Claustrofobia: Brutalidade à flor da pele em excelente novo álbum

Resenha - Download Hatred - Claustrofobia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Desde 2009, com "I See Red", o CLAUSTROFOBIA, que já era ma grande banda de nosso underground, vem galgando, degrau a degrau, uma evolução surpreendente em sua carreira, como já ficou claro no excelente "Peste", de 2011. E agora, após uma longa espera de 05 anos, temos um disco novo dos caras sendo lançado, desta vez pela Die Hard Records, e que comprova que a cada novo disco o quarteto se supera.

Claustrofobia: assista ao lyric vídeo da nova faixa "Vira Lata"Phil Anselmo: mandou um "White Power" mas nega ser racista

E a primeira constatação é: "Download Hatred" é o disco mais pesado da carreira do CLAUSTROFOBIA. Sim, a banda sempre primou pela agressividade em suas composições, mas dessa vez os caras exageraram. E muito!

Desde os primeiros segundos da faixa título é perceptível essa brutalidade sobressalente, com os elementos de death metal bem mais evidentes, aliados ao thrash que sempre caracterizou o som "malóka" dos caras. E é assim do começo ao fim do álbum, sem dar descanso em momento algum ao ouvinte, não havendo espaços para experimentalismos, como já fizeram anteriormente, por exemplo, na faixa "Nota 6,66", de "Peste". Aqui é porrada do começo ao fim, sem concessões.

O nível técnico que Marcus D'Angelo (vocal/guitarra), Douglas Prado (guitarra), Daniel Bonfogo (baixo) e Caio D'Angelo (bateria) chegaram também impressiona. Alias, Douglas, que substituiu Alexandre De Orio (que ficou na banda por 18 anos), tem uma grande performance, formando uma dupla matadora de guitarras junto com Marcus.

Além disso, a banda voltou a escrever suas letras em inglês, ao contrário do que ocorreu em "Peste", em que as letras eram todas em português. A exceção fica para a excelente "Curva", que conta com a participação (inclusive na composição) de Andreas Kisser, e "Paulada", bônus da versão brasileira, e talvez a faixa mais insana já composta pela banda, com várias influências de grindcore.

O álbum ainda traz as participações especiais de Moyses Kolesne, do KRISIUN, no solo de "Generalized World Infection", uma das mais porradas do disco, com uma levada que remete ao hardcore; e os vocais de Russ Russell e Shane Embury (NAPALM DEATH/LOCK UP) na fantástica "The Great Temptation", uma das melhores do disco, mais cadenciada, e feita para destruir o pescoço do pobre ouvinte, tamanho o peso e groove (o baixo de Daniel aqui faz toda a diferença) que dela exalam.

Alias, Russ (que já trabalho com nomes como NAPALM DEATH, DIMMU BORGIR, THE EXPLOITED, THE BERZERKER, AMORPHIS, NEW MODEL ARMY, LOCK UP e outros), também é o produtor do disco, que teve a masterização a cargo de Brendan Duffey. E ambos fizeram um trabalho espetacular, pois o disco soa matador, com timbres excelentes, e o peso muito bem equilibrado, com crueza e modernidade na medida certa.

Vale citar ainda a belíssima capa do disco, a melhor da banda até hoje, obra do artista Toshihiro Egawa, e que retrata muito bem toda a brutalidade e crítica à sociedade moderna aqui contida em forma de fúria musical.

Certamente um dos grandes discos de metal extremo de 2016, e que eleva ainda mais o nome do CLAUSTROFOBIA como uma das melhores bandas do metal contemporâneo deste país. IMPERDÍVEL!

Download Hatred - Claustrofobia
(Die Hard Records - Nacional - 2016)

1. Download Hatred
2. Blasphemous Corruption
3. Sinking
4. Generalized World Infection (Feat. Moyses Kolesne)
5. My Own Victory
6. The Greatest Temptation
7. Inverted Faith
8. Metal or Die
9. Curva (Feat. Andreas Kisser)
10. Paulada


Outras resenhas de Download Hatred - Claustrofobia

Claustrofobia: Mais uma pedrada na discografia da banda




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Claustrofobia"


Claustrofobia: assista ao lyric vídeo da nova faixa "Vira Lata"Alexandre de Orio: guitarrista apresenta peça erudita contemporânea com a OSESPClaustrofobia: escute agora mesmo o novo single "Vira Lata"Claustrofobia: nova camiseta "Virá Lata" disponível para pré-vendaSlayer: show em São Paulo terá Claustrofobia como banda de abertura

Slayer: Claustrofobia será banda de abertura de show em São PauloSlayer
Claustrofobia será banda de abertura de show em São Paulo

Death Metal: mais cinco álbuns nacionais que você deve escutarDeath Metal
Mais cinco álbuns nacionais que você deve escutar


Phil Anselmo: mandou um White Power mas nega ser racistaPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

Robert Plant: quase saí do Led quando meu filho morreuRobert Plant
"quase saí do Led quando meu filho morreu"

Top 5: Os roqueiros mais chatos da históriaTop 5
Os roqueiros mais chatos da história

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineMegadeth
As 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Solos: Alguns dos mais bonitos do Heavy MetalSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

Heavy Metal: O homem tem que ser na vida o que prega no palco?Heavy Metal
O homem tem que ser na vida o que prega no palco?


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336