Warrant: "Metal Bridge" é um álbum que merece ser escutado

Resenha - Metal Bridge - Warrant

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Reis
Enviar correções  |  Ver Acessos


Sempre falamos da década de 80 como uma época de ouro para o Heavy Metal, berço de vários estilos importantes e onde muitas bandas hoje reconhecidas, surgiram para o mundo. Tudo isso é verdade, porém um fato é inegável, foi tudo muito rápido, um gênero atrás do outro surgindo e muitas bandas competentíssimas não conseguiram se estabelecer ou ter uma trajetória longa. Lançaram um ou dois álbuns de qualidade inquestionável e logo depois encerraram suas carreiras de forma precoce.

Batman: 10 razões pelas quais ele é Metal pra carambaGosto duvidoso: As piores capas da história do Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que sempre me questionei ao ouvir estes maravilhosos registros de tais bandas é: E se tivessem continuado, se conseguissem sobreviver a implacável década, será que lançariam mais trabalhos dessa grandeza? Essa pergunta, até pouco tempo atrás, estava fadada a jamais ser respondida, daquelas que sempre faríamos teses, traçaríamos conjecturas e as respostas de fato ficariam apenas na nossa fértil imaginação. Isso até pouco tempo atrás.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há alguns anos, algumas bandas míticas oriundas da década de 80, percebendo o bom momento em que o Metal se encontra, onde grupos da nova geração tem feito certo sucesso tocando exatamente a mesma sonoridade que era praticada nesta época, tem voltado a ativa e lançado material novo. Muitos podem pensar que com 20 ou 30 anos depois, o espírito não é mais o mesmo, que os músicos estão velhos e que não deveriam arriscar lançar um álbum tanto tempo depois, ainda mais para suceder um registro clássico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nunca gostei muito de teorias, então costumo me basear em fatos. Fazendo isso, tenho notado que muitas bandas que retornaram depois de longos anos de inatividade, tem dado uma verdadeira aula de Heavy Metal e a idade não tem sido nenhum empecilho. O lendário Satan, que fez parte da inesquecível NWOBHM que o diga, lançou um trabalho simplesmente magistral, "Life Sentence", na minha humilde opinião, foi o melhor álbum de 2013. O mais interessante dessa história toda, é que não foi um caso isolado, alguns outros grupos que vinham de gigantescos hiatos, também lançaram excelentes registros, Soldier, Battleaxe e Deep machine são apenas alguns exemplos.

Neste ano de 2014, foi anunciado um trabalho de inéditas de mais uma destas bandas que possuíram uma carreira curtíssima, porém de qualidade muito acima da média: O Warrant. Grupo alemão, que nos presenteou no ano de 1985, com seus dois únicos registros, o EP "First Strike" e o "debut" "The Enforcer", ambos, clássicos irrepreensíveis.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com "Metal Bridge" finalmente lançado, parti para a audição cheio de expectativas e admito, com certo temor e desconfiança. Ao escutar as primeiras faixas do álbum, "Asylum", "Come And Get It" e "You Keep Me In Hell", todo e qualquer pensamento negativo se mostrou infundado e percebi que a volta do Warrant não passaria despercebida, possuem ainda algumas contas a acertar com o tempo e este registro de retorno é uma excelente prévia do que ainda pode vir pela frente.

O Speed Metal praticado nos primeiros anos, hoje possui pitadas generosas de Power Metal, mas não aquele extremamente melodioso e cheio de firulas, e sim, o competente e direto dos primórdios do estilo. Todas as faixas do álbum são de extremo bom gosto, transbordam energia e inspiração, além de mostrar uma banda afiada e segura.

Destaco além da trinca inicial já citada, as excelentes "Face The Death", "All The King's Horses", "Helium Head" e "Nyctophobia", faixas que devem agradar até mesmo o mais exigente dos ouvintes admiradores do bom e velho Heavy Metal. Uma observação muito pertinente, que não pode passar despercebida, é a facilidade que o Warrant tem em tecer refrões de fácil assimilação e que grudam na cabeça. Neste álbum em específico, TODAS as faixas possuem essa característica, fato este, faz com que poucas audições sejam suficientes para que as músicas se tornem familiarizadas e agradáveis.

A banda hoje é um Power Trio que conta apenas com o vocalista/baixista Jörg Juraschek de sua formação original. Os outros dois membros que integram o "line up" atual são Dirk Preylowski (Guitarra) e Thomas Rosemann (Bateria), músicos de extrema competência e categoria que contribuem e muito para que a sonoridade do grupo seja forte, cheia de personalidade e de forma alguma manche o trabalho realizado anteriormente.

"Metal Bridge" é um álbum que merece ser escutado. O que enxergo num futuro próximo, é o Warrant recebendo finalmente o reconhecimento que merecia quando lançou seus míticos registros na década de 80. Uma volta digna, merecedora de aplausos e todas as resenhas positivas possíveis. Uma segunda chance que responde a eterna questão referente a todas estas bandas que tiveram suas trajetórias ceifadas prematuramente.

Como seria o álbum seguinte? Seria assim, ótimo, como os anteriores foram, sem invencionices e contendo a musicalidade característica e a identidade única que as bandas daquele período histórico possuíam. Sério candidato a estar em todas as listas de melhores do ano com louvor. Recomendo de olhos fechados e aviso aos que acharam que nada de relevante viria deste retorno: Revejam seus conceitos urgentemente!

Formação:

Jörg Juraschek (Vocal/Baixo)
Dirk Preylowski (Guitarra)
Thomas Rosemann (Bateria)

Faixas:

1 - Intro
2 - Asylum
3 - Come and Get It
4 - You Keep Me in Hell
5 - Blood in the Sky
6 - Face the Death
7 - All the Kings Horses
8 - Nyctophobia
9 - Helium Head
10 - Don't Get Mad Get Even
11 - Eat me Alive
12 - Immortal
13 - Ordeal of Death 2014
14 - The Enforcer 2014
15 - Labyrinth of the Lost

\m/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Warrant"


Sexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / MetalSexo e Satã
As mensagens subliminares em capas de Rock / Metal

Guitar World: os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80Guitar World
Os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80


Batman: 10 razões pelas quais ele é Metal pra carambaBatman
10 razões pelas quais ele é Metal pra caramba

Gosto duvidoso: As piores capas da história do Rock e Heavy MetalGosto duvidoso
As piores capas da história do Rock e Heavy Metal


Sobre Fabio Reis

Paulista, 32 anos, Editor do Blog Mundo Metal, fã de Rock Clássico e Diversos subgêneros do Metal. Banda favorita: Megadeth. Conheceu o Rock ainda quando criança por intermédio dos pais (amantes de Beatles) e com 11 anos já ia na galeria do Rock comprar seus primeiros LP's, desde sempre fez do Metal seu estilo de vida e até os dias de hoje essa paixão pela música só aumenta.

Mais matérias de Fabio Reis no Whiplash.Net.

adGoo336