Blues Pills: Uma das gratas surpresas do rock contemporâneo

Resenha - Blues Pills - Blues Pills

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após chamar a atenção do underground com o ótimo EP "Devil Man", finalmente a banda multinacional (com membros franceses, suecos e americanos) BLUES PILLS lançou em 2014 esse seu excelente debut, que acaba de chegar ao mercado via Voice Music/Nuclear Blast.

História do Rock: dos primórdios aos anos 70Guns N' Roses: a trágica história do baixista fundador

E, embora siga essa tendência que muitas bandas atualmente seguem, de fazer uma sonoridade retro, com forte influência dos anos 60 e 70, e que até está meio saturada ultimamente, o BLUES PILLS consegue se diferenciar e criar um estilo bem característico, com melodias fortes e coesas, e composições de muito bom gosto, lembrando uma mistura dos melhores momentos de bandas como LED ZEPELLIN e ROLLING STONES, mas sem soar como mera cópia, graças a alguns elementos especiais.

Os grandes destaques da banda ficam para a vocalista sueca Elin Larsson, com uma bela voz, que da um tom bem obscuro às faixas (lembrando claramente Janis Joplin, além de ter uma certa influência de bandas de occult rock com vocais femininos), e as ótimas linhas de guitarra do francês Dorian Sorriaux, com uma avalanche de ótimos riffs, e solos inspirados.

O disco traz diversas faixas de destaque, com cara de hits imediatos, como "High Class Woman", "Black Smoke", e a já conhecida "Devil Man". A versão nacional do trabalho ainda conta com duas bônus tracks, "Dig In" e "Time is Now".

Portanto, temos aqui uma banda que, embora não seja inovadora, faz o que se propõe com muita qualidade, caracterizando-se como um dos grandes nomes surgidos nos últimos anos na música pesada, com grande destaque inclusive na mídia internacional. Confiram!

Nota 9,0

Blues Pills - Blues Pills
(Voice Music/Nuclear Blast - Nacional - 2014)

High Class Woman
Ain t No Change
Jupiter
Black Smoke
River
No Hope Left for Me
Devil Man
Astralplane
Gypsy (Chubby Checker Cover)
Little Sun
Bonus tracks:

Dig In
Time is Now


Outras resenhas de Blues Pills - Blues Pills

nullnullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Blues Pills"


Feeling: Existe no rock/metal moderno? 7 músicas que comprovamFeeling
Existe no rock/metal moderno? 7 músicas que comprovam

Blues Pills: conheça o novo Led ZeppelinBlues Pills
Conheça o novo Led Zeppelin


História do Rock: dos primórdios aos anos 70História do Rock
Dos primórdios aos anos 70

Guns N' Roses: a trágica história do baixista fundadorGuns N' Roses
A trágica história do baixista fundador

MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaTúmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUAThe Who: Roger Daltrey diz que não há assédio sexual na indústria da músicaR.E.M.: banda é dona da faixa que mais faz o homem chorar

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336