Apocryphal Voice: Uma ode à versatilidade

Resenha - Pain and Pleasure - Apocryphal Voice

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7


O Apocryphal Voice vem da Finlândia e sua sonoridade é focada no Black Metal com incursões de Progressivo e Avant-gard, ou seja, algo que muitas bandas do estilo (principalmente na Europa) têm buscado atualmente. Na verdade, a ‘banda’ é um duo formado por J. Anton Jokisalo (vocal/guitarra/baixo/sintetizadores) e V. Salonen (bateria).

Guitar World: melhores solos de guitarra de todos os temposCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A qualidade das composições é incontestável, mas a produção que deixou o som abafado tirou um pouco do brilho do resultado final. Ainda mais em se tratando da sonoridade proposto, que requer algo mais límpido e detalhado, já que o som é versátil e variado.

Não espere músicas velozes e ríspidas o tempo todo, já que o que se encontra são composições até burocráticas, com alternâncias de ritmos e não tão digeríveis. Há também influências de Doom Metal, principalmente nos momentos arrastados e com inclusão de vocais limpos.

As faixas são longas, mas longe de serem cansativas, já que a variação faz com que soem interessantes. Destaque para As Fire Itself Dances e Waves of Transparency. Não fosse pela produção bem mediana, o disco ganharia mais pontos, porém, vale à pena dar uma conferida.

http://www.apocryphalvoice.net/
https://www.facebook.com/pages/Apocryphal-Voice/344573545632...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guitar World: melhores solos de guitarra de todos os temposGuitar World
Melhores solos de guitarra de todos os tempos

Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da históriaCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL