Pop Javali: um show para eternizar o momento da banda

Resenha - Live In Amsterdam - Pop Javali

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor Freire, Fonte: Rock'N'Prosa
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Escutar um álbum ao vivo sempre é algo prazeroso. Não sei se mais gente pensa assim, mas gosto de imaginar o show enquanto escuto. Não é o mesmo sentimento de escutar um álbum após assistir o DVD do show, por exemplo. Durante a sua última turnê pela Europa (em outubro de 2015), o power trio Pop Javali gravou o Live in Amsterdam (2016). O show gravado no The Waterhole, em Amisterdã, foi meu primeiro contato com a banda formada por Marcelo Frizzo (vocal e baixo), Jaéder Menossi (guitarra) e Loks Rasmussen (bateria).

5000 acessosMarilyn Manson: é do cantor o vídeo mais assustador5000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

A banda estava promovendo o álbum The Game of Fate (2014), sucessor do álbum No Reason to be Lonely (2011). Apesar de só possuírem dois álbuns, a banda já soma mais de 20 anos de estrada.

Vamos ao show então. Após uma breve introdução a banda inicia o show com Road to Nowhere, desfilando um excelente hard rock. A composição lembra bem aquele estilo oitentista do hard rock, com um excelente trabalho da guitarra nos solos. Free Men, música do álbum mais recente deles, possui um início mais pesado, com características mais dentro do heavy metal do que no hard rock, por assim dizer. Lie to Me volta a incluir mais hard rock no show. Gostei do trabalho dos solos, além dos arpejos, destaco o solo estilo Joe Bonamassa. A música lembra um pouco o estilo do Rush, com variações nas melodias a partir de uma base bem montada no baixo. A Friend That I’ve Lost arrisco em dizer que é a música com mais elementos do metal dentre todas. O início é rápido, mas um riff bem “Black Sabbath” aparece em seguida, abrindo espaço novamente para os solos Joe Bonamassa. O que mais chamou a atenção foi a diversidade da música, gostei da forma que os vocais foram construídos em cima dos riffs.

O ritmo é diminuído um pouco em Time Allowed, mas logo abre espaço para um puro hard rock riffado. Influências de Rush e Uriah Heep aparecem nessa música, curti bastante as variações nas melodias. Escutando ao encerramento do álbum, com a pesada I Wanna Choose termino a audição com um bom sentimento do Pop Javali. O set-list do show foi focado no The Game of Fate (2014), último álbum deles. Só achei uma pena o show não contar com mais músicas do primeiro álbum deles. Álbuns assim funcionam como uma coletânea, para as pessoas que conhecem celebrarem a música da banda e as que não conhecem, conhecer o que tem de melhor no som produzido pela banda. No entanto, tenho noção do que pode ter acontecido. O álbum é o show “cru”, não tem overdubs nem edição, pelo que pude constatar. Assim, é normal músicas terem algum problema na gravação ou erro de execução, o que impossibilitaria elas estarem no álbum. Mas, novamente dizendo, isso não tira o brilho do álbum ao vivo e o poder das músicas que estão presentes nele.

A gravação do álbum está boa, só achei o som da guitarra um pouco sujo demais, isso dificulta o entendimento em certas partes. No final, acho o registro do Live in Amisterdam (2016) muito válido para registrar o momento do Pop Javali. Serve de promoção para o The Game of Fate (2014) e mostra a força da banda nos palcos. Assim como eu, muita gente vai poder escutar a banda pela primeira a partir desse álbum, e poder sentir a energia da banda através do palco a partir do álbum é algo que nos faz querer acompanhar os lançamentos futuros deles.

#Tracklist:

1.Intro
2.Road to Nowhere
3.Free Men
4.Lie to Me
5.A Friend That I’ve Lost
6.Wrath of the Soul
7.Time Allowed
8.I Wanna Choose

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Live In Amsterdam - Pop Javali

269 acessosPop Javali: Uma aula de bom gosto musical182 acessosPop Javali: álbum ao vivo gravado na Holanda chega ao mercado


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pop Javali"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Pop Javali"


Marilyn MansonMarilyn Manson
Segundo a Billboard, é dele o vídeo mais assustador

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

Guitar WorldGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

5000 acessosMetal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero5000 acessosMetal Extremo: algumas bandas que você precisa ouvir5000 acessosAs regras do Black Metal5000 acessosRock And Roll Hall Of Fame: conheça os indicados de 20145000 acessosTony Iommi: Donald Trump é fã do Black Sabbath5000 acessosPaul Gray: viúva diz que ele não era apenas um viciado

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Victor Freire

Professor universitário e mestre em Engenharia Mecânica pela UFRN. Nascido no deserto de Mossoró/RN. É fã e colecionador de itens relacionados ao rock´n´roll. Editor-chefe do blog Rock´N´Prosa e guitarrista do Godhound. Acessa o Whiplash! desde a infância e colabora com o site sempre que possível.

Mais matérias de Victor Freire no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online