Matérias Mais Lidas

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Megadeth: Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiroMegadeth
Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiro

Loudwire: o melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020

Rock in Rio: há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-loRock in Rio
Há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-lo

Lista: 10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hojeLista
10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hoje

Dream Theater: Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitidoDream Theater
Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitido

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Metallica: Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi históricoMetallica
Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi histórico

Van Halen: Michael Anthony diz que Eddie era uma pessoa muito humildeVan Halen
Michael Anthony diz que Eddie era uma pessoa muito humilde

Épicas: 10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)Épicas
10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)

Iced Earth: Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao CapitólioIced Earth
Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao Capitólio

Iced Earth: fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no CapitólioIced Earth
Fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no Capitólio

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"


Matérias Recomendadas

Álbuns: os vinte piores discos de todos os temposÁlbuns
Os vinte piores discos de todos os tempos

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Dave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde FriedmanDave Mustaine
"Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman"

Metallica: Hetfield elege as suas dez músicas favoritas de outras bandasMetallica
Hetfield elege as suas dez músicas favoritas de outras bandas

Slayer: cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morteSlayer
Cronologia de Hanneman, da picada da aranha até a morte

Stamp

Brujeria: Após 16 anos, um lançamento à altura da espera dos fãs

Resenha - Pocho Aztlan - Brujeria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Moreira
Enviar Correções  

8

BRUJERIA ainda é uma das grandes bandas que conseguem associar o grupo e a musicalidade que praticam a certa atmosfera característica. O grupo é possuidor de alguns mitos, folclore próprio e de uma discografia sólida e consistente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o álbum, alguns discos criam sentimentos desde a primeira audição, e esse é o caso de Pocho Aztlan. Depois de alguns hiatos, reuniões para shows e músicas novas – incluindo o EP "Viva Presidente Trump!" com direito a um machete direto na fronte do candidato republicano – o grupo lança seu quarto álbum, dezesseis anos após "Brujeirizmo". O álbum estreou na Billboard quebrando recordes, chegando ao terceiro lugar da parada de discos latinos, a melhor marca para um álbum de Heavy Metal.

Pocho Aztlan simboliza um jogo de palavras entre Aztlán, cidade utópica dos antigos Aztecas e Pocho, nome dado pelos mexicanos a seus similares nascidos nos Estados Unidos. Uma combinação que encaixa perfeitamente na criação da banda desde seus primeiros passos. No que tange à sonoridade, a musicalidade envolvida no álbum segue os padrões dos álbuns anteriores. Sob a égide da gigante musical Nuclear Blast a produção é clara, limpa e cheia de groove; como deve ser para um grupo que flerta entre o Grindcore e o Death de forma tão prática. A fórmula continua potente. As faixas se intercalam entre riffs arrastados e rápidos o bastante para bater cabeça desde a primeira audição. O vocal de Juan Brujo é característico e muitas vezes simboliza os sentimentos conjuntos da banda.

A faixa-título inaugura os trabalhos de forma direta e constrói a base para o que virá a seguir no disco, tanto na musicalidade quanto na concepção lírica. "No Aceptan Imitaciones" é a típica faixa que a banda escreve – uma porrada – e concretiza a abertura. As duas faixas seguintes "Profecía Del Anticristo" e "Ángel De La Frontera" mantém o nível alto do álbum, com a última lembrando em vários momentos a banda em "Raza Odiada".

"Plata o Plomo" forma um dos pontos altos do álbum. Apesar da concepção para single, é impossível não curtir o som ao ritmo do riff principal. Como dito anteriormente, a faixa forma um dos pontos altos, pois a faixa seguinte "Satongo" é matadora, direta e inspirada – forte candidata a melhor do álbum.

Confira a faixa "Plata o Plomo":

"Isla De La Fantasía", "Bruja", "México Campeón" e "Culpan La Mujer" demonstram uma composição ímpar e cumprem o que o impacto inicial do título causa ao ouvinte. "México Campeón" sendo também uma das grandes músicas do album, um grindcore de qualidade que lembra a banda em – um clássico – "La Migra". "Culpan La Mujer" também é direta, rápida e carregada de contexto.

As três últimas faixas são um mix do que a banda apresenta. "Códigos" é pesada, "Debilador" com mais transições, mas "California Uber Aztlan" fecha o álbum com maestria em um estilo próprio um cover de "California Uber Alles" dos DEAD KENNEDYS.

"Pocho Aztlan" não deixa a desejar para os fãs que esperaram tanto tempo por um novo lançamento do BRUJERIA. Depois de dezesseis anos a banda mostra que é competente, mantém suas raízes e irá continuar sendo um dos grupos que praticam um som próprio e de força excepcional.

Tracklist:
1 – Pocho Aztlan (4:11)
2 – No Aceptan Imitaciones (3:11)
3 – Profecía Del Anticristo (4:11)
4 – Ángel de La Frontera (3:23)
5 – Plata o Plomo (4:04)
6 – Satongo (3:26)
7 – Isla de La Fantasia (2:17)
8 – Bruja (4:09)
9 – México Campeón (2:25)
10 – Culpan La Mujer (2:48)
11 – Códigos (5:35)
12 – Debilador (3:21)
13 – California Uber Aztlan (3:13)

Comente: Gostou do novo álbum do Brujeria?


Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Brujeria: O tão falado show da favela cariocaBrujeria
O tão falado show da "favela" carioca

Brujeria: bruxaria, assassinatos no México e tráfico?Brujeria
Bruxaria, assassinatos no México e tráfico?


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1982

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock


Sobre João Moreira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.