Matérias Mais Lidas

Metallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hojeMetallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hoje

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

Iron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnêsIron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnês

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

O motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimenteO motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimente

Metallica: segundo Jason, acidente que quase fez James perder a vida salvou a bandaMetallica: segundo Jason, acidente que quase fez James perder a vida salvou a banda

Anitta lança clipe de Boys Don't Cry, com estética rock e punk; assistaAnitta lança clipe de "Boys Don't Cry", com estética rock e punk; assista

Acredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça A Narrative SoundscapeAcredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça "A Narrative Soundscape"

O principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo DefanteO principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo Defante

Steve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; Parecia um macarrãoSteve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; "Parecia um macarrão"

Red Hot Chili Peppers: banda divulga vídeo com trecho de possível música inéditaRed Hot Chili Peppers: banda divulga vídeo com trecho de possível música inédita

Dark Tranquillity: morre Fredrik Johansson, que fez parte da banda nos anos 1990Dark Tranquillity: morre Fredrik Johansson, que fez parte da banda nos anos 1990

Chris Barnes, ex-Cannibal Corpse, é chamado de bundão após falar mal do death atualChris Barnes, ex-Cannibal Corpse, é chamado de bundão após falar mal do death atual

Vocalista do Exodus é categórico, não tem ex-fã de metal; ou é headbanger ou não éVocalista do Exodus é categórico, não tem ex-fã de metal; "ou é headbanger ou não é"


Stamp

Cachorro Grande: Uma fase boa para experimentações exóticas

Resenha - Costa do Marfim - Cachorro Grande

Por Fábio Cavalcanti
Em 19/09/14

Nota: 7

O que poderia surgir de uma parceria entre a banda gaúcha Cachorro Grande e o produtor excêntrico Edu K? Até mesmo quem conhece bem som da banda, já poderia ter certeza de uma coisa a respeito do novo álbum do grupo: experimentações exóticas e "dorgas", cara, "dorgas" das grandes no som do "Big Dog"...

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Após quatro álbuns de um rock 'n' roll sempre misturado a certas influências de pop/rock retrô e brit rock (de Beatles a Oasis, só pra ficar nas bandas mais óbvias), o Cachorro Grande resolveu dar um passo além nos álbuns "Cinema" (2009) e "Baixo Augusta" (2011), o que marcou o início de uma fase de mudanças mais significativas entre cada trabalho do grupo. Tal proposta culminou em "Costa do Marfim", objeto da resenha em questão.

Pela primeira vez na história de Beto Bruno (vocal), Marcelo Gross (guitarra) e sua competente trupe, a dificuldade de dissecar um álbum do grupo na primeira audição se torna aparente. De toda forma, os 11 minutos da canção de abertura "Nós Vamos Fazer Você Se Ligar" dão o tom eletrônico/psicodélico que permeia boa parte do disco. E, como sempre, o ouvinte poderá deixar de lado qualquer necessidade de analisar as letras "nada com nada" típicas dos caras.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Músicas como "Nuvens de Fumaça", "Eu Não Vou Mudar" e "O Que Vai Ser" trazem um delicioso sabor de guitarras 'noise' em cima de batidas dançantes que lembram uma mistura de rock industrial com uma espécie de indie rock puxado por loops de bateria. Destaque para "Crispian Mills" e "Use o Assento para Flutuar", duas pérolas de psicodelia eletrônica e etérea que nos remetem logo ao som do Primal Scream.

O lado "pop" do álbum é representado pelo razoável single "Como Era Bom", um retorno meio torto à antiga essência da banda. E aproveitando o gancho para falar dos pontos mais fracos do disco, podemos acrescentar à lista a insossa "Eu Quis Jogar" e a altamente louca "Torpor Partes 2 e 5", com suas recitações non-sense e seus 8 minutos que se mostram mais demorados do que enterro de gente rica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O fato é que o Cachorro Grande se encontra em uma fase boa para experimentações, visto que a "seca prolongada" do rock nos últimos anos se mostrou propícia à atividade de "atirar para todos os lados", a fim de ver o que é que pode dar certo... E se bandas como o Capital Inicial erraram feio em novas investidas (leia aqui), o Cachorro Grande conseguiu ao menos um resultado digno em seu novo trabalho. Dê suas tragadas e curta essa viagem peculiar a uma "Costa do Marfim" fictícia e comandada pelo nosso "Big Dog"...

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Escute o álbum completo ou suas músicas de destaque:

Músicas:
1. Costa do Marfim (vinheta)
2. Nós Vamos Fazer Você Se Ligar
3. Nuvens de Fumaça
4. Eu Não Vou Mudar
5. Crispian Mills
6. Use o Assento para Flutuar
7. Como Era Bom
8. Eu Quis Jogar
9. Torpor partes 2 & 5
10. O Que Vai Ser
11. Fizinhur (vinheta)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rock/Metal: as poucas bandas que conseguem viver disto no BrasilRock/Metal: as poucas bandas que conseguem viver disto no Brasil

Cachorro Grande: A chamada geração colorida acabou com o rockCachorro Grande: "A chamada geração colorida acabou com o rock"


Iron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Dead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo FacebookDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo Facebook


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti.