metal, temos também uma grande gama de subgêneros aqui presentes, como o groove, o death, o metalcore, o thrash, o djent e o progressivo, tudo harmonicamente apresentado, com uma organicidade brilhante.

E tudo isso aliado à competência e ao virtuosismo de Wael (em prol da música em si, e não apenas visando exibicionismos), fazem de "Sand Crusade" uma verdadeira obra prima.

As guitarras pesadíssimas e intricadas (de 08 cordas) de Wael dão a tona em cada uma das 07 faixas do álbum, trazendo claras influências de monstros como Jeff Loomis, Dino Cazares e John Petrucci, mas com uma personalidade própria diferenciada, que já emergia em seu primeiro EP, e aqui flui com muito mais evidência.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Scourge of Humanity" e "Thorns of Joy" mostram o lado mais extremo do músico, exalando fúria em cada entonação, e com ótimas linhas guturais de Bruno Dourado na primeira, e Leon Ferreira na segunda, além de muita técnica instrumental.

Já a faixa título, embora mantenha o peso, é mais progressiva e introspectiva, com várias mudanças de andamento, além das belas linhas vocais, que aqui contam Eduardo Lobo, Luiz Klaud e Mira Said.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por sua vez, as duas partes de "The Awakening" (a primeira mais brutal, e a segunda mais progressivos é melódica) são as únicas totalmente instrumentais do material, mostram uma banda entrosada, e Wael esbanjando todo seu talento, com riffs e solos matadores.

Finalizando o trabalho, a magistral e épica "Power to Believe" (na qual o instrumental prevalece, havendo apenas alguns diálogos de vozes), que mescla um peso cavalar, com momentos mais claros e intimistas, e a emocional "Mira", com arranjos belíssimos e tocantes mostram que realmente temos em mão uma obra muito especial.

Mas não é só, meu caro amigo leitor, pois temos ainda aqui 02 discos bônus. Sim, isso mesmo, o lançamento aqui é um material triplo, embalado em um belíssimo digipack, com arte maravilhosa (para varia) de Gustavo Sazes.

No CD2, temos novas  versões das músicas lançadas no EP "Ancient Conquerors", que aqui ficaram ainda mais matadoras e melhor produzidas. Já o disco três é um DVD coom as versões animadas de todas as faixas do CD1, além de três playthroughs, tudo repleto novamente de artes exclusivas de Sazes.

Assim, fica claro que temos aqui um trabalho fantástico, que supera todas as expectativas, com um grau de profissionalismo de causar inveja a artistas já consagrados, inclusive do mercado nacional, e que entra facilmente como um dos melhores álbuns de 2017.

E, sem rasgação de seda, só nos resta aplaudir de pé Wael Daou, e escutar o álbum como se não houvesse amanhã...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sand Crusade - Wael Daou
(Independente)


Tunecore
Malvada
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?Sinceridade
E se as capas de discos dissessem a verdade?

Sons Of Anarchy: a obra-prima televisiva e sua fantástica trilha!Sons Of Anarchy
A obra-prima televisiva e sua fantástica trilha!


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.