Kreator: Retomando o posto de maior banda européia de thrash

Resenha - Gods of Violence - Kreator

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

E eis que a lenda do thrash metal germânico acordou novamente! Depois do apenas regular “Phanton Antichrist”, temos aqui uma verdadeira obra digna da carreira do KREATOR, mantendo os elementos mais melódicos dos últimos trabalhos, mas com o peso do thrash realçado, fazendo de “Gods of Violence” o melhor álbum da banda desde o já clássico “Violent Revolution”.

400 acessosKreator: banda está na trilha sonora de Dark, nova série da Netflix5000 acessosHeavy Metal: os 11 melhores álbuns da década de 70

Com uma produção excelente da dupla Jens Brogen (produção e mixagem) e Tony Lindgren (masterização), o álbum é uma verdadeira ode à brutalidade, seja no aspecto lírico, seja no sonoro, com Mille Petrozza (vocais, guitarras), Sami Yli-Sirniö (guitarras), Christian "Speesy" Giesler (baixo) e o monstro Ventor (bateria) dando mais uma verdadeira aula de música extrema de qualidade.

Após o começo bombástico e apocalíptico com a instrumental “Apocalypticon”, o quarteto já sai quebrando tudo com a trinca “World War Now”, “Satan is Real’ e “Totalitarian Terror”, que mostram bem a excelência dessa fase da banda, com riffs e mais riffs precisos, cozinha técnica e brutal, mas mesmo assim com ótimas melodias, e refrãos grandiosos, fazendo as mesmas serem de fácil assimilação.

Outros destaques ficam ainda para a cadenciada “Hail to the Hordes”, e para a cacetada “Fallen Brothers”, feita para destroçar o pescoço do pobre ouvinte.

A edição nacional do trabalho, lançada em um belíssimo digipack, traz ainda uma faixa bônus, “Earth Under the Sword” ( o mesmo da edição japonesa, e que não consta na parte de trás do material), além de um DVD com a apresentação da banda no Wacken Open Air de 2014, com qualidade profissional, e trazendo uma grande quantidade de clássicos dos alemães.

Ou seja, trata-se de um trabalho fantástico, que prova que o tempo não fez mal algum ao Kreator, que volta com tudo para ocupar o posto de maior banda européia do estilo.

Gods of Violence - Kreator
(Shinigami Records - 2017)

1. Apocalypticon
2. World War Now
3. Satan is Real
4. Totalitarian Terror
5. Gods of Violence
6. Army of Storms
7. Hail to the Hordes
8. Lion with Eagle Wings
9. Fallen Brother
10. Side by Side
11. Death Becomes My Light
12. Earth Under the Sword (bônus)

DVD - "Live at Wacken 2014":

1. Mars Mantra
2. Phantom Antichrist
3. From Flood Into Fire
4. Warcurse
5. Endless Pain
6. Pleasure to Kill
7. Hordes of Chaos
8. Phobia
9. Enemy of God
10. Civilization Collapse
11. The Patriarch
12. Violent Revolution
13. United in Hate
14. Flag of Hate / Tormentor

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Gods of Violence - Kreator

2857 acessosKreator: Melodia e agressividade em mais um grande disco


Metal HammerMetal Hammer
As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal

400 acessosKreator: banda está na trilha sonora de Dark, nova série da Netflix612 acessosKreator: Saudando os fãs em novo vídeo de "Hail To The Hordes"19 acessosEm 18/12/1966: Mille Petrozza (Kreator)13 acessosEm 22/07/1997: Kreator lança o álbum Outcast10 acessosEm 01/06/2012: Kreator lança o álbum Phantom Antichrist0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kreator"

19861986
O ano definitivo da música pesada

KreatorKreator
Vocalista comenta sobre fazer parte do "Big Six"

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kreator"


Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns da década de 70

MetallicaMetallica
Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a banda

Black MetalBlack Metal
O cotidiano fascinante dos fãs adolescentes

5000 acessosFotos de Infância: Steven Tyler, do Aerosmith5000 acessosScott Weiland: vocalista é encontrado morto em ônibus de turnê5000 acessosRacismo: Metalheads saem na porrada contra white-powers na Califórnia5000 acessosA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars5000 acessosAquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-cola5000 acessosRob Halford: "Talvez eu seja o único Gay vocalista de Metal"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 15 de fevereiro de 2017


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online