Overkill: The Grinding Wheel na zona de conforto

Resenha - Grinding Wheel - Overkill

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcel W. Cousseau
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

No dia 10 de fevereiro de 2017 é lançado pela gravadora Nuclear Blast o décimo oitavo álbum de estúdio da banda americana OVERKILL, "The Grinding Wheel". Se você espera encontrar peso e fidelidade ao estilo da banda, você irá encontrar, porém nada mais que isso. O OVERKILL vem mantendo um padrão de composição musical desde "Ironbound", mas imagino eu que por estarem lançando álbuns com pouco intervalo de tempo, as composições vem perdendo um pouco de qualidade. Claro que o disco está longe de ser ruim, porém confesso que como fã, esperava algo no mínimo no nível dos ótimos "Ironbound (2010)" e "Eletric Age (2012)".

Ummagumma: Desentendimentos e confusões... o que é rock progressivo?Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Mas falando de "The Grinding Wheel", ele foi muito bem produzido, (o produtor do álbum é nada mais nada menos que a lenda Andy Sneap) e mantem o nível de qualidade de gravação dos últimos álbuns da banda. Os destaques ficam por conta das músicas que já haviam sido lançadas anteriormente, duas delas em "lyric vídeo", no caso "Mean, Green, Killing Machine" e "Our Finest Hour". O terceiro destaque fica a cargo de "Goddamn Trouble" que tem até um vídeo oficial. Tirando as músicas já citadas, temos aquelas que merecem ser lembradas pelos bons momentos, onde se encaixam neste tópico "Shine On" com um riff para quebrar o pescoço e um ótimo refrão, "Red White and Blue" com uma ponte no meio da música para botar abaixo uma casa de shows em uma "roda metal", e com um final épico e muito bem trabalhado a faixa titulo "The Grinding Wheel". O álbum ainda traz um bônus, que se trata da música "Emerald", ela é cover do THIN LIZZY. Vale ressaltar o desempenho vocal de Bobby "Blitz" Ellsworth que hoje está com 57 anos de idade e ainda mantém o mesmo timbre de voz dos anos 90.

O álbum é altamente indicado para fãs e amantes do bom e velho thrash metal oitentista.

Track List:
1. "Mean, Green, Killing Machine"
2. "Goddamn Trouble"
3. "Our Finest Hour"
4. "Shine On"
5. "The Long Road"
6. "Let's All Go to Hades"
7. "Come Heavy"
8. "Red White and Blue"
9. "The Wheel"
10. "The Grinding Wheel"
Bonus Track
11. "Emerald" (Thin Lizzy cover)


Outras resenhas de Grinding Wheel - Overkill

Overkill: Mostrando o alto nível de sua fase atual




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Overkill"


Ramones: bandas de metal que já gravaram versões da bandaRamones
Bandas de metal que já gravaram versões da banda

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1989

2000 a 2002: 10 shows/turnês pouco comentados2000 a 2002
10 shows/turnês pouco comentados


Ummagumma: Desentendimentos e confusões... o que é rock progressivo?Ummagumma
Desentendimentos e confusões... o que é rock progressivo?

Guitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os temposGuitar World
As 50 melhores canções de Rock de todos os tempos

Curiosidades: As histórias por trás de 11 capas clássicasCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Demonstrações de afeto: fotos de rockstars que já se beijaram, parte 1Demonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram, parte 1

Chris Cornell: falando sobre suicídio em entrevista de dez anos atrásChris Cornell
Falando sobre suicídio em entrevista de dez anos atrás

Iron Maiden: Essa não é a última turnê e 2018 trará surpresasIron Maiden
Essa não é a última turnê e 2018 trará surpresas


Sobre Marcel W. Cousseau

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336