The Allman Brothers Band: O clássico álbum de 1973

Resenha - Brothers and Sisters - Allman Brothers Band

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Richely Campos
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Quando as pessoas que você ama se despedem deste plano astral. O chão se move desenhando um abismo infinito onde seus medos corrompem as lembranças dos dias felizes.

308 acessosGregg Allman: as 10 melhores músicas pela Ultimate Classic Rock5000 acessosJohnny Ramone: "Não era bom abrir o show do Black Sabbath"

Neste momento cabe a família, os amigos, as pessoas em geral e a si próprio. Ter a esperança que o presente e o futuro sejam prósperos. As cicatrizes do passado estarão tatuadas na mente, mas a dor que elas propõem estará curada, porque as imagens destes entes estarão para eternidade gravada junto ao peito.

Diante deste enunciado recomendo que todos ouçam o álbum “BROTHERS AND SISTERS” lançado em 1973 da clássica banda de southern rock “THE ALLMAN BROTHERS BAND”. A capa do disco é a prova de que a família é à base de tudo na vida; como todos já sabem que o fundador da banda DUANE ALLMAN em 1971 falece tragicamente em um acidente de moto e em 1972 o baixista BERRY OAKLEY falece tragicamente em um acidente de moto. Portanto a capa do álbum contém a foto do filho do baterista BUTCH TRUCKS, na parte de trás a da filha de BERRY OAKLEY e no interior a foto da família de todos os músicos.

O álbum foi gravado no período de outubro a dezembro de 1972 e somente foi lançado em agosto de 1973. Em novembro de 1972 BERRY OAKLEY faleceu como havia dito, portanto ele tocou em duas músicas “WASTED WORDS” e na clássica “RAMBLIN’ MAN”. Entrou na banda o baixista LAMAR WILLIAMS e CHUCK LEAVELL no piano.

Abrindo o álbum com a excelente “WASTED WORDS” um blues rock dançante, com elementos de boogie. Destaco o slide de guitarra de DICKIE BETTS e o piano de CHUCK LEAVELL lembrando o estilo rockabilly.

Em seguida um dos maiores clássicos da banda “RAMBLIN’ MAN” uma balada country rock sofisticada, base rítmica elementar, vocais enxutos e os solos nos minutos finais absurdamente respeitáveis.

“COME AND GO BLUES” a sonoridade desta música é perfeita. Introdução excelente, variações instrumentais elaboradas e os pianos valorizam o grau de excelência. Nesta canção observa-se a mudança no estilo da banda.

“JELLY JELLY” é um blues peculiar. Em certos momentos a guitarra de DICKIE BETTS assemelha com o estilo de B.B.KING e nos solos BETTS demonstra seus princípios técnicos com mais energia. O primeiro solo de piano na música reflete o jeito de tocar de JIMMY SMITH pianista de jazz primoroso.

“SOUTHBOUND” blues rock influenciado pela pegada dançante do funk, com solos vigorosos de BETTS ecoando perfeitamente dentro da canção.

“JESSICA” o clássico da banda. Conforme dito no início desta resenha que a família é à base de tudo. A prova audível desta afirmação se resume neste álbum através desta canção. Jessica é o nome da filha de BETTS, uma homenagem unicamente perfeita.

“PONY BOY” caracteriza-se por completo todo esse movimento sonoro atingível pelo estilo propriamente que a banda exerce. Instrumental vital e vocal saboroso. A preferida do álbum.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Brothers and Sisters - Allman Brothers Band

1830 acessosThe Allman Brothers Band: Um dos melhores trabalhos da banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Homenagem a Chris Cornell e Gregg Allman na Espanha

308 acessosGregg Allman: as 10 melhores músicas pela Ultimate Classic Rock103 acessosAlto Falante: tributo a Gregg Allman1248 acessosGregg Allman: funeral será no sábado, será proibido usar terno661 acessosGregg Allman: canções maravilhosas que injetam alegria na alma0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Allman Brothers"

Southern rockSouthern rock
Os 10 discos essenciais do estilo

USA TodayUSA Today
As 20 maiores de todos os tempos nos Estados Unidos

GibsonGibson
As dez melhores composições épicas do rock

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Allman Brothers"

Johnny RamoneJohnny Ramone
"Não era bom abrir o show do Black Sabbath"

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

GhostGhost
O lado escuro do rock: você acredita em magia negra?

5000 acessosComo enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do Whiplash.Net?5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosMorre Diabo: ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredder5000 acessosKing Diamond: O que significa ser Satanista?5000 acessosLacuna Coil: após polêmica, músico pede desculpa a brasileiros5000 acessosRammstein: as 10 melhores músicas da banda alemã

Sobre Richely Campos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online